NA COZINHA COM MARIA

O ano era 2013.

Eu morava em Curitiba, trabalhava no Positivo e vez ou outra aproveitava um final de semana prolongado para visitar meu filho em Campo Mourão, onde ele morava.

Então aproveitávamos essa visita para lembrar de lugares, fazer passeios e acabávamos indo ao Super Mercado comprar coisas para eu fazer no jantar.

Numa dessas idas ele me mostrou um banner enorme em frente onde parei para ser fotografada: era propaganda das carnes Maria Macia onde meu filho é um dos diretores.

Mal eu podia imaginar que viria a morar novamente nessa cidade e faria uma parceria de sucesso com essa empresa.

E muitas vezes escrevi aqui no blog sobre essa carne: como em dezembro de 2013.

Pois é…

Todo esse início é para contar sobre esse projeto: “NA COZINHA COM MARIA” onde eu mostro como usar essa carne nos mais variados pratos.

Fizemos um bloco com dez tipos de carne: maminha, fraldinha, linguiça, patinho, costela, lagarto, coxão mole, alcatra, mignon e sobras de churrasco.

Dei uma entrevista sobre isso e coloco aqui o vídeo, onde vocês terão oportunidade de saber detalhes sobre esse projeto.

A partir de cada semana de setembro teremos uma receita nova para vocês apreciarem no site da Maria Macia e no YouTube.

Então…

Abram alas para a chegada da: NA COZINHA COM MARIA ( MACIA, é claro!!!)

 

“TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE LOUVAREI; TU ÉS O MEU DEUS, E EU TE EXALTAREI. LOUVAI AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM, PORQUE A SUA BENIGNIDADE É PARA SEMPRE.” Salmos, 118- 28 e 29.

 

 

 

COSTELINHA DE PORCO DE PANELA

Eu amo carne de porco, e essa receita é tão boa, mas tão boa, que ainda sinto o cheiro dela enquanto a preparava!

2 quilos de costelinha de porco (para 6 pessoas)

INGREDIENTES

6 colheres (sopa) de shoyo

6 colheres (sopa) de azeite

4 colheres (sopa) de mostarda

6 dentes de alho amassados

4 colheres (sopa) de água

pimenta do reino, sal, folha de louro, sálvia.

Tempere a carne e deixa nesse molho por umas duas horas ou mais.

Eu deixei em uma vasilha, tampei e mexia de vez em quando.

Corte duas cebolas grandes em tiras e forre com elas o fundo de uma panela de pressão.

Coloque a carne temperada por cima, tampe a panela e deixe (depois que pegar a pressão) por 15 minutos.

Foi o suficiente para ela ficar macia e juntar aquela borra escura no fundo, que é o que deixa a carne mais saborosa.

Eu preferi retirar da pressão e colocar em uma panela de ferro, onde fui colocando muito devagar um pouco de água enquanto ela pegava uma cor.

Gente, ficou super gostosa, macia e daquelas de comer de joelhos!

Ah sim, fiz um purê de batata doce e arroz branco para acompanhar, além de jogar um pouquinho de cheiro verde, colhido do meu quintal!

ASSIM DIZ O SENHOR: PONDE-VOS NOS CAMINHOS, E VEDE, E PERGUNTAI PELAS VEREDAS ANTIGAS, QUAL É O BOM CAMINHO, E ANDAI POR ELE; E ACHAREIS DESCANSO PARA A VOSSA ALMA…” Jeremias, 6- 16

 

POLPETTONE RECHEADO

Esse é um prato tipicamente italiano e bem familiar.

Fiz e coloquei no cardápio das “Comidinhas da Vovó” e quem já experimentou, adorou!

INGREDIENTES

Para temperar a carne:

1/2 quilo de carne moída (eu uso patinho)

sal, pimenta do reino e salsinha picada

1 dente de alho amassado

1 cebola pequena picadinha

1 pão francês embebido e 1/3 de xícara de leite

1 ovo

Observação: antes de começar, já pico bem o pão e coloco de molho no leite.

Junte tudo e amasse bem com as mãos.

Reserve.

Faça um molho (eu usei duas latas de tomate pelado) e reserve.

Prepare o próximo passo:

um prato com um ovo batido e um pouquinho de leite

um prato com farinha de rosca

fatias de queijo muçarela

Com as mãos molhadas pegue uma porção de carne, faça uma bola, amasse e coloque uma fatia do queijo bem dobrada e envolva-o.

Feche bem.

Vá passando um por um primeiro na farinha de rosca, depois no ovo batido e de novo na farinha de rosca.

Leve uma panela com óleo ao fogo e frite os polpettones dos dois lados, colocando depois sobre um papel toalha.

Arrume-os em um pirex, cubra com o molho de tomate e queijo parmesão ou muçarela.

Leve ao forno médio (180º) pré aquecido por cerca de 20 minutos.

Bom apetite!!!

“BEM AVENTURADO AQUELE CUJA TRANSGRESSÃO É PERDOADA, E CUJO PECADO É COBERTO.” Salmos, 32- 1

 

POSTAGEM EXTRA

Como sabem, os posts são colocados no blog sempre às segundas feiras, mas hoje começa aqui uma série especial que vai trazer respostas ás inúmeras perguntas que fazemos.

-A carne vermelha faz mal a saúde?

– A emissão de gases feita pelo rebanho prejudica o ar e o meio ambiente?

Essas e outras respostas estarão em vídeos de mais ou menos 7 minutos.

Trata-se de uma iniciativa pioneira da cooperativa Maria Macia que vem tentar esclarecer alguns pontos vinculados à mídia muitas vezes de maneira inadequada e que nós não temos acesso a contraponto.

Assistam ao vídeo e recebam mais informações para você sua família!

ARROZ DE FORNO EM CAMADAS

Encontrei essa receita no Guia da Cozinha e como é bem diferente das que faço, resolvi experimentar e adorei!

INGREDIENTES

4 xícaras de arroz cozido

1/2 xícara de ervilha

1/2 xícara de milho

1 cenoura pequena ralada

1 xícara de palmito picado

1 copo de requeijão cremoso

200 gramas de queijo muçarela ralado

sal, pimenta e cheiro verde

Em uma tigela misture todos esses ingredientes e reserve.

Eu fiz uma arroz novo, mas você pode usar um arroz de dia anterior.

MOLHO

2 colheres (sopa) de azeite

1 cebola picada

 2 dentes de alho amassados

2 xícaras de carne assada desfiada

2 xícaras de molho de tomate

Refogue no azeite a cebola e o alho.

Junte a carne (eu usei uma carne, músculo, que sobrou de um ragu) e depois o molho de tomate. Deixe ferver e tempere, se precisar, com sal e pimenta.

Unte um pirex e coloque:

uma camada do arroz

em seguida, o molho da carne

depois o queijo

e assim sucessivamente.

Leve ao forno médio, já aquecido, por mais ou menos 15 minutos.

Uma gostosura!!!!!!!

“O QUE ENCOBRE AS SUAS TRANSGRESSÕES NUNCA PROSPERARÁ; MAS OS QUE AS CONFESSA E DEIXA ALCANÇARÁ MISERICÓRDIA.” Provérbios, 28-13

 

FÉRIAS, FAMÍLIA, AMIGOS E…COMIDAS!!!

Férias, que palavra mais agradável de se ouvir!

Mais ainda quando você pode aproveitá-la viajando!

Foi o que fiz: Natal em Brusque, Ano Novo em Balneário Camboriú.

Minhas filhas não vieram passar essas festas no Brasil, então me “apeguei” ao meu filho, nora e netos e lá fomos passar com a família da Pati no sul.

Brusque é um encanto de cidade e os pais dela que moram lá nos receberam daquele jeito tão carinhoso que até “fiquei sem jeito…”

(O buffet)

(Regina e eu)

(Todos reunidos)

Recebemos o Ano Novo em Balneário Camboriú, numa noite quente, mas que nem sentimos com o vento gostoso do 8º andar do apartamento de frente para o mar.

(Vista de cima, da praia apinhada de gente)

(O buffet)

(Eu)

A comilança foi muita em todos os dias: de camarões a carne Maria Macia, de antepastos até o tradicional bolo de fubá no café da tarde.

(Camarão à milanesa)

(Mignon recheado com aspargos e queijo e assado em churrasqueira)

(Carne de onça, mignon em tiras e queijo brie assado envolvido em massa)

(Bolo de fubá com goiabada)

Durante as tardes o passeio acabava no Passeio São Miguel, uma rua deliciosa com mesinhas pelo centro e inúmeros cafés, restaurantes e padaria.

(Esse não consegui resistir…)

E a praia?

Maravilhosa!

Principalmente nas manhãs bem cedo em que eu saía para caminhar e sentar para ler…

E o Camelódromo e a Avenida Brasil?

Uma tentação!

E lá vou eu dando um tchau pra quem fica…

Bem, agora já de volta, a vida segue normal.

Só os quilos a mais que vai ser muito difícil perder…

“PORQUE O SENHOR É DEUS GRANDE E REI GRANDE ACIMA DE TODOS OS DEUSES. NAS SUAS MÃOS ESTÃO AS PROFUNDEZAS DA TERRA, E AS ALTURAS DOS MONTES SÃO SUAS. SEU É O MAR, POIS ELE O FEZ, E AS SUAS MÃOS FORMARAM A TERRA SECA.” Salmos, 95- 3,4 e 5.

 

 

MAMINHA NA PANELA DE PRESSÃO

Como está escrito no site da Maria Macia:, “Maminha- retirada da ponta da alcatra, essa carne é ideal para churrascos no espeto ou grelha e cozidos. É um corte do traseiro, de sabor leve, suave e suculento.”

Aqui em Luanda ainda não temos a carne Maria Macia ( eu escrevi Ainda!), mas ela até que estava bem bonita.

Primeiro limpei bem a peça.

Achei interessante o vinho nessa embalagem para fins culinários, então foi esse que usei.

INGREDIENTES

1 cebola

4 dentes de alho

sal, pimenta do reino

louro (eu usei em pó)

1 copo de vinho tinto

1 copo de molho de tomate

azeite

Primeiramente coloque a carne para fritar no azeite (já na panela de pressão) dos dois lados para selar.

Com o fogo baixo coloque a cebola em rodelas e o alho amassadinho por cima.

Depois os temperos, vinho e molho de tomate.

Coloque um copo de água, tampe a panela e deixe ferver por mais ou menos meia hora.

Abra a panela e verifique se a carne está macia; se não deixe por mais meia hora.

Vai formar um caldo grosso, delicioso.

Corte em fatias e sirva com arroz branco, batata palha e salada.

Fácil, saboroso, nutritivo e…todos adoraram!!!

“PORQUE SABEMOS QUE, SE A NOSSA CASA TERRESTRE DESTE TABERNÁCULO SE DESFIZER, TEMOS DE DEUS UM EDIFÍCIO, UMA CASA NÃO FEITA POR MÃOS, ETERNA, NOS CÉUS.” II Coríntios, 5-1

 

 

ESCONDIDINHO DE MANDIOCA COM CARNE SECA

Gente, esse escondidinho é uma gostosura!

É um pouco trabalhoso, mas o resultado compensa demais!

Vou começar pelo tempero da carne seca que tem que ser deixada de molho em bastante água de um dia para outro. Aí pode por para cozinhar em panela de pressão por 50 minutos.

Corte a carne (ela já vai desfiando sozinha).

INGREDIENTES

400 gramas de carne seca

100 gramas de bacon

2 tomates

cheiro verde

1 cebola

1 dente de alho

1 vidro de requeijão

Coloque numa panela o bacon, deixe soltar a gordura e junte o alho e cebola fritando bem. Em seguida junte o tomate cortadinho e o cheiro verde picadinho. Por último o requeijão. Reserve.

PURÊ DE MANDIOCA

No mesmo caldo em que a carne foi cozida, coloque mais água e junte a mandioca para cozinhar. Tire os fios e amasse bem com um garfo (pode ser no espremedor).

INGREDIENTES

1 quilo de mandioca

1 colher (sopa) de manteiga

1 copo de leite

1 caixinha de creme de leite

sal

Leve ao fogo a mandioca, sal, leite e manteiga. Mexa bem! Por último acrescente o creme de leite.

MONTAGEM

Primeiro coloque a carne.

Depois cubra com o purê de mandioca.

Polvilhe queijo ralado por cima e leve ao forno até dourar!

Essa é mais uma das delícias da “Comidinhas da Vovó Sílvia”!

“SENHOR DOS EXÉRCITOS, BEM AVENTURADO O HOMEM QUE EM TI PÕE A SUA CONFIANÇA.”Salmos, 84- 12

 

 

MEU QUIBE ASSADO

O kibe, que teve sua origem em regiões como o Mediterrâneo e o Iraque, foi criado para ser consumido pelas classes menos favorecidas, já que a carne era misturada ao trigo para render mais e alimentar todas as famílias destas localidades.
 
Conhecido a princípio como “bolinho de carne”, seu nome vem da palavra kubbeh, que em árabe significa “bola”. (Revista Cafeicultura)

Tenho uma amiga que é expert em fazer quibe.

Peguei algumas coisas com ela, mas coloquei um pouco do meu gosto particular e deu nessa receita que passo a vocês.

Primeiro, coloque o trigo de molho em bastante água até ele crescer bem (meio quilo).

Enquanto isso descasque uma cebola e um dente de alho e lave um bom punhado de folhas de hortelã.

Bata em liquidificador com um tanto de azeite que dê para bater os ingredientes.

Em uma bacia, coloque um quilo de carne moída (eu uso patinho).

Quando o trigo estiver crescido

esprema bem com as mãos e vá colocando na bacia em que está a carne e junte o tempero batido. Coloque sal e pimenta do reino e amasse muuuuuito bem.

Uma dica que a minha amiga deu: deixe uma tigela com um pouco de água com bastante gelo e molhe as mãos nela diversas vezes enquanto amassa.

Reserve.

Pique 4 tomates, azeitonas e salsinha.

Tempere com azeite, sal e pimenta.

Num pirex untado coloque metade da massa e cubra com o picado temperado.

Para incrementar mais, coloque um copo de requeijão cremoso por cima.

Cubra com a outra metade da massa e finalize com um fio de azeite.

Leve para assar em forno de médio para alto.

Sirva com uma salada e pão sírio.

“ELEVO OS OLHOS PARA OS MONTES: DE ONDE ME VIRÁ O SOCORRO? O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR , QUE FEZ O CÉU E A TERRA.” Salmos, 121- 1 e 2