ROCAMBOLE DE PATINHO MM- VÍDEO 02

Hoje vou colocar abaixo, o 2º vídeo que fiz da série “NA COZINHA COM MARIA”.

Como ele foi postado em redes sociais e encaminhado para muitos amigos através do whatsapp, os comentários foram muitos!

Diversos parabéns, palmas, desejo de felicidades, sucesso, que de tão feliz,  acabei escolhendo alguns para compartilhar aqui com vocês.

Obrigada a todos e espero que me acompanhem durante esse delicioso percurso.

MARIONI TOMAZI- parabéns, Sílvia! Você é muito criativa e tenho certeza que esse projeto vai ser muito abençoado. Principalmente por ser receitas simples, que todos precisam. (Curitiba-PR)

LUCIANE PRENDIN- amiga linda. Sempre inovando! Sucesso nesse novo projeto. Acompanhando daqui. (Curitiba-PR)

CIDA FREITAS- que delícia! A simpatia da Sílvia aliada ao seu dom só pode resultar em sucesso! Campo Mourão-PR)

VANESSA VALENTE- cadê o botão do “quero comer”! Ficou com uma cara ótima, tia. Adorei! (Maringá- PR)

WALNI VIANA- onde você estava todos esses anos??? Tinha que ter ido para a TV!!! Perfeita! Show! Ana Maria Braga deve estar preocupada!!! Adorei!!! – (Itacimirim-Ba)

ROSE KFOURI- hummmmm…parabéns…gostei da apresentação e do prato… e também do panô na parede kkkk  (Campo Mourão-PR)

CECÍLIA CAGNONI MEURER- parabéns, Sílvia! Já me inscrevi para receber todos os vídeos. Sucesso, prima! (Novo Hamburgo- RS)

CLÁUDIA OLIVEIRA TISKI- vale a pena experimentar essa delícia que ela nos ensina! (Campo Mourão- PR)

ANGELA CAVALI- muito bom ouvir tua voz! Receitas ótimas e práticas! (Maringá- PR)

MIRIAN HUNNICUTT- estou salivando… (São Paulo- SP)

ESTER DE ABREU PIACENTINI- sucesso, querida amiga! “O mundo é daqueles que sonham e correm atrás para realizá-los”. (Campo Mourão- PR)

LISMARY PINHEIRO- eu quero!!! Parabéns pelas mãos de fada e por compartilhar essas delícias conosco. (Curitiba- PR)

SHEYLA NOVAES- água na boca, tia. Parabéns, parece que nasceu para apresentar programa culinário! (Londrina- PR)

MARIA DE LOURDES RESENDE BOTAN- vi o vídeo, achei perfeito! Vou fazer o risoto. Curti e me inscrevi. Parabéns! (Campo Mourão- PR)

“MAS A TODOS QUANTOS O RECEBERAM DEU-LHES O PODER DE SEREM FEITOS FILHOS DE DEUS: AOS QUE CREEM NO SEU NOME.” João, 1- 12

 

RISOTO DE LINGUIÇA MM- VÍDEO 01

A partir de hoje e durante 10 semanas, vou postar vídeos de comidinhas deliciosas, fáceis e rápidas para você fazer.

(Esse é o Fábio Nogaroli, cinegrafista da Maria Macia e que foi meu companheiro durante as filmagens).

Como expliquei na entrevista que dei (você pode conferir aqui), é uma parceria com a MARIA MACIA, onde mostramos a qualidade dessa carne e o resultado final das receitas feitas com ela.

Já postei também aqui outras receitas de risotos e você pode clicar aqui no nome para ver.

Risoto à la Piemontese

Risoto de Camarão

Risoto de Abobrinha

Então, aproveitem e bom apetite para todos vocês que, com certeza, vão assistir todos os vídeos.

Fique ligado!!!

“MAS, AGORA, Ó SENHOR, TU ÉS O NOSSO PAI; NÓS, O BARRO, E TU, O NOSSO OLEIRO; E TODOS NÓS, OBRA DAS TUAS MÃOS.” Isaías, 64- 8

 

 

 

 

NA COZINHA COM MARIA

O ano era 2013.

Eu morava em Curitiba, trabalhava no Positivo e vez ou outra aproveitava um final de semana prolongado para visitar meu filho em Campo Mourão, onde ele morava.

Então aproveitávamos essa visita para lembrar de lugares, fazer passeios e acabávamos indo ao Super Mercado comprar coisas para eu fazer no jantar.

Numa dessas idas ele me mostrou um banner enorme em frente onde parei para ser fotografada: era propaganda das carnes Maria Macia onde meu filho é um dos diretores.

Mal eu podia imaginar que viria a morar novamente nessa cidade e faria uma parceria de sucesso com essa empresa.

E muitas vezes escrevi aqui no blog sobre essa carne: como em dezembro de 2013.

Pois é…

Todo esse início é para contar sobre esse projeto: “NA COZINHA COM MARIA” onde eu mostro como usar essa carne nos mais variados pratos.

Fizemos um bloco com dez tipos de carne: maminha, fraldinha, linguiça, patinho, costela, lagarto, coxão mole, alcatra, mignon e sobras de churrasco.

Dei uma entrevista sobre isso e coloco aqui o vídeo, onde vocês terão oportunidade de saber detalhes sobre esse projeto.

A partir de cada semana de setembro teremos uma receita nova para vocês apreciarem no site da Maria Macia e no YouTube.

Então…

Abram alas para a chegada da: NA COZINHA COM MARIA ( MACIA, é claro!!!)

 

“TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE LOUVAREI; TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE EXALTAREI. LOUVAI AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM, PORQUE A SUA BENIGNIDADE É PARA SEMPRE.” Salmos, 118- 28 e 29.

 

 

 

O ARCO-ÍRIS

 Essa história escrevi há muito tempo, mas gosto muito dela.
Espero que vocês gostem também…
 
O ARCO-ÍRIS
Essa história eu ouvi da minha mãe, que ouviu da minha avó, que ouviu da minha bisavó, que ouviu nem sei de quem.
É sobre uma menina muito pobre que adorava música.
notas musicais
Ela amanhecia cantarolando, inventava melodias e letras e embalava com elas as suas bonequinhas de pano.
Seu sonho era ter um piano de cauda, de verdade!
E enquanto ele não vinha, ela tocava no tampo da mesa, da carteira da escola, em cima de suas próprias pernas.
– Mas o que é isso, menina? Repreendia sua mãe. Pára com essa bobagem! Nós somos pobres e nunca teremos dinheiro bastante para comprar esse tal de piano de cauda.
Mas a menina nem ouvia.
Já estava cantando baixinho nova música por ela inventada enquanto embalava sua boneca.
foto-boneca-de-pano-06
Um dia, ela estava quase alheia à conversa dos adultos na cozinha, quando um pedacinho do seu consciente pegou o finzinho:
– Tem um pote de ouro no final do arco-íris!
Afirmava o tio Janjão enquanto coçava sua gorda barriga.
arco-íris
Então nossa amiguinha voltou de vez à realidade e quando percebeu já estava perguntando ao tio:
– É verdade mesmo, tio? Que tem ouro para comprar tudo o que a gente quer?
– Sim, querida, é verdade! Disse o velho tio piscando um olho…
E a partir daquele dia, a menina soube que teria o seu piano.
Ela ficou dia após dia lá fora, sentadinha, a olhar o céu e tocar com seus dedinhos finos, o seu piano invisível.
Sua mãe morria de pena!
– Por que você fez isso com ela, Janjão? Essa menina mal amanhece o dia, nem come direito e lá vai para fora procurar o arco-íris.
Mas, um belo dia, ele apareceu.
Era o mais belo arco-íris já visto por aquele lugar.
rainbow
E a menina batendo palmas, sorrindo, saiu em disparada, sempre olhando para o céu.
Nunca mais a viram…
Conta-se que no final do arco-íris, está uma menina linda, feliz, sentada em seu banquinho e tocando eternamente em um piano de cauda.
O pote de ouro é a felicidade…
piano
Imagens: 1) ultradownloads.com.br; 2) portalbrasil10.com.br; 3) renataespecial.blogspot.com; 4) http://www.sodahead.com; 5) http://www.clipartpanda.com
” E ELA DARÁ A LUZ UM FILHO, E LHE PORÁS O NOME DE JESUS, PORQUE ELE SALVARÁ O SEU POVO DOS SEUS PECADOS.” Mateus, 1- 21

A FADA SERELEPE

Em homenagem ao Dia das Crianças, não coloco uma receita hoje e sim: tcham, tcham, tcham, tcham!!! Uma historinha para elas!!!

castelo

No Reino das Fadas existia uma pequena fada chamada Monique.

Mas ela era muito agitada!

Não dava sossego para ninguém, por isso deram a ela o apelido de Serelepe.

Sabem o que é isso?

É um mamífero parecido com um esquilo, muito arteiro,que sobe em tudo e vive brincando.

serelepe

Pois é.

Ela era assim.

Saía lá do reino encantado e vinha até a casa das pessoas.

Aí ela escondia roupas, escrevia em cadernos, assustava gatos imitando o latido dos cachorros, apagava luzes e mais uma porção de coisas.

Cada dia ela inventava mais maluquices para fazer e ria muito!

muitas fadas

Um dia, as fadas estavam reunidas cantando e conversando sobre como ajudar algum mortal, quando deram falta na fadinha.

-Onde está a fada Monique? Perguntou a Rainha das Fadas.

-Eu não sei! Respondeu uma.

-Eu também não a vi hoje. Disse outra.

-Engraçado… onde anda a fada Serelepe? Perguntaram todas as outras em coro.

E saíram preocupadas, procurando.

Olharam nas estrelas, no arco íris, nas montanhas, nos mares e nada!

Então vieram ao mundo dos homens.

E lá, sozinha, sentada embaixo de uma árvore, estava a fadinha chorando.

fada sentada

-Mas o que  é isso? Perguntou a rainha. O que faz aqui sozinha e chorando? Conte-nos o que aconteceu!

E a fada Serelepe, que talvez naquela hora fosse melhor ser chamada de fada Tristonha, respondeu enxugando as lágrimas:

-Estou triste porque sou muito sozinha… vocês todas tem suas ocupações e eu fico o dia todo só. Por isso faço tanta arte! Gostaria de ter alguém para brincar comigo…

Então a fada rainha perguntou:

-Só isso? Pois espera um pouco!

fada-imagem-03

E pegando sua varinha de condão, bateu em uma pedra que brilhou, soltou estrelinhas e se transformou em um animalzinho de cauda longa que chacoalhou seus pelos e pulou, sem cerimonia, no colo de Monique.

Ela o abraçou com força e seu rosto se iluminou como por encanto!

-Como será seu nome? Perguntaram as fadas.

E foi a rainha quem respondeu:

-Serelepe! Esse é o verdadeiro!

Todas concordaram sorrindo.

Imagens: 1) pt.aliexpress.com; 2) http://www.ra-bugio.org.br; 3) fadadocevida.blogspot.com; 4) galeria.colorir.com; 5) http://www.afadadosdentes.com

” E TUDO O QUE PEDIRDES NA ORAÇÃO, CRENDO, O RECEBEREIS.” Mateus 21- 22

VÍDEO DAS COMIDINHAS E FERNANDO PESSOA

O vídeo abaixo é uma criação da minha filha Fabiane, música Make it Mine de Jason Mraz e é um aperitivo das delícias da “Comidinhas da Vovó Sílvia”!

E ainda sobre comidas, deixo abaixo um poema de Álvaro de Campos, (que não é outro se não Fernando Pessoa) e que li na minha formatura de Hotelaria no Centro Europeu.

200px-216_2310-Fernando-Pessoa

DOBRADA À MODA DO PORTO

Um dia, num restaurante, fora do espaço e do tempo,

serviram-me o amor como dobrada fria.

Disse delicadamente ao missionário da cozinha

que a preferia quente,

que a dobrada (e era à moda do Porto) nunca se come fria.

—–

Impacientaram-se comigo.

Nunca se pode ter razão, nem num restaurante.

Não comi, não pedi outra coisa, paguei a conta,

e vim passear para toda rua.

—–

Quem sabe o que isto quer dizer?

Eu não sei, e foi comigo…

—–

(Sei muito bem que na infância de toda a gente houve um jardim,

particular ou público, ou do vizinho.

Sei muito bem que brincarmos era o dono dele.

E que a tristeza é de hoje).

—–

Sei isso muitas vezes,

mas, se eu pedi amor, porque é que me trouxeram

dobrada à moda do Porto fria?

Não é prato que se possa comer frio,

mas trouxeram-mo frio.

Não me queixei, mas estava frio,

nunca se pode comer frio, mas veio frio.

—–

Observação: fui chamada de “missionária da cozinha”, vejam a responsabilidade!!!

Obrigada, Fabi, pelo vídeo lindo!!!

VÍDEO HISTORINHA INFANTIL

Já está no Youtube a última historinha desse primeiro momento e hoje coloco aqui no blog: O GRILO, O RATO E O GATO.

São muitas histórias já escritas, mas sem poder fazer o vídeo.

Isso porque continuamos aguardando o interesse de empresas ou escolas para patrocinar esse empreendimento.

Agradeço muito aos meus amigos: JÜRGEN PFITZNER (COPHTA PRODUÇÕES), ANA CARLA BORTOLONI, MARCO VIEIRA e ERVIN FAST que me atenderam nesse projeto piloto sem receber qualquer gratificação.

Sinto muito que histórias instrutivas para crianças não despertem interesse por parte de escolas e instituições…

Com uma bagagem grande para crianças de diversas idades, continuo batalhando para que, quem sabe um dia, possa ser reconhecido esse nosso trabalho.

Enquanto isso, aproveitem as que estão prontas para mostrar a seus filhos, sobrinhos e netos.

Para entrar diretamente no Youtube e ver os 4 vídeos é só digitar o meu nome: Sílvia Novaes Fernandes

 

 

A NOVIDADE CHEGOU!!!

Há tempos venho colocando a figura de uma velhinha simpática avisando que vem novidades no blog.

Pois é… essa velhinha simpática é a vovó Sílvia, contadora de histórias!

chamadaHistórias da vovó Sílvia

Venho escrevendo já há algum tempo.

E sonhando muito!

Fiz, ano passado, um livro para minha neta com o papel mais grosso e ilustrações que tirei do Google.

Levei na copiadora que finalizou com uma capa dura onde estava escrito: “Histórias da Vovó Sílvia”.

Oito historinhas que ela adorou!

E assim eu lia minhas próprias histórias para ela.

Foi quando percebi que, em meu blog, nunca tinha colocado nenhum vídeo…

Então por que não fazer um vídeo dessas historinhas?

Conversei com muita gente e, às vezes, quase desistia dizendo:

– Gente, eu só sei escrever!

Tudo era muito complicado para mim.

Mas acabei me aliando à pessoas que sabiam tudo sobre o que eu não entendia nada!

Aí entrei em um estúdio para fazer a gravação.

Sim, eu queria contar as histórias com minha própria voz (afinal não é a toa que tenho curso de locução)!

E as ilustrações foram tomando forma e o som preenchendo o vazio.

Até que hoje eu tenho a alegria de postar os dois primeiro vídeos das muitas histórias que tenho para contar.

Esses são para crianças de 2 a 5 anos.

Se quiserem entrar na minha página do youtube, o link é:

https://www.youtube.com/channel/UCwBoa3KhRwn07ZpHWYUCQ3w

Espero que gostem como eu, que adorei fazê-los!

 

 

DUNGA, O ANÃO QUE NÃO ERA MUDO

Há muitos e muitos anos atrás, dois irmãos muito amigos, começaram a escrever histórias.

E entre todas que escreveram a que mais gosto é a de Branca de Neve e os Sete Anões, não, por acaso, eu ser um deles…

Até aí tudo bem.

Como sou o mais novo dos sete, minha barba ainda não tinha aparecido como a dos outros e, por isso, fiquei diferente.

Dunga

Aí surge o Walt em nossas vidas!

Uma pessoa fabulosa que transformou nossa história em um filme de desenho animado que fez um sucesso estrondoso em todo o mundo.

Só que na hora de gravarem as vozes dos personagens, cada um ficava bem com a escolhida, menos eu… parece que ninguém tinha uma voz que combinasse comigo…

Então, Walt Disney me deixou mudo!

Fiquei conhecido como Dunga, o anão mudo!

Mas vou contar agora, porque falo, e muito, algumas coisas sobre a história que somente eu sei.

Branca de Neve era realmente linda!

E muito boazinha!

Depois de tudo o que ela passou nas mãos daquela madrasta malvada, ela chegou a nossa casa levada pelos animaizinhos da floresta.

Quando voltamos do trabalho na mina, a encontramos dormindo em nossas camas.

É claro que nos assustamos!

Mas a medida que os dias passavam nos afeiçoamos a ela como uma irmã mais velha.

Foi comigo que ela dançou uma valsa pela primeira vez.

E era eu quem dava palpites na sua comida porque, aqui entre nós, esse não era seu forte.

Foi por querer experimentar uma receita de torta de maçãs é que ela abriu a porta para uma velhinha (que não era outra se não sua madrasta transformada) deixando-a entrar.

E mordeu a maçã envenenada.

Claro que choramos muito.

Mas vou contar mais uma coisa: fui eu quem foi atrás do príncipe que estava caçando por ali, contando sobre o ocorrido e trazendo-o até a clareira onde estava Branca de Neve adormecida.

Ele chegou, ajoelhou-se ao lado dela, beijou-a e o encanto se quebrou.

Foram embora montados em um cavalo branco.

E sabem quem escreveu a última frase da história?

Eu, é claro e o que escrevi foi:

“E viveram felizes para sempre!”

walt4

(Baseada na história de Branca de Neve e os Sete Anões dos irmãos Grimn)

Imagens: 1) pt-br.disney.wikia.com; 2) fe.epaentretenimento.com