PALMITO COM SHITAKE

Essa receita é tudo de bom!

Claro, com esses ingredientes, não tem como não ficar uma delícia…

Mas…vocês sabem o que é um Shitake?

Shitake: é o segundo cogumelo comestível mais consumido no mundo.

Ele tem uma textura mais firme, é marrom e alguns podem ser encontrados com uma circunferência de 4 a 10 centímetros. Ele pode ser comprado fresco ou desidratado.

Tem menos água, é mais seco e com sabor mais intenso.

Já coloquei aqui uma receita feita com ele: COGUMELO PARA APERITIVO.

Bem, palmito todos conhecem!

Então vamos aos INGREDIENTES:

1 vidro de palmito

2 tomates picadinhos

1 copo de requeijão

1/2 caixinha de creme de leite

200 gramas de shitake picado

queijo muçarela ou prato

manteiga para refogar

sal, pimenta do reino

Primeiramente corte o palmito, o shitake e os tomates.

Refogue na manteiga o shitake e o tomate até murchar bem.

Junte o palmito e tempere à gosto.

Em seguida, jogue o requeijão e o creme de leite e mexa mais um pouco.

Coloque em um pirex e por cima coloque rolinhos de queijo.

Leve ao forno pré aquecido até gratinar.

Eu coloquei em forma de alumínio descartável porque congelei, mas uma levei para o almoço na casa do meu filho e eles aprovaram!!!

“O SENHOR É QUEM TE GUARDA; O SENHOR É A TUA SOMBRA À TUA DIREITA. O SOL NÃO TE MOLESTARÁ DE DIA, NEM A LUA, DE NOITE.” Salmos 121- 5 e 6

FILÉ DE PEIXE AO FORNO

Coloquei a poucos dias a receita de Filé de Peito de Frango ao Forno, e hoje fiz essa maravilha que posto para vocês.

Também é fácil, rápida, não vai ao fogo, não suja quase nada e fica uma gostosura!

INGREDIENTES

4 filés de peixe, ou mais (eu usei a tilápia)

3 batatas

1 cebola

2 tomates

sal, pimenta do reino

1 limão

azeite

1 copo de requeijão cremoso

Primeiramente tempere o peixe com sal, pimenta e limão.

Reserve.

Em um pirex, cubra bem o fundo com azeite.

Descasque as batatas e corte em rodelas não muito finas colocando sobre o azeite no pirex.

Corte em pedaços a cebola e os tomates.

Pegue os filés e disponha sobre as batatas e em seguida, espalhe a mistura de cebola e tomates.

Em seguida, regue um pouco de azeite por cima e, se quiser, coloque mais um pouco de tempero por cima. Leve ao forno coberto com papel alumínio, já aquecido em forno médio por cerca de 30 minutos.

Experimenta com um garfo para ver se a batata está molinha ( a minha em 30 minutos ficou ótima).

Retire e despeje o requeijão cremoso por cima e leve ao forno novamente por 10 minutos.

Aí é só degustar, mais essa delícia de receita que você pode acompanhar com um arroz branco e uma saladinha.

“A MINHA ALMA DISSE AO SENHOR: TU ÉS O MEU SENHOR; NÃO TENHO OUTRO BEM ALÉM DE TI.” Salmos, 16- 2

FILÉ DE PEITO DE FRANGO AO FORNO

Como gosto de receitas práticas e fáceis!

Essa não vai ao fogo, somente usamos o forno e pronto!!!

Como disse a minha filha Viviane: sabor surpreendente, maravilhoso! Isso porque eu já tinha feito e enviado a receita para ela e Fabiane sendo que as duas fizeram.

Então tomem nota dos INGREDIENTES:

1 ou mais peitos de frango cortado em filés não muito finos

sal, pimenta do reino, cheiro verde e alho a gosto

2 colheres (de sobremesa) de manteiga

1 sachê de molho de tomate

1 copo de requeijão cremoso

1 lata de milho verde

150 gramas de queijo muçarela

Primeiramente tempere os filés com todos os temperos acima e reserve.

Em um pirex, espalhe a manteiga sobre todo ele e coloque os filés bem arrumadinhos por cima.

Coloque por cima o molho de tomate.

Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré aquecido 180º por 30 minutos.

Enquanto isso, coloque em uma tigela o milho (retire a água) e o requeijão misturando bem.

Passado o tempo, retire o frango do forno e coloque por cima o requeijão e o milho que já estão misturados.

Por cima junte o queijo ralado no lado grosso.

Leve ao forno novamente por mais ou menos 10 minutos para gratinar.

Fica realmente deliciosa e aprendi no site do Tudo Gostoso!

“PORQUE EU QUERO MISERICÓRDIA E NÃO SACRIFÍCIO; E O CONHECIMENTO DE DEUS, MAIS DO QUE HOLOCAUSTOS.” Oseias, 6- 6

TERRINE DE LOMBO CANADENSE

Terrine é um prato tipicamente francês, que faz sucesso ao redor do mundo todo, servido normalmente como entrada ou acompanhamento. Muita gente o confunde com um patê, mas eles não são a mesma coisa, já que terrine diz respeito ao modo de preparo.

Doce ou salgada, a terrine pode ser feita com os mais variados ingredientes, como carnes, legumes, chocolate e até mesmo frutas, o que vale é usar a criatividade e testar uma receita que usa itens de sua preferência. (Receiteria)

E nessa passagem de ano, pude provar essa delícia feita pela Vania, uma anfitriã maravilhosa!

Então, vamos aos ingredientes:

300 gramas de lombo defumado (cortado em cubinhos)

300 gramas de nata

250 gramas de requeijão cremoso

6 ovos (ligeiramente batidos)

1 xícara de passas brancas

1 xícara de passas pretas

sal e pimenta à gosto

Corte o lombo em cubinhos e reserve.

Bata ligeiramente os ovos.

Misture nesses ovos batidos, a nata e o requeijão.

Acrescente o lombo, passas, sal e pimenta.

Numa forma de pão (retangular) coloque plástico filme em toda ela forrando bem.

Coloque a mistura.

Leve em banho maria ao forno de 200º por mais ou menos 40 a 50 minutos, até ficar firme.

Leve a geladeira e desenforme depois de frio.

Sugestão: acompanha torradas, figos em calda e amêndoas tostadas laminadas.

Gente, é muuuuito gostoso!!!

Obrigada, Vania, pela receita, fotos e por sua amizade!

AS COISAS QUE SÃO IMPOSSÍVEIS AOS HOMENS SÃO POSSÍVEIS A DEUS.” Lucas, 18- 27

BATATAS INVENTADAS

E dando continuidade às invenções culinárias, eis que hoje me deparo com apenas alguns ingredientes em minha cozinha.

Na bandeja, 4 batatas e cebolas.

No quintal, meus temperos favoritos.

Na geladeira, coisas como azeitonas e requeijão cremoso.

No armário, azeite.

E vamos ver no que deu.

Primeiro descasque e leve para cozinhar as batatas em água e sal.

Não deixe cozinhar muito para não desmanchar.

Forre um pirex com azeite e cebola cortada.

Coloque as batatas cozidas e azeitonas.

Por cima coloquei: sálvia, manjericão, salsinha e alecrim e coloquei bastante requeijão. Reguei mais um pouco com azeite e levei ao forno.

O perfume é algo de maravilhoso!!!

E saiu esse prato, digno de um almoço surpreendente!

Nada como aproveitar o que temos e inventar novos pratos!

“NA VERDADE, A TERRA ESTÁ CONTAMINADA POR CAUSA DOS SEUS MORADORES, PORQUANTO TRANSGRIDEM AS LEIS, MUDAM OS ESTATUTOS E QUEBRAM A ALIANÇA ETERNA.” Isaías, 24- 5

 

 

 

MACARRÃO INVENTADO

Tem dias em que você não sabe o que vai fazer para o almoço, não é mesmo?

Ainda mais em dias como o que estamos passando…

Aí você abre a geladeira e olha como quem pergunta: o que temos?

Então começa a juntar um pouco disso, um pouco daquilo e, de repente: sai tudo isso!

Bom, primeiro achei o macarrão e já coloquei para cozinhar em bastante água e sal.

Aí encontrei três fatias de presunto, um pedaço de queijo muçarela, outro de queijo gouda e requeijão cremoso.

Peguei uma frigideira e coloquei um pedacinho de manteiga.

Quando derreteu, coloquei o presunto picadinho e fritei.

Em seguida, corri até o meu quintal e colhi algumas folhas de manjericão.

Coloquei os queijos e juntei o manjericão.

O perfume dele já subiu lindamente pelo ar da cozinha…

Quando os queijos derreteram, juntei o requeijão.

Tudo à gosto.

Nisso o macarrão já estava cozido e retirei para escorrer a água.

Então, juntei o macarrão na frigideira onde o molho já estava pronto e mexi cuidadosamente.

Como é que pode, um prato sem planejamento, com coisas da geladeira, pode ficar tão bom?

Até vale a pena repetir a primeira foto, não?

“SEMEAI PARA VÓS EM JUSTIÇA, CEIFAI SEGUNDO A MISERICÓRDIA; LAVRAI O CAMPO DE LAVOURA; PORQUE É TEMPO DE BUSCAR O SENHOR, ATÉ QUE VENHA, E CHOVA A JUSTIÇA SOBRE VÓS.”Oseias, 10- 12

 

PUDIM ROMEU E JULIETA

Como boa mineira que sou, não podia deixar de experimentar essa receita de: goiabada com queijo!!!

Aproveitei que algumas amigas vieram para jantar em minha casa e fiz como sobremesa: amaram!

INGREDIENTES

1 leite condensado

a mesma medida de leite

1 copo de requeijão cremoso

4 ovos

1/2 xícara de queijo parmesão ralado

Coloque todos os ingredientes em liquidificador e bata bem.

Unte uma forma com manteiga e polvilhe açúcar.

Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré aquecido em 180º por uma hora em banho maria.

CALDA

200 gramas de goiabada

2 colheres (sopa) de açúcar

1 copo de água

Prepare a calda levando ao fogo em uma panelinha até dissolver bem a goiabada.

Reserve.

Depois de assado o pudim, leve à geladeira até esfriar bem antes de desenformar.

Vá derramando a calda de goiabada em todo ele.

E essas são as amigas que vieram e provaram o doce.

(Maria Teresa, Clarisse, Rose e eu)

Coisas de mineira…

DECERTO, FIZ CALAR E SOSSEGAR A MINHA ALMA; QUAL CRIANÇA DESMAMADA PARA COM SUA MÃE, TAL É A MINHA ALMA PARA COMIGO.”Salmos, 131- 2

 

 

 

 

PATÊS

Para um lanche rápido, nada melhor que alguns sanduíches!

Como eu tinha reunião de célula aqui em casa, fiz esses dois patês que ficaram uma gostosura!

Patê de Presunto

maionese

ovo cozido

patê de presunto

cheiro verde

Pique o ovo e o cheiro verde bem miudinho.

Amasse o patê com um garfo e junte a maionese e o ovo e cheiro verde.

Patê de Requeijão

requeijão cremoso

tomate

queijo prato

cheiro verde

manjericão

Pique o tomate, cheiro verde, manjericão e o queijo bem picadinho.

Misture ao requeijão cremoso.

Coloque sobre a fatia de pão de forma (sem casca) uma quantia generosa!

Feche com outra fatia e corte enviesado.

Enfeite com pedacinhos de azeitona ou folhas de manjericão.

Você ainda pode incrementar mais com pedacinhos de azeitonas, milho verde, alcaparras ou outra coisa que gostar.

 

“PORQUE NÃO HÁ BOA ÁRVORE QUE DÊ MAU FRUTO, NEM MÁ ÁRVORE QUE DÊ BOM FRUTO; PORQUE CADA ÁRVORE SE CONHECE PELO SEU PRÓPRIO FRUTO.” Lucas, 6- 43 e 44.

 

 

MEU QUIBE ASSADO

O kibe, que teve sua origem em regiões como o Mediterrâneo e o Iraque, foi criado para ser consumido pelas classes menos favorecidas, já que a carne era misturada ao trigo para render mais e alimentar todas as famílias destas localidades.
 
Conhecido a princípio como “bolinho de carne”, seu nome vem da palavra kubbeh, que em árabe significa “bola”. (Revista Cafeicultura)

Tenho uma amiga que é expert em fazer quibe.

Peguei algumas coisas com ela, mas coloquei um pouco do meu gosto particular e deu nessa receita que passo a vocês.

Primeiro, coloque o trigo de molho em bastante água até ele crescer bem (meio quilo).

Enquanto isso descasque uma cebola e um dente de alho e lave um bom punhado de folhas de hortelã.

Bata em liquidificador com um tanto de azeite que dê para bater os ingredientes.

Em uma bacia, coloque um quilo de carne moída (eu uso patinho).

Quando o trigo estiver crescido

esprema bem com as mãos e vá colocando na bacia em que está a carne e junte o tempero batido. Coloque sal e pimenta do reino e amasse muuuuuito bem.

Uma dica que a minha amiga deu: deixe uma tigela com um pouco de água com bastante gelo e molhe as mãos nela diversas vezes enquanto amassa.

Reserve.

Pique 4 tomates, azeitonas e salsinha.

Tempere com azeite, sal e pimenta.

Num pirex untado coloque metade da massa e cubra com o picado temperado.

Para incrementar mais, coloque um copo de requeijão cremoso por cima.

Cubra com a outra metade da massa e finalize com um fio de azeite.

Leve para assar em forno de médio para alto.

Sirva com uma salada e pão sírio.

“ELEVO OS OLHOS PARA OS MONTES: DE ONDE ME VIRÁ O SOCORRO? O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR , QUE FEZ O CÉU E A TERRA.” Salmos, 121- 1 e 2

BATATA SUIÇA

Fazer a primeira batata suíça a gente nunca esquece… é uma aventura culinária que entramos sem saber se vai terminar dando certo.

Comi muitas vezes e com inúmeros recheios: de carne seca, com frango, bacon, etc. e como eu tinha pronto um recheio de frango com azeitonas, milho e requeijão, resolvi me aventurar.

Primeiro coloque as batatas em uma panela com água e assim que começar a ferver, conte 7 minutos e retire.

Depois que esfriar coloque na geladeira (eu já deixei cozida de véspera).

Rale as batatas no lado grosso.

Tempere com sal e pimenta do reino. Reserve.

Em uma frigideira bem untada com manteiga (ainda não acenda o fogo), coloque metade das batatas e ajeite nas bordas.

Coloque o recheio que gostar.

Cubra com a outra metade das batatas e com uma colher molhada vá fechando dos lados (eu devia ter colocado 3 batatas ao em vez de duas…)

Ligue o fogo e depois abaixe para fritar bem.

Já tenha pronta outra frigideira ou tampa untada para virar e voltar ao fogo.

Quando eu virei achei que gostaria dela mais torradinha, então desvirei novamente, mas ela ficou bem bonitinha, né?

E super, super gostosa!!!

“OS QUE CONFIAM NO SENHOR SERÃO COMO O MONTE SIÃO, QUE NÃO SE ABALA, MAS PERMANECE PARA SEMPRE.”Salmos, 125- 1