SALMÃO ESPECIAL

Nesses dias de quarentena obrigatória, não tem quem não foi para a cozinha inventar novos pratos!

E esse prato maravilhoso veio lá de Lisboa, Portugal, pelas mãos da minha filha Fabiane que já colocou aqui outra receita dela de Salmão, deliciosa também! (Cliquem para ver!)

Deu água na boca?

Pois prepare para experimentar essa delícia!

Vamos aos INGREDIENTES:

2 postas de salmão

sal, pimenta do reino, limão, azeite

1 pimentão verde

1 pimentão vermelho

1 maço de espinafre

1 caixinha de creme de leite

100 gramas de queijo muçarela

Tempere as postas do salmão com o limão, pimenta e sal.

Coloque azeite em uma forma e deite as postas, levando ao forno quente 200º já aquecido até assar levemente.

Enquanto isso, frite num fio de azeite os pimentões e o espinafre com um pouco de sal. Junte o creme de leite e mexa bem. Depois o queijo (ralado no lado grosso) e mexa com fogo baixo.

Coloque esse molho sobre as postas no forno e deixe até dourar.

Huuuuummmmm!!!!!!!!!!!!

E é claro que eu fiz essa receita para provar: o resultado foi que AMEI e vejam como ficou lindo o meu prato!

“EIS QUE FIZESTE OS MEUS DIAS COMO A PALMOS; O TEMPO DA MINHA VIDA É COMO NADA DIANTE DE TI; NA VERDADE, TODO HOMEM, POR MAIS FIRME QUE ESTEJA, É TOTALMENTE VAIDADE.” Salmos, 39-5

 

 

 

 

MEU CACHECOL COM BOLSO

Depois de meses fazendo tricô e crochê para doação na campanha para socorrer o Lar dos Velhinhos aqui da cidade, eis que me vejo sem ideia para uma próxima empreitada.

Entrei na loja onde compro minhas lãs e uma vendedora simpática veio até mim perguntando:

– O que vai levar dessa vez?

E eu:

-Estou completamente sem ideia do que fazer…

-Já sei! Disse ela. Por que não faz um cachecol com bolso? É a última moda.

Tanto gostei do palpite, que saí da loja com três novelos no pacote.

Então vou mostrar direitinho como fiz e como ficou!

Essa é a lã que comprei: Hannover da Cisne e usei 3 novelos dela.

Usei a agulha número 7 e coloquei 40 pontos.

Trabalhei todinho em ponto tricô, ida e volta.

O comprimento, cada um conforme sua altura, decide como quer.

Para o bolso usei a agulha número 6, 28 pontos, e fiz 6 carreiras em pontos: 1 tricô e 1 meia, para ficar uma gaitinha.

Voltei ao ponto tricô até chegar aos 16 centímetros de comprimento.

Depois de pronto, medi bem o meio onde iria costurar com o auxílio de uma agulha normal de costura.

Depois de pronto, foi só fazer a franja: pedaços de 24 centímetros que coloquei dobradas nas pontas do cachecol.

E olhem a belezura que ficou:

Esse fundo (papel de parede) é do @atelie.patiprohmann que é a minha nora e foi quem fez essas fotos caprichadas minhas…

E aí, quem se habilita a fazer?

“TODA BOA DÁDIVA E TODO DOM PERFEITO VEM DO ALTO, DESCENDO DO PAI DAS LUZES, EM QUEM NÃO HÁ MUDANÇA, NEM SOMBRA DE VARIAÇÃO.” Tiago, 1- 17

 

BOLACHINHAS DE CANELA

Tenho uma amiga em Curitiba, Taís, que, como eu, adora cozinhar.

Por isso sempre estou de olho em suas postagens e essa acabei de experimentar.

Ficam lindas e super crocantes, com aquele gostinho irresistível da canela!

Achei bem fácil de fazer, então, segue a receita.

Em uma tigela, juntei todos os ingredientes que são:

175 gramas de farinha de trigo

100 gramas de manteiga

60 gramas de açúcar

1 colher (de café) de fermento em pó

1/2 colher (de sopa) de canela em pó

1 colher (de sopa) de chocolate em pó

1 colher (de café) de essência de baunilha

Primeiro unte bem uma assadeira com manteiga.

Ligue o forno em 180º para aquecer.

Usei as mãos para misturar a massa e juntei um pouquinho de água que fui colocando devagar.

Modele as bolachinhas como quiser e dê uma achatadinha em cima.

Essa receita deu 20 unidades.

Leve ao forno por mais ou menos 20 minutos (dependendo do tamanho que fizer) ou até que as bordas estejam levemente coradas.

Enquanto as bolachinhas assam (e que perfume maravilhoso elas desprendem), faça em uma vasilha uma mistura de açúcar e canela.

Assim que tirar do forno, ainda bem quente, passe as bolachinhas por essa mistura e vá colocando em um prato para esfriar.

Depois de frias, coloque em potes fechados.

Maravilhosas!

Obrigada, Taís!!!

“NÃO ME REJEITES NO TEMPO DA VELHICE; NÃO ME DESAMPARES, QUANDO SE FOR ACABANDO A MINHA FORÇA.” Salmos, 71- 9

TEMPURA DE LEGUMES

UAU!!!

Quando pesquisei sobre a origem do Tempura, quase nem acreditei, porque achava ser originário do Japão ou da China. 

Qual não foi minha surpresa ao saber que ele é Português!

Isso mesmo!!!

“A receita do tempura (aqui no Brasil falamos tempurá) foi introduzida no Japão por missionários portugueses ativos particularmente na cidade de Nagasaki fundada igualmente por portugueses, durante o século XVI.” (Wikipédia)

E foi assim que depois de receber a receita pelo whatzap da minha irmã Raquel, fiz e matei minha vontade de comer essa delícia!

Então, vamos lá!

INGREDIENTES

1 xícara de água gelada

1 xícara de farinha de trigo

2 colheres (sobremesa) de vinagre

1 colher (café) de fermento

Legumes de sua preferência (eu coloquei cenoura, pimentão, abobrinha e couve flor).

Primeiro dei uma leve cozida na couve flor e piquei fininho todos os ingredientes.

Temperei com sal e aji no moto e reservei.

Mistura todos os ingredientes da massa e coloque a água bem gelada!!!

Misture bem e deixe a massa tipo massa de panqueca (não fica grossa).

Junte os legumes cortadinhos.

Em uma frigideira funda, coloque bastante óleo e deixa esquentar bem.

Vá colocando às colheradas para fritar.

Retire e coloque em papel toalha.

Eles ficam sequinhos e crocantes!!!

 

Obrigada, mana Raquel por essa receita que eu amei!!!

“ENSINA-ME, SENHOR, O TEU CAMINHO, E ANDAREI NA TUA VERDADE; UNE O MEU CORAÇÃO AO TEMOR DO TEU NOME.” Salmos, 86- 11

 

 

SOBREMESA DE LEITE EM PÓ

Ah, vontade de comer doce!

Sim, sou uma formiga ambulante…acho que puxei a meu pai: ele era magro, mas comia muito doce e quando não encontrava nada, ia até o açucareiro, enchia uma colher e ia direto para a boca…

Pois é.

Então vamos a mais uma receita fácil, que não vai ao fogo e que fica deliciosa de verdade!!!

INGREDIENTES

200 ml de manteiga

1 lata de leite condensado

2 caixinhas de creme de leite

200 gramas de leite em pó

1 colher (chá) de emulsificante

Cobertura:

250 gramas de chocolate 

1 caixinha de creme de leite

Bata o leite condensado com a manteiga até ficar um creme.

Acrescente o leite em pó e continue batendo.

Depois o creme de leite, bata e por último o emulsificante.

Bata por mais 4 minutos.

Fica um creme liso, firme!

Coloque em um pirex bem bonito e leve à geladeira enquanto faz a ganache.

Derreta o chocolate e misture o creme de leite.

Com cuidado, coloque sobre o creme.

Eu coloquei em potinhos descartáveis e levei ao congelador para quando tiver vontade… comer!

Realmente, fica uma gostosura!!!

“TEM MISERICÓRDIA DE MIM, Ó SENHOR, POIS A TI CLAMO TODO O DIA. ALEGRA A ALMA DO TEU SERVO, POIS A TI, SENHOR, LEVANTO A MINHA ALMA.” Salmos, 86- 3 e 4

 

SE ESSA RUA FOSSE MINHA

Essa é uma canção antiga que minha mãe tocava ao piano e cantava.

Eu sempre achava muito triste e muitas vezes até chorava…

Muitos anos depois, assistindo o vídeo da “Galinha Pintadinha”, não é que ouvi tocar essa música?

E eu voltei a me emocionar do mesmo jeito.

Não sei o que é, se a letra ou a melodia que me toca mais…

Não sei.

Mas estou escrevendo sobre isso porque hoje recebi um whatsApp da minha filha Fabiane, que mora em Lisboa, com uma foto da rua em que mora.

(Esse texto escrevi bem antes da pandemia!)

Era para mostrar o céu azul (lá ainda é inverno), mas eu me encantei com a rua, e respondi:

-se essa rua, se essa rua fosse minha…

Veio assim na minha mente e cantarolei várias vezes durante o dia, sempre com aquele sentimento doído.

A letra é essa:

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhantes
Para o meu
Para o meu amor passar

Nessa rua
Nessa rua tem um bosque
Que se chama
Que se chama solidão
Dentro dele
Dentro dele mora um anjo
Que roubou
Que roubou meu coração

Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
É porque
É porque te quero bem
Se eu roubei
Se eu roubei teu coração
É porque
Tu roubaste o meu também

(Compositores: Mario Lago / Roberto Martins).

Pois é…

Juntei algumas fotos das ruas de lá que minha filha enviou e coloco aqui para vocês apreciarem.

A propósito: minha rua não tem pedrinhas de brilhantes, nem bosque, muito menos solidão.

Anjo? Ah isso tem; só que nos meus sonhos…

“PORQUE O FILHO DO HOMEM VIRÁ NA GLÓRIA DE SEU PAI, COM OS SEUS ANJOS; E, ENTÃO, DARÁ A CADA UM SEGUNDO AS SUAS OBRAS.” Mateus, 16- 27

UM APERITIVO QUENTE PARA OS DIAS FRIOS

Minhas filhas sempre me surpreendem com suas incursões na cozinha.

Às vezes saem doces, salgados e até aperitivos como esse que veio de Luanda onde minha filha Viviane mora.

Ela não deu nome ao prato, mas como é feito no forno, coloquei esse nome…

Vamos aos INGREDIENTES:

4 tomates

1 pote de cream cheese

1 caixinha de creme de leite

sal e pimenta à gosto

azeite

Lave os tomates, retire as sementes e seque bem.

Pique miudinho e tempere com o azeite, sal e pimenta.

Reserve.

Em uma tigela misture o cream cheese com o creme de leite gelado e sem o soro.

Coloque em um refratário esse creme e por cima, os tomates temperados.

Leve ao forno somente para aquecer e sirva com torradinhas ou pão italiano.

Ela ficou me devendo a foto do aperitivo sendo servido… disse que quando viu, já tinha acabado…

Isso prova que fica prá lá de bom!!!

DEUS TENHA MISERICÓRDIA DE NÓS E NOS ABENÇOE; E FAÇA RESPLANDECER O SEU ROSTO SOBRE NÓS. PARA QUE SE CONHEÇA NA TERRA O TEU CAMINHO, E EM TODAS AS NAÇÕES A TUA SALVAÇÃO.” Salmos, 67- 1 e 2

 

 

MUSSE DE LIMÃO COM COBERTURA DE GANACHE

Antes de começar nossa receita de hoje, vou esclarecer duas dúvidas das pessoas:

A palavra musse é um substantivo comum feminino.

A palavra ganache é um substantivo comum masculino.

 

Essa receita tirei da Receita Toda Hora e achei tão simples e fácil de fazer; o resultado é simplesmente maravilhoso!

Fiz a metade da receita, que é o que vou postar aqui e deu quatro taças grandes.

INGREDIENTES

1 caixinha de creme de leite

1 caixinha de leite condensado

suco de 3 limões

Para o ganache:

1 barra de chocolate ao leite

1 caixinha de creme de leite

Coloque no liquidificador o creme de leite e o leite condensado e bata.

Com o liquidificador ligado, acrescente o suco do limões batendo um pouco porque ele logo vai endurecer.

Coloque em taças ou pirex e reserve.

Derreta o chocolate no micro ondas, retire.

Junte o creme de leite e misture.

Coloque a cobertura sobre a musse.

Você pode finalizar com chocolate granulado ou raspas de chocolate.

Eu deixei somente com a cobertura.

Se você quiser, aqui no blog temos outras receitas de musses (maracujá, chocolate e doce de leite) além de musse de leite em pó

É só clicar em cima que abre a página para você conferir!

“POIS TU LIVRASTE A MINHA ALMA DA MORTE, COMO TAMBÉM OS MEUS PÉS DE TROPEÇAREM, PARA QUE EU ANDE DIANTE DE DEUS NA LUZ DOS VIVENTES.” Salmos, 56- 13

FAROFINHA DE PINHÃO

Quando as temperaturas começam a cair, já se sabe que a época do pinhão está chegando. Semente da araucária, árvore muito comum no Sul do Brasil, o pinhão já foi injustamente rotulado como um alimento calórico, mas ele possui diversos benefícios para a saúde, além de ser delicioso e saudável.

O pinhão é conhecido por ter vários minerais, como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, sódio, enxofre, fósforo e cálcio, além de ser rico em potássio, mineral que ajuda a controlar a pressão arterial. A semente também é fonte das gorduras “boas”, essenciais para o nosso corpo.

Então, como moro no sul e está em época de pinhão, vamos comê-lo de várias maneiras.

Foi assim que depois de cozido, fiz essa delícia de farofa.

INGREDIENTES

Bacon cortadinho

cebola, alho, sal e pimenta

cheiro verde

pinhão já cozido e cortado em pedacinhos

farinha de mandioca

Primeiro frite o bacon.

Junte a cebola picadinha e o alho, fritando bem na gordura que se soltou do bacon.

Coloque os pinhões e mexa bem.

Vá colocando a farinha aos poucos e tempere à gosto.

Junte cheiro verde picadinho.

Eu gosto mais da farofinha úmida, mas faça como achar melhor.

E é ou não é uma gostosura esse tal de pinhão?

Rima até com coração…

SABERÁS, POIS, QUE O SENHOR, TEU DEUS, É DEUS, O DEUS FIEL, QUE GUARDA O CONCERTO E A MISERICÓRDIA ATÉ MIL GERAÇÕES AOS QUE O AMAM E GUARDAM OS SEUS MANDAMENTOS.” Deuteronômio, 7- 9

 

 

 

 

TORTA DE PERA

A pera é fonte de vitamina A: ela é indispensável para a saúde dos olhos, ajuda na produção de colágeno. que garante uma pele mais saudável, e melhora a imunidade. Por falar em imunidade, a pera também é rica em vitamina C, que ajuda a melhorar o funcionamento do sistema imunológico. A pera também é um alimento altamente indicado para quem sofre de prisão de ventre. (Terra)

Então, partir para uma receita com ela!!!

INGREDIENTES

3 peras grande e macias

1 xícara de farinha de trigo

1 xícara de açúcar mascavo

3 colheres (sopa) de manteiga ou margarina

canela e açúcar mascavo para polvilhar

Corte as peras em lâminas mais ou menos grossas e forre um pirex untado com metade delas.

Polvilhe um pouco de açúcar e canela sobre elas e faça uma nova camada de peras.

Reserve.

Em uma tigela misture o açúcar mascavo, trigo e manteiga com a ponta dos dedos fazendo uma espécie de farofa.

Esparrame essa farofa por cima das peras no pirex.

Leve para assar em forno aquecido em 180º por mais ou menos meia hora.

Fica macia e crocante!

Você pode comer essa torta morninha ou se preferir, gelada.

Das duas maneiras, fica uma delícia!!!

“QUEM DERA QUE ELES TIVESSEM TAL CORAÇÃO QUE ME TEMESSEM E GUARDASSEM TODOS OS MEUS MANDAMENTOS TODOS OS DIAS, PARA QUE BEM LHES FOSSE A ELES E A SEUS FILHOS, PARA SEMPRE!” Deuteronômio, 5- 29