O NATAL DA AML

Eu amo os encontros que o Natal proporciona e, com nossa Academia Mourãoense de Letras, não poderia ser diferente.

Foram momentos de muita alegria, descontração, abraços e muitas risadas gostosas!

E aqui estamos nós, os imortais que puderam estar presentes.

Bem, como boa mineira, fui uma das primeiras a chegar.

E lá estava eu quando entra minha amiga Marlene com um vestido igual ao meu!

Olhamos uma para a outra e repetimos juntas: temos muito bom gosto, não?

Bem, para começar o evento, nossa presidente Dalva, saudou a todos agradecendo pelo ano e parceria que teve desejando também para o próximo ano grandes realizações!

Em seguida li uma poesia do querido Mário Quintana que transcrevo no final do texto.

E claro que fizemos um brinde e os escolhidos para abrirem o espumante, foram nossos confrades Fábio, Gilson e Leandro.

O jantar estava maravilhoso, no restaurante A Varanda, chefiado pela queridíssima Ruth Deitos, e então começam as selfies e fotos!

Aproveitei para ter comigo a foto com nossa presidente Dalva (2021 e 2022) e o próximo, Jair (2023 e 2024).

Foram tantas fotos que foi difícil selecionar algumas…

E, para finalizar, segue abaixo o poema que li.

O TEMPO

Mário Quintana

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.

Quando se vê, já são seis horas!

Quando se vê, já é sexta- feira!

Quando se vê, já é Natal…

Quando se vê, já terminou o ano…

Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.

Quando se vê, passaram 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado…

Se me fosse dado um dia outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.

Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas…

Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…

E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.

Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.

A única falta que terá, será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

“O MEU MANDAMENTO É ESTE: QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS, ASSIM COMO EU VOS AMEI.” João 15- 12

FEIRA DO LIVRO EM LISBOA

Ah, Lisboa! Do fado, do pastel de nata de Belém, dos vinhos, do bacalhau, dos azulejos, do Tejo, de Fernando Pessoa, da cultura e…da Feira do Livro.

Ainda não fui conhecer, mas vejo-a através de fotos sob o olhar atento da minha filha Fabiane que mora lá e me envia, porque sabe como gosto.

Esta edição oferece uma programação cultural distinta, mais completa e com atividades para todas as idades, voltando ao que já era antes da pandemia.

As várias apresentações, os debates, os lançamentos de novos livros, as mesas redondas, as entregas de prêmios e sessões de autógrafos estão presentes.

Essa Feira do Livro acontece desde maio de 1930 no Parque Eduardo VII e pensem como deve ser maravilhoso andar ao ar livre e desfrutar da beleza do lugar aliada à beleza dos livros!

Nessa edição de número 92,  tem como convidado de honra, a Ucrânia que está presente num expositor dedicado a esse país.

Pois é, enquanto não vamos até lá para conhecer, vamos desfrutando por aqui essas fotos dessa encantadora cidade além-mar…

“QUEM ME DERA, AGORA, QUE AS MINHAS PALAVRAS SE ESCREVESSEM! QUEM ME DERA QUE SE GRAVASSEM NUM LIVRO!” Jó, 19- 23

UMA TARDE PARA MATAR SAUDADES!

No ano de 2018 tive a alegria de participar de um movimento lindo e abençoado e que postei aqui na época: “MÃOS QUE ABENÇOAM”.

Tricotávamos e crochetávamos toda semana numa super animação!

Até na praça nos encontrávamos e muitas pessoas que necessitavam, foram agasalhadas com mantas, cachecóis e gorros que fizemos naquela época.

Aí veio a pandemia!

Foi muito tempo até podermos nos encontrar novamente, mas nesse 29 de junho entre abraços, risadas e conversas conseguimos.

Faltaram algumas: por viagens, mudanças de cidade, ou outros compromissos, mas assim mesmo foi uma alegria só!

Claro que primeiramente agradecemos a Deus por estarmos vivas e com saúde depois de tudo que passamos com a pandemia…

E foi a Cybele quem orou, ao lado de sua primeira netinha, uma fofura!

Agora só imaginem: todas falando ao mesmo tempo, tirando fotos, saboreando os doces e salgados deliciosos com os quais a Hosana gentilmente nos proporcionou…

Agora vejam como as mantas ficavam lindas!

E nós tão orgulhosas!!!

Essa abaixo foi eu quem fez e fez tanto sucesso que logo foi vendida para podermos comprar mais lãs e continuar nosso trabalho.

Aqui estou com a Hosana e a Ester, feliz compradora!

Deixei para o final, essa foto que tiramos juntas.

Obrigada, amiga, pelo projeto e por nos receber com tanta alegria.

“OH! QUÃO BOM E QUÃO SUAVE É QUE OS IRMÃOS VIVAM EM UNIÃO.” Salmos, 133- 1

200.000 VISUALIZAÇÕES!!!

E nesse dia, 04 de fevereiro de 2021, chegamos lá: 200.000 mil visualizações!

Quando comecei a escrever esse blog, completamente sem experiência, fui incentivada pelas minhas filhas Viviane e Fabiane e nem imaginei quanto tempo duraria, quantas pessoas veriam, mas fui em frente: eu só queria escrever!

-Mãe, elas falaram, já que gosta de escrever e cozinhar, por que não escreve sobre isso?

E o resultado aí está, depois de quase oito anos, esse presente para mim!

Estes são os três países onde há mais visualizações.

A seguir os outros em ordem decrescente.

São ao todo 36 países visualizando, lendo, copiando receitas, comentando e 551 posts nesses quase oito anos!

E, com o tempo, além das receitas, poesias e crônicas, fui tendo outros assuntos, tais como: viagens, histórias, tricô, crochê e até vídeos.

E assim, maior o número de visitantes.

Já escrevi em 28 de março de 2018, quando o blog completou suas 100.000 visualizações, sobre minha alegria em poder interagir, mesmo dessa forma on line, com tantas pessoas e países.

Apenas para lembrá-los, vou colocar aqui algumas fotos de posts, não que sejam os mais importantes, mas para direcioná-los até os assuntos em que estão inseridos.

Começo por VIAGENS.

Essa é LUANDA, capital de ANGOLA, onde estive por duas vezes e me encantei por nossa mãe ÁFRICA.

Lá visitei museus, praias, feiras de artesanato e pude sentir de perto toda a alegria do povo angolano.

Essa foto acima é da Fortaleza de São Miguel e onde conto toda a história dessa revolução de quase 30 anos.

Tem também a Feira de Artesanato e mais museus, uma gostosura para quem gosta de compras…

Esse é o famoso BAOBÁ! Uma árvore maravilhosa e cheia de histórias, como podem ver em Miradouro da Lua e os magníficos Baobás.

De encher os olhos!

Mas vamos continuar nossa viagem, agora pela ÁFRICA DO SUL!

CAPE TOWN, cidade dos sonhos!

Aqui, uma vista do cartão postal da cidade que tem tanta beleza que chega a impressionar: WATERFRONT com a famosa TABLE MOUNTAIN ao fundo!

E visitamos o Jardim Botânico, a Biblioteca de mais de 200 anos (maravilhosa), as feiras, praias, monumentos e muito muito mais.

Fui até a uma Vinícola, a CONSTANTIA, onde experimentei os famosos vinhos sul africanos!

Agora a viagem que me emocionou até as lágrimas: DISNEY!

Em VIAGEM DE SONHO, você vai ver fotos e se deslumbrar com a magia que existe lá.

Mas importante também foram os trabalhos manuais: os TRICÔS E CROCHÊS, com receitas e fotos ensinando como fazer.

Um CACHECOL com bolso em tricô e uma manta em crochê!

E aqui em MÃOS QUE ABENÇOAM, vocês poderão conhecer o trabalho de um grupo de mulheres que se reúnem para fazer o bem.

E teve ainda o FORAM TANTAS EMOÇÕES que não podia ficar de fora… minha posse na Academia Mourãoense de Letras!

Agora, sendo bem sincera, o assunto mais visto são as RECEITAS.

Como fazem sucesso!!!

E no final do ano passado, até me atrevi a lançar 10 vídeos com receitas feitas com a carne MARIA MACIA.

Foi uma experiência gostosa (nos dois sentidos)!

Bem, já vou terminar, porque se você clicou em todos os links sublinhados, deve estar um bocado cansado, mas eu gosto tanto das matérias, das fotos, indicações e receitas que fico querendo colocar um pouquinho de cada…

Sou assim mesmo.

Amo esse blog, cada dia mais e vou continuar pelo tempo que Deus me conceder.

A ELE toda glória!

“PORQUE DELE, E POR ELE, E PARA ELE SÃO TODAS AS COISAS; GLÓRIA, POIS, A ELE ETERNAMENTE. AMÉM!” Romanos, 11- 36

ESTROGONOFE DE MIGNON MM- VÍDEO 08

STROGONOFF é um prato originário da culinária russa.

Existem várias explicações para o nome desse prato, presume-se que seja derivado do nome de algum membro da grande e importante família Stroganov.

O estrogonofe (já na versão abrasileirada) é bastante popular no Brasil, onde tem muitas variações, podendo ser utilizado carne bovina, frango ou camarões. A principal característica do estrogonofe brasileiro é o uso de molho de tomate ou ketchup, misturado com o creme de leite e cogumelos. Além disso, é sempre servido com uma porção de arroz branco e batata palha, enquanto que na Rússia é geralmente servido com batatas cozidas. (Wikipédia)

(Foto ilustrativa MdeMulher)

Nossa, está passando super rápido essas postagens dos vídeos!

Já são oito, mas aguardem: temos duas ótimas receitas ainda!

E vou colocar uma foto minha enquanto preparava essa receita.

Bem feliz, não é mesmo?

Pois é, somos felizes quando fazemos aquilo que gostamos e eu, particularmente, estou amando tudo isso!

“BUSCAI AO SENHOR ENQUANTO SE PODE ACHAR, INVOCAI-O ENQUANTO ESTÁ PERTO.” Isaías, 55- 6

FRALDINHA MM AOS CINCO TEMPEROS- VÍDEO 03

Como é gratificante fazer um trabalho (tá bom… prá mim nem é trabalho…) e receber tantas manifestações de carinho e incentivo.

Pois é…

Duas amigas apostaram no primeiro vídeo e mandaram fotos dos pratos do Risoto de Linguiça Maria Macia que fizeram!

Eu amei e vou postar aqui para verem.

A primeira a mandar foi a LUCILENE, minha amiga da Câmara da Mulher e que trocamos filmes e séries da Netflix para comentarmos depois.

Olha só que coisa linda ficou!

Ela usou a Linguiça Mista MM!

Bem, a outra a enviar as fotos, foi a TELMA, amiga das Tricocheiras, onde passávamos as tardes a fazer tricô e crochê e trocar receitas.

Vejam que lindo ficou o prato!

Ela usou a Linguiça Mista Apimentada MM!

E assim a medida que eu for recebendo fotos, vou colocando aqui!

Obrigada, amigas!!!

“ESTE É O CAMINHO; ANDAI NELE, SEM VOS DESVIARDES NEM PARA A DIREITA NEM PARA A ESQUERDA.” Esdras, 30- 21

 

MEU CACHECOL COM BOLSO

Depois de meses fazendo tricô e crochê para doação na campanha para socorrer o Lar dos Velhinhos aqui da cidade, eis que me vejo sem ideia para uma próxima empreitada.

Entrei na loja onde compro minhas lãs e uma vendedora simpática veio até mim perguntando:

– O que vai levar dessa vez?

E eu:

-Estou completamente sem ideia do que fazer…

-Já sei! Disse ela. Por que não faz um cachecol com bolso? É a última moda.

Tanto gostei do palpite, que saí da loja com três novelos no pacote.

Então vou mostrar direitinho como fiz e como ficou!

Essa é a lã que comprei: Hannover da Cisne e usei 3 novelos dela.

Usei a agulha número 7 e coloquei 40 pontos.

Trabalhei todinho em ponto tricô, ida e volta.

O comprimento, cada um conforme sua altura, decide como quer.

Para o bolso usei a agulha número 6, 28 pontos, e fiz 6 carreiras em pontos: 1 tricô e 1 meia, para ficar uma gaitinha.

Voltei ao ponto tricô até chegar aos 16 centímetros de comprimento.

Depois de pronto, medi bem o meio onde iria costurar com o auxílio de uma agulha normal de costura.

Depois de pronto, foi só fazer a franja: pedaços de 24 centímetros que coloquei dobradas nas pontas do cachecol.

E olhem a belezura que ficou:

Esse fundo (papel de parede) é do @atelie.patiprohmann que é a minha nora e foi quem fez essas fotos caprichadas minhas…

E aí, quem se habilita a fazer?

“TODA BOA DÁDIVA E TODO DOM PERFEITO VEM DO ALTO, DESCENDO DO PAI DAS LUZES, EM QUEM NÃO HÁ MUDANÇA, NEM SOMBRA DE VARIAÇÃO.” Tiago, 1- 17

 

SE ESSA RUA FOSSE MINHA

Essa é uma canção antiga que minha mãe tocava ao piano e cantava.

Eu sempre achava muito triste e muitas vezes até chorava…

Muitos anos depois, assistindo o vídeo da “Galinha Pintadinha”, não é que ouvi tocar essa música?

E eu voltei a me emocionar do mesmo jeito.

Não sei o que é, se a letra ou a melodia que me toca mais…

Não sei.

Mas estou escrevendo sobre isso porque hoje recebi um whatsApp da minha filha Fabiane, que mora em Lisboa, com uma foto da rua em que mora.

(Esse texto escrevi bem antes da pandemia!)

Era para mostrar o céu azul (lá ainda é inverno), mas eu me encantei com a rua, e respondi:

-se essa rua, se essa rua fosse minha…

Veio assim na minha mente e cantarolei várias vezes durante o dia, sempre com aquele sentimento doído.

A letra é essa:

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhantes
Para o meu
Para o meu amor passar

Nessa rua
Nessa rua tem um bosque
Que se chama
Que se chama solidão
Dentro dele
Dentro dele mora um anjo
Que roubou
Que roubou meu coração

Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
É porque
É porque te quero bem
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
É porque
Tu roubaste o meu também

(Compositores: Mario Lago / Roberto Martins).

Pois é…

Juntei algumas fotos das ruas de lá que minha filha enviou e coloco aqui para vocês apreciarem.

A propósito: minha rua não tem pedrinhas de brilhantes, nem bosque, muito menos solidão.

Anjo? Ah isso tem; só que nos meus sonhos…

“PORQUE O FILHO DO HOMEM VIRÁ NA GLÓRIA DE SEU PAI, COM OS SEUS ANJOS; E, ENTÃO, DARÁ A CADA UM SEGUNDO AS SUAS OBRAS.” Mateus, 16- 27

FRUTAS VERMELHAS COM BRIGADEIRO

Pois é… minha neta Isadora, de 10 anos, resolveu que ela faria a sobremesa do jantar de Natal!

Ai que orgulho para essa avó cozinheira!

E ela fez tudo direitinho, com a delicada supervisão de sua mãe.

INGREDIENTES

frutas vermelhas a gosto

bananas

tubetes

1 receita de brigadeiro

Primeiro separe, lave e higienize e seque todas as frutas.

Reserve.

Aqui ela começa a fazer o brigadeiro e nessa hora não aguentei e tive que entrar na cozinha para fazer as fotos!

-Vira para cá, querida! Só uma fotinho para a vovó colocar no blog!

E ela se virou!

Aqui ela já me mostra o brigadeiro pronto e que não pode ficar muito duro pois vai ser degustado com as frutas.

E ficou maravilhoso!

Ela mesmo montou os pratinhos e serviu.

Viva a Isadora e sua sobremesa!!!

Não podia deixar de fazer referência aos outros netos e que ficaram lindos na foto: Heitor, Cesar, Isadora e Daniel; e a vovó babona no meio!

“TAMBÉM SABERÁS QUE SE MULTIPLICARÁ A TUA SEMENTE, E A TUA POSTERIDADE, COMO A ERVA DA TERRA.” Jó, 5- 25

AH, ESSES POETAS INCOMPREENDIDOS…

Há muito tempo atrás, fui assistir a um júri em uma pequena cidade do interior, onde a promotora era minha amiga.

Ela era bem jovem e bonita e nesse dia se arrumou, como sempre, colocando uma peruca longa (usávamos muito, nesse tempo) e com a faixa vermelha sobre a beca, a saia ficando um pouco mais curta.

Nada de chamativo!

Pois bem, o advogado em sua fala, deu a entender claramente aos jurados, que eles iriam votar a favor da promotoria por ela ser uma bela mulher.

Na réplica, essa minha amiga levantou, parou em frente aos jurados, arrancou com fúria a peruca, tirou a faixa que segurava a toga, essa caindo para bem abaixo dos joelhos e falou:

– Estou tirando meus artifícios de mulher, para que vocês jurados me vejam como a profissional que sou!

Ela ganhou a causa!

Por que estou a contar isso?

Por um fato que aconteceu comigo essa semana.

Fui convidada pela AME (Associação Mourãoense de Escritores) para enviar um poema a ser colocado na página que temos no facebook.

De outra feita, eu já havia colaborado, mas enviei um poema do meu livro Um Pouco de Mim junto com minha foto.

Compartilhei em minha página e escrevi em cima: “momento romântico”.

Quase coloquei um “ka, ka ka”, mas acabei deixando como estava.

Qual não foi minha surpresa quando no dia seguinte vi uma centena de curtidas e comentários em minha página.

Mas, para a decepção da poeta aqui, quase todos falavam da minha foto e pouquíssimos sobre a poesia!

Claro que fiquei lisonjeada!

Quem não gosta de ser chamada de “linda” inúmeras vezes?

Mas ali era a poesia que precisava ter a atenção, ela era a estrela, a criação e não seu criador (no caso eu).

Por isso fiquei pensativa: o poeta quer que sua mensagem seja lida e entendida, que o sentimento dela transborde no coração do seu leitor.

Sem artifícios, sem fotos, somente palavras carregadas de significados e que encontre nos olhos de quem lê, a beleza ali contida.

Na idade em que estou, prefiro ser chamada de “talentosa” do que “linda”, mas se puder juntar as duas coisas, quem sou eu para contrariar meu público?

Da próxima vez, para garantir, vou enviar um poema sem foto!

Aprendi!

Observação: para quem tiver curiosidade de ler o poema, é só clicar aqui em Romantismo e para ver a foto em questão, clique aqui em “Ele Chegou“!

Imagens: 1) tripAdvisor; 2) freepik; 3) pinterest

” DIREI DO SENHOR: ELE É O MEU DEUS, O MEU REFÚGIO, A MINHA FORTALEZA, E NELE CONFIAREI.” Salmos, 91- 2