ESCABECHE DE LAGARTO MM- VÍDEO 07

O escabeche era um modo tradicional de conservar alimentos, como carnes, aves e peixes, especialmente para longas viagens. A base do escabeche era o vinagre, que fazia um pré cozimento e conservava o alimento por meses sem deteriorar.

Esse tipo de conservação deu origem a pratos na gastronomia local.

Fiz essa carne para comer fria, dentro de um pãozinho ou salada.

É ótima para trocarmos o jantar por um lanche, o que é bem mais saudável.

E hoje temos mais uma colaboração e que está sendo frequente aqui no blog: minha amiga GLACY, que está se superando em nossas receitas.

Hoje com o Filé à Parmegiana!

“E, ASSIM, COM CONFIANÇA, OUSEMOS DIZER: O SENHOR É O MEU AJUDADOR, E NÃO TEMEREI O QUE ME POSSA FAZER O HOMEM.” Hebreus, 13- 6

FILE A PARMEGIANA MM_ VIDEO 06

ALCATRA

Considerada “A Rainha das Carnes”. Servida ao ponto ou mal passada é considerada uma carne nobre, de fibras macias. A peça inteira está localizada no traseiro do boi entre o lombo e a coxa, de onde saem outros cortes igualmente apreciados, como a picanha e a maminha. É ideal para bifes, refogados, assados, ensopados e churrasco.

E o que esta explicado no site da Cooperativa Maria Macia.

Primeiro quero explicar a voce que esta lendo esse texto, que as palavras estao sem acento e a pontuacao nao esta correta devido a um problema que ocorreu na formatacao desse computador e que espero solucionar o quanto antes.

Entao vamos la

Novamente coloco aqui a colaboracao das minhas amigas GLACY e TELMA que tem aproveitado as receitas e enviado as fotos e dessa vez com a MAMINHA MARIA MACIA!

Mais uma vez, obrigada amigas!

Primeira foto: Glaci e segunda foto: Telma.

MAS SE ESPERARMOS O QUE NAO VEMOS, COM PACIENCIA O ESPERAMOS. Romanos, 8, 25.

NA COZINHA COM MARIA

O ano era 2013.

Eu morava em Curitiba, trabalhava no Positivo e vez ou outra aproveitava um final de semana prolongado para visitar meu filho em Campo Mourão, onde ele morava.

Então aproveitávamos essa visita para lembrar de lugares, fazer passeios e acabávamos indo ao Super Mercado comprar coisas para eu fazer no jantar.

Numa dessas idas ele me mostrou um banner enorme em frente onde parei para ser fotografada: era propaganda das carnes Maria Macia onde meu filho é um dos diretores.

Mal eu podia imaginar que viria a morar novamente nessa cidade e faria uma parceria de sucesso com essa empresa.

E muitas vezes escrevi aqui no blog sobre essa carne: como em dezembro de 2013.

Pois é…

Todo esse início é para contar sobre esse projeto: “NA COZINHA COM MARIA” onde eu mostro como usar essa carne nos mais variados pratos.

Fizemos um bloco com dez tipos de carne: maminha, fraldinha, linguiça, patinho, costela, lagarto, coxão mole, alcatra, mignon e sobras de churrasco.

Dei uma entrevista sobre isso e coloco aqui o vídeo, onde vocês terão oportunidade de saber detalhes sobre esse projeto.

A partir de cada semana de setembro teremos uma receita nova para vocês apreciarem no site da Maria Macia e no YouTube.

Então…

Abram alas para a chegada da: NA COZINHA COM MARIA ( MACIA, é claro!!!)

 

“TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE LOUVAREI; TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE EXALTAREI. LOUVAI AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM, PORQUE A SUA BENIGNIDADE É PARA SEMPRE.” Salmos, 118- 28 e 29.

 

 

 

POSTAGEM EXTRA II

E para quem estava esperando o episódio dois de “Quebrando Paradigmas”, cá está ele para elucidar dúvidas sobre a pecuária e o uso da água.

Mais uma iniciativa da Cooperativa Maria Macia!

Para ver o primeiro episódio da série, clique aqui!

 

POSTAGEM EXTRA

Como sabem, os posts são colocados no blog sempre às segundas feiras, mas hoje começa aqui uma série especial que vai trazer respostas ás inúmeras perguntas que fazemos.

-A carne vermelha faz mal a saúde?

– A emissão de gases feita pelo rebanho prejudica o ar e o meio ambiente?

Essas e outras respostas estarão em vídeos de mais ou menos 7 minutos.

Trata-se de uma iniciativa pioneira da cooperativa Maria Macia que vem tentar esclarecer alguns pontos vinculados à mídia muitas vezes de maneira inadequada e que nós não temos acesso a contraponto.

Assistam ao vídeo e recebam mais informações para você sua família!

MAMINHA NA PANELA DE PRESSÃO

Como está escrito no site da Maria Macia:, “Maminha- retirada da ponta da alcatra, essa carne é ideal para churrascos no espeto ou grelha e cozidos. É um corte do traseiro, de sabor leve, suave e suculento.”

Aqui em Luanda ainda não temos a carne Maria Macia ( eu escrevi Ainda!), mas ela até que estava bem bonita.

Primeiro limpei bem a peça.

Achei interessante o vinho nessa embalagem para fins culinários, então foi esse que usei.

INGREDIENTES

1 cebola

4 dentes de alho

sal, pimenta do reino

louro (eu usei em pó)

1 copo de vinho tinto

1 copo de molho de tomate

azeite

Primeiramente coloque a carne para fritar no azeite (já na panela de pressão) dos dois lados para selar.

Com o fogo baixo coloque a cebola em rodelas e o alho amassadinho por cima.

Depois os temperos, vinho e molho de tomate.

Coloque um copo de água, tampe a panela e deixe ferver por mais ou menos meia hora.

Abra a panela e verifique se a carne está macia; se não deixe por mais meia hora.

Vai formar um caldo grosso, delicioso.

Corte em fatias e sirva com arroz branco, batata palha e salada.

Fácil, saboroso, nutritivo e…todos adoraram!!!

“PORQUE SABEMOS QUE, SE A NOSSA CASA TERRESTRE DESTE TABERNÁCULO SE DESFIZER, TEMOS DE DEUS UM EDIFÍCIO, UMA CASA NÃO FEITA POR MÃOS, ETERNA, NOS CÉUS.” II Coríntios, 5-1

 

 

MAIONESE CASEIRA

Chega de abrir vidros de maionese pronta e comprada em mercados!

Vou dar a receita do molho de maionese caseiro que você vai fazer num instante e o sabor…dispensa qualquer comentário!

Quando estive em Campo Mourão em novembro passado (ver a receita do dia 18-11, “Frango com Abóbora“), meu filho fez um churrasco delicioso, com a carne Maria Macia, é claro! (Ver dia 26-12 em Eu Indico: “Maria Macia“).

E para acompanhar, fiz a maionese caseira que segue abaixo.

DSC03785

INGREDIENTES

5 ovos cozidos

1 gema crua

5 batatas grandes (cozidas, descascadas e picadas)

1/2 xícara de cheiro verde (picadinho)

1 limão

sal

óleo (até dar ponto)

Reserve a batata picada, o cheiro verde e ovos cozidos (separe 1 inteiro e 1 gema).

Prepare o molho: em um prato fundo, amasse com um garfo o ovo cozido com a gema cozida. Junte a gema crua. Vá colocando o óleo aos poucos (em fio) e batendo com o garfo.  Coloque mais óleo e bata e assim sucessivamente até triplicar de tamanho e ficar um molho denso, encorpado.

Aí tempere as batatas com o limão e sal.

Junte o molho batido, misture e leve à geladeira.

DSC03787

Você pode colocar cenoura cozida, azeitonas, palmito ou qualquer coisa que gostar, mas essa é a mais prática, rápida e simples!