QUINDÃO

“O nome Quindim é de origem africana que significa dengo, encanto.

A doçaria portuguesa é feita basicamente de ovos, açúcar e amêndoas.

Ao chegar ao Brasil saiu a amêndoa, difícil de encontrar por aqui, e entrou o coco, dando origem ao tão popular e apreciadíssimo quindim”. (Quindindeiaiá)

8

Seja como for, essa maravilha é super gostosa e muito fácil de preparar!

INGREDIENTES

400 gramas de açúcar

1 colher (sopa) de manteiga

100 gramas de coco ralado

10 gemas

2 ovos inteiros

manteiga para untar e açúcar para polvilhar

1

Só isso!

Primeira coisa: unte bem uma forma de buraco com manteiga e polvilhe açúcar nela toda. Reserve.

2

Pegue o coco e coloque em um prato fundo e coloque água (mais ou menos meio copo) para hidratar. Reserve.

3

Misture o açúcar com a manteiga (eu usei doriana) e vá colocando as gemas tendo o cuidado de passá-las por uma peneira, bem como os ovos inteiros.

4

Misture bem e junte o coco. Misture e despeje na forma untada.

5

Leve para assar em banho maria (coloque água fervente na forma)em forno quente por mais ou menos uma hora.

6

Retire e deixe amornar antes de virar em um prato.

7

Muito, muito bom!!!!!!!!

9

” FAVO DE MEL SÃO AS PALAVRAS SUAVES: DOCES PARA A ALMA E SAÚDE PARA OS OSSOS.” Provérbios 16- 24

PAPOS DE ANJO E SUSPIRINHOS

Um sonho de doce, mais um vindo de terras Portuguesas!

E atenção: tenho muitos leitores de além-mar que sempre estão me dando a alegria de recebê-los!

Já coloquei aqui o Pastel de Belém e duas receitas de Toucinho do Céu, maravilhosas, e hoje segue essa outra delícia!

Papos de anjo

INGREDIENTES

12 gemas

2 xícaras de açúcar

1 xícara de água

Só isso?

Sim, só isso!!!

Fiz metade da receita  e deu 10 papos de anjo.

Primeiro unte bem as forminhas.

papos 1

Depois coloque as gemas na batedeira e bata bem até dobrarem de volume.

papos 2

Aí coloque nas forminhas, até a metade porque crescem.

papos 3

Leve ao forno médio de 10 a 12 minutos e retire.

papos 5

Leve ao fogo em uma panela o açúcar e água e faça uma calda fina.

papos 4

Vá banhando os bolinhos nessa calda e colocando em uma compoteira.

papos 6

Depois despeje essa calda em cima dos papos de anjo.

papos 7

Agora você me pergunta: o que fazer com as claras?

Faça suspirinhos!

Bata as claras em neve e coloque 2 colheres de açúcar para cada clara.

suspiro

Coloque papel manteiga em uma assadeira e pingue pequenas porções.

suspiro 2

Leve para assar em forno bem frio.

suspiro 3

“O SENHOR É BOM, UMA FORTALEZA NO DIA DA ANGÚSTIA, E CONHECE OS QUE CONFIAM NELE.” Naum, 1- 7

TORTINHA DE MAÇÃ

Eu vejo uma tigela com maçãs e lembro imediatamente da Branca de Neve… minha memória é muito atrelada a histórias infantis… que fazer?

torta de maçã 001

Pois é… minha filha voltou para Angola (sniff, sniff) e deixou na geladeira essas maçãs.

Como não sou muito amiga de comê-las cruas, resolvi preparar essas tortinhas para aproveitá-las. Ficaram ótimas!!!

torta de maçã 008

(Essa belezinha de vovó acima no cestinho, foi presente de minha irmã Ângela)

INGREDIENTES

MASSA

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher (sopa) de açúcar

4 colheres (sopa) de margarina (eu uso doriana)

Amasse com as pontas dos dedos e se precisar de mais margarina, pode colocar até dar liga. Abra com a palma das mãos em pequenas porções e cubra a forminha já untada.

torta de maçã 002

Reserve.

RECHEIO

6 maçãs descascadas e picadas

1 xícara de açúcar

3 cravos

1 canela em rama

Leve ao fogo e deixe cozinhar até ficar molinha.

torta de maçã 003

Coloque sobre a massa crua e reserve.

torta de maçã 004

COBERTURA

3 ovos

1 lata de leite condensado

a mesma medida de leite

torta de maçã 005

Bata no liquidificador os ovos, leite condensado e leite.

Coloque por cima do doce de maçãs.

torta de maçã 006

Leve ao forno já quente por mais ou menos meia hora ou até verificar que o creme está firme.

torta de maçã 007

Espere esfriar e desenforme.

Eu comi quentinha ainda e adorei, mas fria ou gelada também fica ótima!

“AS COISAS ENCOBERTAS SÃO PARA O SENHOR, NOSSO DEUS; PORÉM AS REVELADAS SÃO PARA NÓS E PARA NOSSOS FILHOS, PARA SEMPRE, PARA CUMPRIRMOS TODAS AS PALAVRAS DESTA LEI”. Deuteronômio 29- 29

DOCE DE ABÓBORA COM COCO

Fazer esse doce é muito fácil, mas cada um tem o seu segredinho e acaba fazendo da sua maneira.

Eu gosto dele assim meio molinho e acompanhado de queijo branco, claro, como uma boa mineira!

doce de abóbora 009

INGREDIENTES

1 quilo de abóbora

3 xícaras de açúcar

100 gramas de coco ralado

6 cravos

3 canelas em rama

doce de abóbora 001

Primeiro corte a abóbora em pedacinhos pequenos e leve ao fogo com o açúcar, cravo e canela. Não precisa colocar água porque ela junta e então deixe ferver nesse caldo até amolecer.

doce de abóbora 003

Quando estiver quase seco coloque o coco e deixe ferver até você provar e sentir que está bom.

doce de abóbora 005

Um doce caseir0 que dá para servir gelado, a não ser que você faça como eu que não aguenta e come quente mesmo…

“DE TUDO QUE SE TEM OUVIDO, O FIM É: TEME A DEUS E GUARDA OS SEUS MANDAMENTOS PORQUE ESTE É O DEVER DE TODO HOMEM.” Eclesiastes 12-13

FEIRAS GASTRONÔMICAS

Esse texto abaixo, bem como as fotos, foi redigido pela minha filha jornalista Fabiane Fernandes Prohmann.

Obrigada, minha querida, por sua participação nesse blog (está a sua disposição sempre que quiser, OK?)!

FEIRAS GASTRONÔMICAS DE RUA FAZEM SUCESSO EM CURITIBA!

Curitiba é considerada por muitos uma cidade sisuda, mas quem mora aqui sabe que a história não é bem essa.

A capital do Paraná tem dezenas de parques e praças e, quando o tempo colabora, o melhor programa é juntar os amigos e curtir as deliciosas feiras gastronômicas. 

A moda pegou e várias feiras já fazem parte do calendário gastronômico da cidade.

EMPÓRIO SOHO

A primeira delas é a que acontece na Praça da Espanha, a minha preferida, já que fica ao lado da minha casa.

FOTO 1

(A Praça da Espanha, no Batel, depois da revitalização)

Depois de oito meses fechada, por conta da revitalização, o novo espaço recebeu a 11ª edição do Empório Soho, onde estabelecimentos da região montam suas barracas e oferecem pratos, lanches e sobremesas, por um preço único. 

O evento mais recente aconteceu no início de maio e foi um sucesso! Tudo bem que a presença do sol foi fundamental, mas a organização e a boa comida foram os responsáveis pelos três dias de praça cheia.

FOTO 2

(O sol apareceu e a praça ficou cheia nos três dias do evento)

Entre os 22 estabelecimentos, eu e minha mãe escolhemos almoçar no “Simples Assim”- sanduíche de linguiça Blumenau (delicioso!)- e de sobremesa, brownie com calda de frutas vermelhas para mim, e com calda de chocolate com nozes para minha mãe, do Brooklyn Batel. Maravilhoso!

FOTO 3

(Eu e minha mãe, aproveitando o evento)

Mas tinha muita coisa boa, como o Empório Rosmarino, Madero, Fabiano Marcolini, Caramelodrama, Tartine, Devassa, Bacio Gelato, Clube do Malte, Los Paleteros, Mezanino das Artes, entre outros.

ALTO JUVEVÊ

Outra feira tradicional em Curitiba é a Alto Juvevê Gastronomia. 

A 10ª edição aconteceu no início de março, com 21 estabelecimentos participantes.

O espaço escolhido também é uma delícia: a Praça Brigadeiro Mário Eppinghauss.

Já estamos ansiosos pela próxima, que será nos dias 6 e 7 de junho desse ano!

FOTO 4

(Visão geral da feira do Juvevê)

Entre os restaurantes que costumam participar da feira estão o Trovatta, Yakifast, Armazém 71, Doce Fado, La Grappa, Mukeka, Madero, Sacristia, Freddo e Cookies Stories.

FOTO 5

(Eu e minha amiga Fabiana, em julho do ano passado, na feira do Juvevê)

FEIRA NA AUGUSTO STRESSER

Outra feira que está na sua 3ª edição é a Ao Gosto da Stresser, realizada na Rua Augusto Stresser, no Juvevê.

A última foi em agosto de 2014, e ainda não há notícias de quando será a próxima.

FOTO 6

(Fabiana, Luana e eu no Ao Gosto da Stresser- as “Lufas” adoram as feiras curitibanas!)

Participaram do evento Adega Franco, Au-Au, Banoffi, New York Café, Senhor Garibaldi, Valbella e Pasta Ducale.

Fui com minhas amigas e nos divertimos muito! Só achamos que faltou lugares com sombra, pois o sol naquele dia estava forte!

VINADA

A Vinada Cultural, realizada no Passeio Público, teve duas edições, a última em abril de 2014. Eu não ia ao Passeio há muitos anos e adorei voltar e encontrar tudo limpo e organizado, em uma festa muito animada!

FOTO 7

(Luana e eu na Vinada, no Passeio Público, ano passado)

Apesar do sucesso do evento que contou com 14 barracas tradicionais de cachorro- quente da capital- como o Dog do Japa, Josias Hot Dog, Senhor Garibaldi, Au-Au, Barraca do Nardo e Hot Dog Yracema- infelizmente não há nenhuma informação sobre a realização de uma nova edição.

GASTRONOMIA NO CENTRO CÍVICO

Em abril a Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, recebeu a 2ª edição da feira Gastronomia no Palácio.

Além de barraquinhas, o evento teve espaço para os Food Trucks, moda que vem ganhando espaço em Curitiba.

Com o sucesso de todas essas feiras, espero que novas praças, parques e ruas passem a ser palco desses eventos, que são uma ótima oportunidade para ficar ao ar livre, conhecer restaurantes e passear com os amigos.

Tudo que o curitibano gosta!

TIRAMISÙ

Quinta feira fiz um jantarzinho em casa para meus irmãos, cunhados e minha filha Fabiane e, de sobremesa servi “tiramisù”, esse doce de nome tão esquisito e que tem sua origem na Itália.

 

tira 6

Como nós, brasileiros, amamos a cozinha italiana!!!

INGREDIENTES

tiramisu

1 xícara (cafezinho) de café bem forte (frio)

a mesma medida de licor (eu usei o Amarula)

1 pacote de bolacha champanhe

1 pote (400 gramas) de nata

400 gramas de creamcheese

3 colheres (sopa) de açúcar

chocolate em pó para polvilhar

tira2

Misture o café com o licor; forre o fundo de um pirex com metade do pacote de bolachas e respingue a metade da mistura do café e licor sobre elas.

Bata a nata até ficar bem firme, junte o açúcar e o creamcheese sempre batendo.

Coloque metade desse creme sobre as bolachas.

tira 4

Repita as camadas.

tira 5

Leve a geladeira e depois polvilhe o chocolate em pó.

tira 3

Pode servir como sorvete ou somente gelado.

Tão simples de fazer… nem precisamos usar o fogão!!!

 

CASSATA

A cassata é um doce de origem árabe, apesar de ser muito apreciada pelos italianos.

E como nós, brasileiros, amamos a culinária italiana, trouxemos essa delícia para nós.

Ela tem a forma de sorvete, mas eu prefiro fazer como um pavê.

cassata 1

INGREDIENTES

1 lata de leite condensado

1 e 1/2 lata de leite

4 gemas (guardar 2 claras para o chantilly)

1 pacote de bolacha champagne

1 lata de creme de leite

3 colheres de sopa de chocolate em pó

3 colheres de sopa de açúcar (para a calda)

2 colheres de sopa de açúcar (para o chantilly)

1/4 de copo de água

Faça um creme com o leite condensado, leite e gemas (eu desmanchei as gemas com um pouquinho do leite). Quando começar a ferver, retire e coloque em um pirex.

Distribua as bolachas em cima do creme.

cassata 2

Leve ao fogo o chocolate em pó, o açúcar e a água e deixe ferver até engrossar um pouco.

Coloque por cima das bolachas.

cassata 3

Bata bem as duas claras em neve, junte duas colheres de açúcar e bata mais um pouco. Retire e junte o creme de leite (sem o soro) mexendo delicadamente.

Coloque por cima da calda.

cassata 4

Leve para a geladeira e sirva quando estiver bem gelado.

Pode congelar também e servir como sorvete.

Muito, muito bom!!!

PASTEL DE BELÉM

Os Pastéis de Belém ou Pastéis de Nata são uma das mais populares especialidades da doçaria portuguesa.

Ele foi eleito em 2011 uma das 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal. (Wikipédia).

E eu desde que tinha feito o Toucinho do Céu estava louca para fazer e comer essa delicia!

p de b 8

Então se prepare: isso aqui é uma gostosura portuguesa com certeza!!!

pastel de belém

INGREDIENTES

1 pacote de massa folhada (eu usei Arosa)

500 gramas de nata

9 gemas

9 colheres de açúcar

Descongele a massa folhada e corte um quadrado.

pastel de belém 1

Vá ajeitando com as mãos na forminha que não precisa ser untada.

p de b 2

Prepare o recheio: coloque em uma panela as gemas, o açúcar e a nata.

Leve ao fogo baixo, mexendo sempre até ferver e engrossar.

p de b 3

Vá colocando sobre a massa nas forminhas (até a metade mais ou menos).

p de b 5 (2)

Leve ao forno por uns 20 minutos até dourar.

p de b 5 (1)

Espere esfriar um pouco, retire e coloque em forminhas de papel.

p de b 7 (2)

Eu experimentei ainda morno e depois gelado.

Gostei mais dele morninho!

(Receita adaptada do Cyber Cook)

PAIXÃO CREMOSA

Essa receita fiz a semana passada porque sabia que nesse final de semana iria viajar.

Aí deixei meus óculos lá em Campo Mourão… resultado estou escrevendo com um óculos velhinho, ultrapassado, portanto me perdoem se trocar letras ou palavras!

paixão cremosa 006

INGREDIENTES

2 latas de leite condensado

2 latas de leite (usar a medida da lata do leite condensado)

2 colheres de maisena

3 gemas

2 caixas de creme de leite

2 barras de chocolate meio amargo 

1/2 xícara de castanhas de caju picada

2 barras de chocolate ao leite (não coloquei)

Coloque o leite condensado, a maisena dissolvida no leite, as gemas e leve ao fogo até engrossar o creme.

Deixe esfriar e junte o creme de leite.

paixão cremosa 001

Separe 1/3 dessa mistura e no restante coloque o chocolate meio amargo derretido  e ficará um creme escuro.

paixão cremosa 002

Coloque em taças individuais ou em um pirex, a metade do creme de chocolate e leve ao congelador para ficar bem gelado.

Retire e cubra com o creme amarelo e salpique a castanha picada.

Volte ao congelador por mais um tempinho.

Cubra então com o restante do creme de chocolate.

paixão cremosa 007

Se quiser, pode fazer a última camada com a barra de chocolate ao leite derretida.

Eu preferi não colocar para não ficar tão doce.

Enfeite como quiser e leve à geladeira antes de servir, por duas horas.

Receita do Cyber Cook.

paixão cremosa 008

Fiz a metade da receita! 

Uma delícia de sobremesa!

TOUCINHO DO CÉU- DUAS RECEITAS

Toucinho do céu é uma das sobremesas mais tradicionais de Portugal e de Espanha.

Tem origem nos conventos e o nome se deve ao fato de a versão original ter banha de porco como ingrediente.

Os doces portugueses levam muita gema de ovo e fiquei sabendo o porquê: as freiras dos conventos usavam as claras para engomar suas roupas então sobravam as gemas que utilizavam para fazer os doces.

Vivendo e aprendendo!

toucinho do ceu 163

Aí pesquisando as receitas, encontrei duas maneiras de fazer: uma leva coco e a outra leva amêndoas.

Fiz as duas e vocês podem fazer qualquer uma delas que fica uma delícia!

TOUCINHO DO CÉU (COM COCO)

Receita de um blog super gostoso: http://receitasaprovadas.com.br/

INGREDIENTES

4 ovos

3 colheres (sopa) de manteiga

1 e 1/2 xícara de açúcar

1 xícara de farinha de trigo

1 litro de leite

100 gramas de coco (coloquei em flocos)

Bata tudo no liquidificador (menos o coco que você deve juntar levemente) e leve assar em forma super bem untada (pode colocar papel manteiga untado) e leve assar em forno moderado por uma hora.

toucinho do ceu 165

TOUCINHO DO CÉU (COM AMÊNDOAS)

diaadia.band.uol.com.br/receita

INGREDIENTES

18 gemas

2 claras

500 gramas de açúcar

150 gramas de amêndoas (moídas)

200 ml de água

toucinho do ceu 091

Você pode comprar a farinha de amêndoas prontas (ou pode ver como faço no post Arroz com Amêndoas).

Misture a água com o açúcar e leve ao fogo até fazer uma calda (nem muito grossa nem muito fina).

Em seguida junte as amêndoas e mexa bem.

Quando ferver novamente retire do fogo.

Misture as gemas com as claras e vá despejando aos poucos na calda, mexendo sempre.

Leve novamente ao fogo mexendo sempre e antes de ferver, retire do fogo.

toucinho do ceu 098

Coloque essa mistura em um pirex muito bem untado com manteiga ou forrado com papel manteiga também untado.

Leve ao forno médio por uma hora.

Depois de pronto, polvilhe açúcar.

toucinho do ceu 122

O Toucinho do Céu feito com coco, fica mais parecido um bolo, tipo queijadinha, e o com amêndoas fica mais um doce.

Fiz meia receita de cada e adorei!!!