MOLHO DE TOMATE CASEIRO

Nada como um bom molho de tomate para deixar seu prato mais saboroso!

Por acaso nesse dia eu comprei tomates lindos e que estavam no ponto para serem utilizados.

E lá vim eu para a cozinha preparar esse molho que ficou prá lá de bom!

INGREDIENTES

10 colheres (sopa) de azeite

2 dentes de alho

1 punhado de manjericão fresco (nada como quem tem no próprio quintal)

1 colher rasa (sopa) de sal

1 quilo de tomates ( esses 4 da foto, pesaram 1 quilo)

Primeiro lave bem os tomates e retire as sementes.

Corte em 4 partes e leve ao fogo em uma panela por aproximadamente 15 minutos, para apenas amolecer.

Em outra panela coloque o azeite e frite o alho e depois coloque o manjericão para dar uma pequena fritada. Mexa e retire do fogo. Reserve.

Com a ajuda de uma peneira, vá passado os tomates por ela. Não use o liquidificador.

Coloque esse molho na outra panela em que foi frito o alho e o manjericão e leve ao fogo por mais ou menos uma hora e meia. Acerte o sal.

Vejam como ele reduziu e ficou aquele molho encorpado e, claro, precisa ter paciência para ir mexendo de vez em quando até ficar pronto.

Mas, provei com essa massa e queijo ralado e ainda deu um pote que congelei.

HUUUMMMMMM!!!!!!!!!!!

“PORQUE A MINHA CASA SERÁ CHAMADA CASA DE ORAÇÃO PARA TODOS OS POVOS.” Isaías, 56- 7

PALMITO COM SHITAKE

Essa receita é tudo de bom!

Claro, com esses ingredientes, não tem como não ficar uma delícia…

Mas…vocês sabem o que é um Shitake?

Shitake: é o segundo cogumelo comestível mais consumido no mundo.

Ele tem uma textura mais firme, é marrom e alguns podem ser encontrados com uma circunferência de 4 a 10 centímetros. Ele pode ser comprado fresco ou desidratado.

Tem menos água, é mais seco e com sabor mais intenso.

Já coloquei aqui uma receita feita com ele: COGUMELO PARA APERITIVO.

Bem, palmito todos conhecem!

Então vamos aos INGREDIENTES:

1 vidro de palmito

2 tomates picadinhos

1 copo de requeijão

1/2 caixinha de creme de leite

200 gramas de shitake picado

queijo muçarela ou prato

manteiga para refogar

sal, pimenta do reino

Primeiramente corte o palmito, o shitake e os tomates.

Refogue na manteiga o shitake e o tomate até murchar bem.

Junte o palmito e tempere à gosto.

Em seguida, jogue o requeijão e o creme de leite e mexa mais um pouco.

Coloque em um pirex e por cima coloque rolinhos de queijo.

Leve ao forno pré aquecido até gratinar.

Eu coloquei em forma de alumínio descartável porque congelei, mas uma levei para o almoço na casa do meu filho e eles aprovaram!!!

“O SENHOR É QUEM TE GUARDA; O SENHOR É A TUA SOMBRA À TUA DIREITA. O SOL NÃO TE MOLESTARÁ DE DIA, NEM A LUA, DE NOITE.” Salmos 121- 5 e 6

FILÉ DE PEIXE AO FORNO

Coloquei a poucos dias a receita de Filé de Peito de Frango ao Forno, e hoje fiz essa maravilha que posto para vocês.

Também é fácil, rápida, não vai ao fogo, não suja quase nada e fica uma gostosura!

INGREDIENTES

4 filés de peixe, ou mais (eu usei a tilápia)

3 batatas

1 cebola

2 tomates

sal, pimenta do reino

1 limão

azeite

1 copo de requeijão cremoso

Primeiramente tempere o peixe com sal, pimenta e limão.

Reserve.

Em um pirex, cubra bem o fundo com azeite.

Descasque as batatas e corte em rodelas não muito finas colocando sobre o azeite no pirex.

Corte em pedaços a cebola e os tomates.

Pegue os filés e disponha sobre as batatas e em seguida, espalhe a mistura de cebola e tomates.

Em seguida, regue um pouco de azeite por cima e, se quiser, coloque mais um pouco de tempero por cima. Leve ao forno coberto com papel alumínio, já aquecido em forno médio por cerca de 30 minutos.

Experimenta com um garfo para ver se a batata está molinha ( a minha em 30 minutos ficou ótima).

Retire e despeje o requeijão cremoso por cima e leve ao forno novamente por 10 minutos.

Aí é só degustar, mais essa delícia de receita que você pode acompanhar com um arroz branco e uma saladinha.

“A MINHA ALMA DISSE AO SENHOR: TU ÉS O MEU SENHOR; NÃO TENHO OUTRO BEM ALÉM DE TI.” Salmos, 16- 2

UMA PIZZA DIFERENTE

Olhando assim parece uma pizza normal, não é mesmo?

Mas ela não tem massa e foi assada na grelha da churrasqueira!

Calma, vou explicar!

Quem fez essa pizza, tirou as fotos e provou, foi meu filho Paulo Emílio.

Vejam como é fácil:

1-Pegue um pacote de linguiça (aqui ele usou a Linguiça Mista Maria Macia), retire toda a carne de dentro, amasse e vá colocando em uma forma untada, apertando bem.

2- Depois de bem apertada, vire a forma ao contrário e coloque sobre a grelha na churrasqueira.

3-Desvire a forma em uma mesa para ver se a linguiça já está assada.

4-Coloque sobre ela um molho de tomate, cobrindo toda.

5-Coloque então o queijo muçarela em fatias, generosamente, cobrindo toda.

6-Coloque por cima o que gostar: aqui ele colocou alguns tomates cereja e azeitonas pretas.

7-Aí é só esperar derreter o queijo e comer!

Ui que deu até fome!!!

Obrigada, filho!

Fique à vontade para mandar novos experimentos, OK?

“OS REINOS DO MUNDO VIERAM A SER DE NOSSO SENHOR E DO SEU CRISTO, E ELE REINARÁ PARA TODO O SEMPRE.” Apocalipse, 11- 13

MOLHO DE TOMATE ESPECIAL

Ah, como usamos um molho de tomate em nossa culinária: desde pizzas, caldos, massas, frango de panela, e muito, muito mais!

Essa receita que vou passar aqui, achei sensacional e por isso, reparto com vocês.

INGREDIENTES

1 lata de tomate pelado

azeite

1 cebola

manjericão

1 colher (de sopa) de manteiga

sal, pimenta do reino

Bata em liquidificador o conteúdo da lata de tomate pelado e reserve.

Numa panela coloque umas três colheres de azeite e coloque algumas folhas de manjericão e a cebola cortada ao meio.

Isso é para que soltem todo o perfume nesse azeite.

Junte o tomate batido, coloque o sal e pimenta à gosto e deixe ferver.

Retire a cebola e o manjericão e desligue o fogo.

Aí sim, junte a manteiga e mexa bem.

Fica delicioso e usei metade para uma pizza caseira e congelei a outra metade em um copo plástico bem fechado para usar em uma próxima vez.

Muito prático!!!

“NÃO ERREIS: DEUS NÃO SE DEIXA ESCARNECER; PORQUE TUDO O QUE O HOMEM SEMEAR, ISSO TAMBÉM CEIFARÁ.” Gálatas, 6- 7

 

UM APERITIVO QUENTE PARA OS DIAS FRIOS

Minhas filhas sempre me surpreendem com suas incursões na cozinha.

Às vezes saem doces, salgados e até aperitivos como esse que veio de Luanda onde minha filha Viviane mora.

Ela não deu nome ao prato, mas como é feito no forno, coloquei esse nome…

Vamos aos INGREDIENTES:

4 tomates

1 pote de cream cheese

1 caixinha de creme de leite

sal e pimenta à gosto

azeite

Lave os tomates, retire as sementes e seque bem.

Pique miudinho e tempere com o azeite, sal e pimenta.

Reserve.

Em uma tigela misture o cream cheese com o creme de leite gelado e sem o soro.

Coloque em um refratário esse creme e por cima, os tomates temperados.

Leve ao forno somente para aquecer e sirva com torradinhas ou pão italiano.

Ela ficou me devendo a foto do aperitivo sendo servido… disse que quando viu, já tinha acabado…

Isso prova que fica prá lá de bom!!!

DEUS TENHA MISERICÓRDIA DE NÓS E NOS ABENÇOE; E FAÇA RESPLANDECER O SEU ROSTO SOBRE NÓS. PARA QUE SE CONHEÇA NA TERRA O TEU CAMINHO, E EM TODAS AS NAÇÕES A TUA SALVAÇÃO.” Salmos, 67- 1 e 2

 

 

FRANGO NO PAPILOTE

Gosto de receitas onde posso mexer, mudar temperos, substituir ingredientes, usar o que tenho na geladeira.

Com essa receita, inspirada numa da Rita Lobo, foi o que fiz e gostei bastante do resultado.

Tempere os filés de frango ou o peito inteiro desossado, com sal, pimenta do reino, páprica, tomilho, 1/2 xícara de vinho e azeite.

Use um prato fundo para colocar sobre ele um pedaço grande de papel alumínio.

Coloque o frango temperado sobre ele e acrescente ao lado, o que gostar ou tiver.

Eu coloquei palmitos, tomates cerejas, champignon, azeitonas e bastante cebola cortada ao meio.

Vá embrulhando pelos cantos até formar um papelote (tem que deixar um espaço grande em cima e ao lado).

Leve ao fogo pré aquecido em 200° por mais ou menos 30 minutos.

Retire e abra o papelote com cuidado por causa do vapor.

Fica super bonito!

O melhor é que nem temos forma e panela para lavar!!!

Sirva com arroz branco.

Sucesso na certa!

“EIS QUE ESTOU À PORTA E BATO; SE ALGUÉM OUVIR A MINHA VOZ E ABRIR A PORTA, ENTRAREI EM SUA CASA E COM ELE CEAREI, E ELE, COMIGO.”Apocalipse, 3- 20

 

 

 

 

INHOCÃO DE RICOTA

Às vezes assisto algum programa de culinária na TV, mas nem sempre gosto do que vejo: sou mais das receitas rápidas e fáceis de fazer.

Pois essa (do programa da Rita Lobo) me pareceu ser tudo isso e resolvi experimentar.

Aqui já coloquei outra receita de Inhocão de Abóbora, mas essa é completamente diferente.

Comecei pelo MOLHO DE TOMATE.

INGREDIENTES

3 colheres (sopa) de azeite

um macinho de manjericão

meia cebola (sem picar)

2 latas de tomate pelado

sal e pimenta do reino

Coloque numa panela o azeite e frite levemente a cebola e manjericão, para perfumar (e o perfume já é maravilhoso!)

Junte o tomate pelado e tempere com o sal e pimenta do reino.

Deixe ferver bem e reserve.

Vamos ao INHOCÃO.

INGREDIENTES

uma ricota 

1 colher (sopa) de tomilho

1 limão siciliano (raspas)

2 ovos

1/2 xícara de queijo parmesão ralado

1 colher (chá) de noz moscada

1 colher (chá) de sal

+ou- 2 colheres (sopa) de farinha de trigo

Primeiro esfarele a ricota em uma tigela.

Junte os ovos, o tomilho, a noz moscada, as raspas do limão, o sal e o queijo ralado.

Misture bem.

Vá colocando a farinha de pouquinho em pouquinho até dar ponto de fazer uma bola (do tamanho de um ovo) e essa massa não grudar nas mãos.

Pegue um pirex e coloque metade do molho de tomate.

Vá colocando as bolinhas sobre esse molho.

Cubra com a outra metade do molho (retire a cebola e o manjericão).

Cubra com queijo ralado.

Leve ao forno pré aquecido em 200° por 30 minutos.

Pronto!

Mais uma delícia pronta!

Observação: você pode trocar algum tempero por outro da sua preferência. Eu, por exemplo, quis seguir a receita à risca, mas de uma próxima vez vou trocar o limão siciliano por nozes picadinhas, Vai ficar mais ao meu gosto.

“PORQUE O SENHOR CONHECE O CAMINHO DOS JUSTOS; MAS O CAMINHO DOS ÍMPIOS PERECERÁ.” Salmos, 1- 6

 

 

 

LÍNGUA AO MOLHO DE TOMATE E ERVILHAS

Não entendo o porque de muitas pessoas não comerem esse prato: é muito limpo e super apetitoso!

É só saber fazer!

E eu aqui na casa da minha filha Viviane, aproveitei para fazer, já que ela, André e crianças adoram!

Preparei 3 línguas só para nós e um amigo deles… pois sobrou bem pouquinho!

Mas vamos lá para o preparo.

Primeiro eu coloco para ferver em panela de pressão por mais ou menos 30 minutos.

Assim, aquela pele (parece uma casca) que ela tem, se solta com mais facilidade para poder limpar.

É como descascar!

Ela fica super limpa!

Então lava-se bem a panela e coloca-se água com um pouquinho de sal e depois de bem quente, coloca-se a língua.

Deixe ferver na pressão por mais ou menos 1 hora e verifique se está macia.

Se não, coloque de volta e deixe mais um tempo.

Retire e corte em fatias.

Prepare o molho a seu gosto.

Como aqui eles tem um molho italiano super gostoso, foi o que usei.

Fritei alho no azeite e juntei o molho (coloquei um pouco da água em que ela foi cozida).

Depois coloquei as fatias da língua e deixei ferver para pegar bem o tempero (pode colocar pimenta e outros).

Por último coloque as ervilhas (gosto das que vem congeladas porque ficam bem crocantes).

Deixe ferver rapidamente e sirva.

Fica uma combinação perfeita servida com purê de batatas.

Na falta dele, servimos com arroz branco e batata palha.

Uma delícia também!!!

“NÃO SEJAS SÁBIO A TEUS PRÓPRIOS OLHOS; TEME AO SENHOR E APARTA-TE DO MAL.” Provérbios 3- 7

 

 

MEU QUIBE ASSADO

O kibe, que teve sua origem em regiões como o Mediterrâneo e o Iraque, foi criado para ser consumido pelas classes menos favorecidas, já que a carne era misturada ao trigo para render mais e alimentar todas as famílias destas localidades.
 
Conhecido a princípio como “bolinho de carne”, seu nome vem da palavra kubbeh, que em árabe significa “bola”. (Revista Cafeicultura)

Tenho uma amiga que é expert em fazer quibe.

Peguei algumas coisas com ela, mas coloquei um pouco do meu gosto particular e deu nessa receita que passo a vocês.

Primeiro, coloque o trigo de molho em bastante água até ele crescer bem (meio quilo).

Enquanto isso descasque uma cebola e um dente de alho e lave um bom punhado de folhas de hortelã.

Bata em liquidificador com um tanto de azeite que dê para bater os ingredientes.

Em uma bacia, coloque um quilo de carne moída (eu uso patinho).

Quando o trigo estiver crescido

esprema bem com as mãos e vá colocando na bacia em que está a carne e junte o tempero batido. Coloque sal e pimenta do reino e amasse muuuuuito bem.

Uma dica que a minha amiga deu: deixe uma tigela com um pouco de água com bastante gelo e molhe as mãos nela diversas vezes enquanto amassa.

Reserve.

Pique 4 tomates, azeitonas e salsinha.

Tempere com azeite, sal e pimenta.

Num pirex untado coloque metade da massa e cubra com o picado temperado.

Para incrementar mais, coloque um copo de requeijão cremoso por cima.

Cubra com a outra metade da massa e finalize com um fio de azeite.

Leve para assar em forno de médio para alto.

Sirva com uma salada e pão sírio.

“ELEVO OS OLHOS PARA OS MONTES: DE ONDE ME VIRÁ O SOCORRO? O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR , QUE FEZ O CÉU E A TERRA.” Salmos, 121- 1 e 2