ARROZ COLORIDO AO FORNO

Eu gosto demais de arroz de qualquer jeito: em risotos, frito, bolinho, etc.

E essa receita achei nas Receitas Nestlé e ficou uma gostosura.

Primeiro fiz um arroz do tipo que eu gosto, com azeite e alho.

Deixei ali reservado.

Usei para a receita:

1 seleta de legumes

1 xícara de presunto cortadinho

1 xícara de queijo muçarela (eu usei o golda)

1 punhadinho de salsinha

1/2 xícara de queijo parmesão ralado (para colocar em cima)

1 ovo cozido para enfeitar

Em uma tigela coloque todos os ingredientes e misture.

Junte o arroz cozido e depois coloque tudo em um pirex untado com azeite.

Cubra com o queijo ralado.

Leve ao forno pré aquecido em 180º até o queijo derreter (mais ou menos 20 minutos).

Esse foi meu almoço de domingo em que estava sozinha e que nem por isso deixei de comer bem e tomar um bom vinho.

Porque eu mereço!!!

“COMO O VASO QUE ELE FAZIA DE BARRO SE QUEBROU NA MÃO DO OLEIRO, TORNOU A FAZER DELE OUTRO VASO, CONFORME O QUE PARECEU BEM AOS SEUS OLHOS FAZER.” Jeremias, 18- 4

 

DOCE DE LEITE ARGENTINO

Huuummm doce de leite… lembranças de infância, coisas de uma boa mineira que adora ir para a cozinha e fazer gostosuras!

E aí, assistindo um programa na TV Record, me dei conta que ainda não tinha feito esse doce para colocar aqui.

A dica é você preparar em um momento que possa ficar ao lado da panela, porque tem que estar atenta para não derramar!

INGREDIENTES

1 litro de leite integral

250 gramas de açúcar cristal

1 colher (de chá) de bicarbonato

1 colher (de café) de essência de baunilha

Coloque em uma panela alta o leite e açúcar.

Com um fue, vá mexendo até ferver.

Coloque então o bicarbonato e, não se assuste, ele vai subir fazendo uma espuma!

Com uma colher, vá retirando essa espuma.

Junte a essência e deixe ferver em fogo baixíssimo para não derramar.

De vez em quando é preciso que você mexa bem.

Ele vai mudando de cor aos poucos.

Coloquei um pouquinho em um pires para ver se estava no ponto para desligar.

Já estava bom e isso levou ao todo 1 hora e 10 minutos!!!

Mas, valeu a pena, porque ficou maravilhoso!

Pena que eu não tinha em casa aquele queijo de minas, mas uma fatia de um gouda, deu certo também!

“OUVE TU, ENTÃO, NOS CÉUS, ASSENTO DA TUA HABITAÇÃO, E PERDOA, E FAZE, E DÁ A CADA UM CONFORME TODOS OS SEUS CAMINHOS E SEGUNDO VIRES O SEU CORAÇÃO, PORQUE SÓ TU CONHECES O CORAÇÃO DE TODOS OS FILHOS DOS HOMENS.” 1 Reis, 8- 39

 

 

 

MÁSCARAS

Depois de 10 semanas postando vídeos de receitas, hoje coloco essa poesia que fiz e que serve para amenizar um pouco nossa atual situação, tentando deixar mais leve o momento.

(E assim estamos nós…)

(Imagem: drogariaspacheco.com.br)

MÁSCARAS

Ando vendo tantas

e até eu uso uma.

Tem de grife, de luxo,

de lixo e papel;

Tem de pano, colorida

e até azul pastel.

———-

Vejo cobrindo o rosto,

mas de fora o nariz.

Outras no queixo,

coitadas,

sem serventia prá nada,

debalde, como se diz.

———-

Mascarado, antigamente,

era alguém dissimulado.

Agora vejo tantos

que nem mais

ao certo sei…

Melhor é ficar calado.

———-

Pudera o vírus tá aí!

E eu o quero bem longe!

Nem posso passar meu batom

que agora aposentado

na gaveta continua

cuidadosamente guardado.

———-

Vamos deixar os olhos

sorrindo e bem maquiados.

São eles que agora aparecem

sob a máscara no rosto,

na espera que a covid

depressa perca seu posto!



“NUNCA MAIS TERÃO FOME, NUNCA MAIS TERÃO SEDE; NEM SOL NEM CALMA ALGUMA CAIRÁ SOBRE ELES, PORQUE O CORDEIRO QUE ESTÁ NO MEIO DO TRONO OS APASCENTARÁ E LHES SERVIRÁ DE GUIA PARA AS FONTES DAS ÁGUAS DA VIDA; E DEUS LIMPARÁ DE SEUS OLHOS TODA LÁGRIMA.” Apocalipse, 7- 16 e 17.

VACA ATOLADA COM COSTELA MM- VÍDEO 10

E chegamos à última receita da série NA COZINHA COM MARIA!

Como foi gratificante fazer e receber tantas mensagens carinhosas; também tantas participações especiais de amigas que puderam comprovar a qualidade dessa carne!

Já estou com saudades da Maria…

Mas vamos ao prato de hoje.

A “vaca atolada” é um prato típico da chamada “comida caipira” que é muito popular em estados como Minas Gerais. A combinação da carne (costela bovina) com a mandioca e temperos, resulta em uma comida saborosa e com substância.

Assistam ao vídeo e comprovem vocês mesmos!

“DE MANEIRA QUE CADA UM DE NÓS DARÁ CONTA DE SI MESMO A DEUS.” Romanos, 14- 12

GOULASH DE COXÃO MOLE MM- VÍDEO 09

Receita prática e barata, essa comida tem sua origem na Hungria, onde ficou conhecida como “a comida dos vaqueiros”.

Sabe quando você chega em casa cansado, com vontade de comer algo que conforte e ao mesmo tempo não dê muito trabalho?

O Goulash é um prato bem aromático, quente e acolhedor. Excelente para confortar a alma em dias que a vida exige nosso melhor. (Harpyja)

Para acompanhar, um arroz branco ou pão para molhar no molho que se forma.

Então, assistam o vídeo, preparem a receita e bom apetite!!!

“ATÉ QUANDO PERMANECERÃO NO MEIO DE TI OS TEUS MAUS PENSAMENTOS?”” Jeremias, 4-14

ESTROGONOFE DE MIGNON MM- VÍDEO 08

STROGONOFF é um prato originário da culinária russa.

Existem várias explicações para o nome desse prato, presume-se que seja derivado do nome de algum membro da grande e importante família Stroganov.

O estrogonofe (já na versão abrasileirada) é bastante popular no Brasil, onde tem muitas variações, podendo ser utilizado carne bovina, frango ou camarões. A principal característica do estrogonofe brasileiro é o uso de molho de tomate ou ketchup, misturado com o creme de leite e cogumelos. Além disso, é sempre servido com uma porção de arroz branco e batata palha, enquanto que na Rússia é geralmente servido com batatas cozidas. (Wikipédia)

(Foto ilustrativa MdeMulher)

Nossa, está passando super rápido essas postagens dos vídeos!

Já são oito, mas aguardem: temos duas ótimas receitas ainda!

E vou colocar uma foto minha enquanto preparava essa receita.

Bem feliz, não é mesmo?

Pois é, somos felizes quando fazemos aquilo que gostamos e eu, particularmente, estou amando tudo isso!

“BUSCAI AO SENHOR ENQUANTO SE PODE ACHAR, INVOCAI-O ENQUANTO ESTÁ PERTO.” Isaías, 55- 6

ESCABECHE DE LAGARTO MM- VÍDEO 07

O escabeche era um modo tradicional de conservar alimentos, como carnes, aves e peixes, especialmente para longas viagens. A base do escabeche era o vinagre, que fazia um pré cozimento e conservava o alimento por meses sem deteriorar.

Esse tipo de conservação deu origem a pratos na gastronomia local.

Fiz essa carne para comer fria, dentro de um pãozinho ou salada.

É ótima para trocarmos o jantar por um lanche, o que é bem mais saudável.

E hoje temos mais uma colaboração e que está sendo frequente aqui no blog: minha amiga GLACY, que está se superando em nossas receitas.

Hoje com o Filé à Parmegiana!

“E, ASSIM, COM CONFIANÇA, OUSEMOS DIZER: O SENHOR É O MEU AJUDADOR, E NÃO TEMEREI O QUE ME POSSA FAZER O HOMEM.” Hebreus, 13- 6

FILE A PARMEGIANA MM_ VIDEO 06

ALCATRA

Considerada “A Rainha das Carnes”. Servida ao ponto ou mal passada é considerada uma carne nobre, de fibras macias. A peça inteira está localizada no traseiro do boi entre o lombo e a coxa, de onde saem outros cortes igualmente apreciados, como a picanha e a maminha. É ideal para bifes, refogados, assados, ensopados e churrasco.

E o que esta explicado no site da Cooperativa Maria Macia.

Primeiro quero explicar a voce que esta lendo esse texto, que as palavras estao sem acento e a pontuacao nao esta correta devido a um problema que ocorreu na formatacao desse computador e que espero solucionar o quanto antes.

Entao vamos la

Novamente coloco aqui a colaboracao das minhas amigas GLACY e TELMA que tem aproveitado as receitas e enviado as fotos e dessa vez com a MAMINHA MARIA MACIA!

Mais uma vez, obrigada amigas!

Primeira foto: Glaci e segunda foto: Telma.

MAS SE ESPERARMOS O QUE NAO VEMOS, COM PACIENCIA O ESPERAMOS. Romanos, 8, 25.

MAMINHA AO VINHO MM- VÍDEO 05

Preparada da forma correta, a maminha fica extremamente macia e saborosa.

Sua camada de gordura da textura e suculência para a carne durante o seu preparo.

Acima, mais uma receita que recebi feita pela minha amiga TELMA: Fraldinha aos Cinco Temperos Maria Macia!

Ela está adorando provar nossas receitas e eu fico feliz com isso!

Obrigada, amiga!!!

“SE VÓS ESTIVERDES EM MIM, E AS MINHAS PALAVRAS ESTIVEREM EM VÓS, PEDIREIS TUDO O QUE QUISERDES, E VOS SERÁ FEITO.” João, 15- 7

CARRETEIRO COM CARNES MM- VÍDEO 04

A receita surgiu quando mercadores ambulantes atravessavam a região em carretas puxadas por bois. O carreteiro valia-se muito da carne de sol em seu cardápio, que no Sul do país é conhecida como charque, pois, além de abundante na época, ela se mantinha conservada durante os muitos dias das viagens. (gilomarilia.com.br)

É feito de arroz ao qual se adiciona carne seca desfiada ou picada, às vezes paio e linguiça em pedaços, refogados em bastante gordura, alho, cebola, tomate e cheiro verde.

E é uma receita bem parecida com essa que você vai ver no vídeo abaixo.

Mas antes, quero mostrar outros pratos feito com a FRALDINHA MARIA MACIA e que me foi enviada pelas:  minha amiga de muitos anos, GLACI GURGEL.

Ela contou-me que a família estava reunida e todos aprovaram com louvor!

E acabo de receber mais uma receita aprovada, vinda de Porto Velho, Rondônia. E quem fez foi a TAMARA OLIVEIRA HIGASHI, também amiga de muitos anos!

Obrigada, amigas!

“PORQUE O SENHOR É O NOSSO JUIZ; O SENHOR É O NOSSO LEGISLADOR; O SENHOR É O NOSSO REI; ELE NOS SALVARÁ.” Isaías, 33- 22