BOLO CREMOSO DE MILHO

Faz bastante tempo, coloquei aqui a receita de “Bolo de milho verde“, feito com o bagaço do milho.

Essa receita é bem mais prática e fica deliciosa!

INGREDIENTES

1/2 xícara de óleo

1 xícara de leite

1 lata de milho verde com a água

3 ovos

1 xícara e meia de açúcar

1 xícara de fubá

1 colher (sopa) de fermento

Bata todos os ingredientes em liquidificador.

Leve para assar em forma untada e polvilhada com farinha de trigo, em forno pré aquecido em 180º por mais ou menos 50 minutos, até dourar.

Retire, espere amornar e vire em um prato próprio para bolo.

Polvilhe açúcar por cima.

Esse bolo fica bem úmido e é uma gostosura!!!

“E SABEMOS QUE TODAS AS COISAS CONTRIBUEM JUNTAMENTE PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS, DAQUELES QUE SÃO CHAMADOS POR SEU DECRETO.”Romanos, 8-28

PÃO DE CABARÉ (NOVA VERSÃO)

Já coloquei aqui essa receita, mas hoje fiz de uma maneira bem diferente.

Primeiro porque não encontrei aqui esse pão cortado de comprido (especial para torta fria), segundo porque renovar é preciso.

Ficou super gostoso!

INGREDIENTES

2 Pães de forma sem casca cortado normalmente

2 cenouras raladas

1 vidro de palmito

1 lata de milho verde

azeitonas

queijo gouda (ou outro qualquer)

maionese

leite para umedecer as fatias

batata palha para enfeitar

Pique tudo bem picadinho.

Coloque em uma tigela e junte a maionese, pimenta do reino, sal (se precisar) e mexa bem.

Vá colocando uma a uma as fatias sobre um papel alumínio e umedeça com o leite.

Coloque uma quantia generosa sobre a fatia e cubra com outra e assim sucessivamente.

Deite os pães, arrume bem deixando uniforme e enrole no papel alumínio.

Eu faço sempre de um dia para outro, deixando na geladeira.

Quando for servir, coloque maionese em volta dele todo.

Depois disso, coloque muita batata palha sobre e em volta dele.

Esse eu fiz para um lanche com bastante pessoas; se vai fazer para poucas é só preparar a metade da receita.

Fica uma delícia!

“PORQUE O SENHOR REPREENDE AQUELE A QUEM AMA, ASSIM COMO O PAI, AO FILHO A QUEM QUER BEM.” Provérbios, 3- 12

 

 

 

ARROZ DE FORNO EM CAMADAS

Encontrei essa receita no Guia da Cozinha e como é bem diferente das que faço, resolvi experimentar e adorei!

INGREDIENTES

4 xícaras de arroz cozido

1/2 xícara de ervilha

1/2 xícara de milho

1 cenoura pequena ralada

1 xícara de palmito picado

1 copo de requeijão cremoso

200 gramas de queijo muçarela ralado

sal, pimenta e cheiro verde

Em uma tigela misture todos esses ingredientes e reserve.

Eu fiz uma arroz novo, mas você pode usar um arroz de dia anterior.

MOLHO

2 colheres (sopa) de azeite

1 cebola picada

 2 dentes de alho amassados

2 xícaras de carne assada desfiada

2 xícaras de molho de tomate

Refogue no azeite a cebola e o alho.

Junte a carne (eu usei uma carne, músculo, que sobrou de um ragu) e depois o molho de tomate. Deixe ferver e tempere, se precisar, com sal e pimenta.

Unte um pirex e coloque:

uma camada do arroz

em seguida, o molho da carne

depois o queijo

e assim sucessivamente.

Leve ao forno médio, já aquecido, por mais ou menos 15 minutos.

Uma gostosura!!!!!!!

“O QUE ENCOBRE AS SUAS TRANSGRESSÕES NUNCA PROSPERARÁ; MAS OS QUE AS CONFESSA E DEIXA ALCANÇARÁ MISERICÓRDIA.” Provérbios, 28-13

 

CREME DE MILHO

Penso que todos já fizeram um creme de milho, mas essa receita é a que mais eu faço e como fica tão boa, deixo aqui para vocês, caso queiram experimentar.

1 lata de milho verde

a mesma medida de leite

1 colher (sopa) de manteiga

1 cebola 

1 dente de alho

1 colher (sopa) rasa de farinha de trigo

1 caixinha de creme de leite

Primeiro bata em liquidificador o milho verde com o leite e reserve.

Doure na manteiga a cebola bem picadinha e o alho espremido.

Junte a farinha de trigo e deixe dourar.

Acrescente a mistura do liquidificador e tempere com sal e pimenta do reino.

Vá mexendo até ferver bem.

Junte o creme de leite, mexa, retire e coloque em um pirex.

Sirva com arroz branco e uma carne assada.

Delicioso sempre!!!

“PORVENTURA, NÃO CONHECERÁ DEUS ISSO? POIS ELE SABE OS SEGREDOS DO CORAÇÃO.” Salmos, 44- 21

 

ARROZ À GREGA

Sim, eu sei que as festas de Natal e Ano Novo já passaram, mas nem sei porque não coloquei essa receita antes…

Mas o Arroz à Grega é tão fácil de preparar e combina tanto com carnes (e até puro é uma delícia) que vou dar a receitinha.

Esse eu fiz em um jantar aqui em casa para amigas.

INGREDIENTES

arroz cozido

1 pimentão

1 cenoura

uma xícara de milho

uma xícara de ervilhas

1 cebola e um dente de alho

passas à gosto

1 colher (sopa) de manteiga

sal e pimenta do reino

Primeiro frite na manteiga o alho amassadinho e a cebola bem picada.

Junte a cenoura cortada em cubinhos bem pequenos.

Depois o pimentão também cortado em pedacinhos pequenos.

Refoque um pouquinho, mas não deixe amolecer.

É preciso ficar ao dente!

Tempere com o sal e pimenta.

Junte o milho e ervilhas.

E por último as passas.

Reserve.

Faça o arroz como de costume.

Em uma panela maior, misture tudo com cuidado.

Ele tem que ficar bem soltinho.

Faça com capricho e transforme seu almoço em um almoço super especial!

“PORQUE TODOS OS POVOS ANDARÃO, CADA UM EM NOME DO SEU DEUS; MAS NÓS ANDAREMOS NO NOME DO SENHOR, NOSSO DEUS, ETERNAMENTE E PARA SEMPRE.” Miquéias, 4- 5

 

 

 

 

 

BATATA SUIÇA

Fazer a primeira batata suíça a gente nunca esquece… é uma aventura culinária que entramos sem saber se vai terminar dando certo.

Comi muitas vezes e com inúmeros recheios: de carne seca, com frango, bacon, etc. e como eu tinha pronto um recheio de frango com azeitonas, milho e requeijão, resolvi me aventurar.

Primeiro coloque as batatas em uma panela com água e assim que começar a ferver, conte 7 minutos e retire.

Depois que esfriar coloque na geladeira (eu já deixei cozida de véspera).

Rale as batatas no lado grosso.

Tempere com sal e pimenta do reino. Reserve.

Em uma frigideira bem untada com manteiga (ainda não acenda o fogo), coloque metade das batatas e ajeite nas bordas.

Coloque o recheio que gostar.

Cubra com a outra metade das batatas e com uma colher molhada vá fechando dos lados (eu devia ter colocado 3 batatas ao em vez de duas…)

Ligue o fogo e depois abaixe para fritar bem.

Já tenha pronta outra frigideira ou tampa untada para virar e voltar ao fogo.

Quando eu virei achei que gostaria dela mais torradinha, então desvirei novamente, mas ela ficou bem bonitinha, né?

E super, super gostosa!!!

“OS QUE CONFIAM NO SENHOR SERÃO COMO O MONTE SIÃO, QUE NÃO SE ABALA, MAS PERMANECE PARA SEMPRE.”Salmos, 125- 1

 

 

REAPROVEITANDO SOBRAS

É…não está fácil prá ninguém hoje em dia!

Alimentos caros e nós, donas de casa, tendo que nos reinventar!

Hoje foi assim: o que vou fazer para meu almoço?

Abri o congelador e lá encontrei um pote com carne moída temperada e pronta (com certeza sobra de recheio de panquecas) e um pacotinho de milho verde cozido (natural).

Vi uma caixinha de creme de leite aberta (usada uma parte ontem no recheio de um bolo de pote) e um copo de requeijão cremoso.

ingred.carne

Ulalá!!!

Já vai dar uma mistura mais que deliciosa para eu comer com um arroz branco, pensei.

Primeiro coloquei a carne em uma panela e provei para ver se precisava de mais algum tempero.

Perfeita!

Juntei o milho verde (que quando sobra alguma espiga cozida, retiro os grãos e congelo).

Vá aprendendo!

carne com milho

Deixei ferver e juntei o requeijão cremoso.

Depois, o creme de leite.

com requeijão

Fiz o meu prato e saboreei pensando em como podemos reaproveitar aquilo que guardamos com cuidado.

Essa é uma dica importante: tudo que for congelar, coloque em embalagens ou sacos plásticos limpos e… etiqueta neles (com nome e data) para saber tudo que tem em seu congelador.

prato feito

Ficou com vontade?

Reinvente suas próprias sobras com inteligência e amor!

“PORTANTO, NÃO VOS ENTRISTEÇAIS, PORQUE A ALEGRIA DO SENHOR É A VOSSA FORÇA.” Neemias, 8- 10

MÊS DE JUNHO, MÊS DE FESTAS!

As festas juninas são mais antigas do que todo mundo pensa!

Elas surgiram na Antiga Europa, há centenas de anos.
Não se sabe se o nome “junina” é uma adaptação que veio com o tempo ou se mudou porque a festa é comemorada no mês de junho.

acordeon

Cada um dos países deu o seu toque à festa que conhecemos hoje em dia.

Da França veio a dança (quadrilha), de Portugal e da Espanha veio a dança com fitas, entre outras culturas que foram se popularizando.
Como é de se imaginar, a festa junina foi trazida para o Brasil pelos portugueses durante o período colonial.

Por coincidência, os índios que habitavam o nosso país realizavam rituais nessa mesma época de junho para celebrar a agricultura e, com a vinda dos jesuítas, as festas se fundiram e os pratos passaram a utilizar alimentos nativos,como mandioca e milho.

casamento
As festas juninas acontecem em todo canto do país, mas podem ser divididas em dois tipos distintos: aquelas que acontecem na Região Nordeste e aquelas do Brasil caipira (inspiradas nos Estados de São Paulo, região norte do Paraná, região sul de Minas Gerais e Goiás). Elas possuem diferenças e costumes bem diferentes.
As festas do Brasil caipira são realizadas em quermesses com danças de quadrinha em torno da fogueira e, como não pode deixar de ser, com muita música caipira.

quadrilha

Em todos os lugares, as mulheres usam vestidos coloridos de chita e os homens vestem camisa quadriculada e calças remendados com tecidos também cheios de cores.
A fogueira é um dos maiores símbolos das festas juninas.
Assim como a maioria dos elementos de uma festa junina, existem dois significados para a famosa fogueira.

Nas festas pagãs e indígenas, elas eram feitas para espantar os maus espíritos.

Já na tradição cristã, ela tem uma explicação: Isabel teria dito à Maria (mãe de Jesus) que acenderia uma fogueira para avisá-la do nascimento de seu filho (João).
Maria viu as chamas de longe e foi visitar a criança que tinha acabado de nascer.
Hoje, por questão de segurança, elas também só são feitas em poucas cidades do interior, já que também não são permitidas nas grandes quermesses para que se evite incêndios e acidentes causados pelas chamas.

Mas o símbolo está sempre presente quando pensamos nas festas juninas.

fogueira-na-festa-junina
No Nordeste, o forró é, talvez, o ritmo mais requisitado para as festas juninas, seguido pelo baião, xote, reisado, o samba de coco e outras cantigas típicas. 
Simpatias e promessas para os santos são comuns em todas as épocas do ano, mas, para os três santos homenageados em junho, agora é a hora, principalmente para Santo Antônio, já que ele é considerado o santo casamenteiro e as moças que procuram um namorado, noivo ou marido se apressam para ter tudo pronto no dia 13.

mesa
Difícil não ficar com fome em uma festa junina.

Milho cozido (ou assado), pipoca, bolo de fubá cremoso (ou de milho), maçã do amor, pé-de-moleque, vinho quente, quentão, arroz-doce, canjica, chá de amendoim e muitas outras delícias (normalmente quentinhas, porque essa época do ano é bem fria) são a alma da festa.
Reparou que muitas comidas são derivadas do milho verde?

Isso se deve ao fato de que junho é a época propícia para a colheita do alimento e essa tradição está presente nas festas juninas desde que ela chegou ao Brasil.

Outros grãos — como o amendoim — e raízes — como a mandioca — também marcam presença nas comemorações de junho.

E eu me lembro de uma musiquinha que cantávamos nessa época e que dizia assim:

“MÊS DE JUNHO, MÊS DE FESTAS,

DE FOGUEIRAS AO LUAR.

NO TERREIRO ILUMINADO

TODA GENTE VAI DANÇAR.

DESDE 13 A 29

QUE SE OUVE O ESPOUCAR

DAS BOMBINHAS, DOS FOGUETES

ESTOURANDO PELO AR”

Que lembranças boas tenho das festas da minha infância… e essa música acima, nunca mais ouvi… nem achei no google…perdeu-se com o tempo, bem como as bandeirinhas que fazíamos com capricho para enfeitar o quintal…

bandeirinhas

Fonte: http://www.megacurioso.com.br

Imagens: 1) edu-candoconstruindosaber.blogspot.com; 2) atividadesparaprofessores.com.br; 3) plus.google.com; 4) http://www.grupogsa.com.br; 5) http://www.24brasil.com; 6) http://www.vivaeventos.com.br

“DIRIGE OS MEUS PASSOS NO TEUS CAMINHOS, PARA QUE AS MINHAS PEGADAS NÃO VACILEM.’ Salmos, 17- 5

 

BOLO DE MILHO VERDE

No último post, avisei vocês para NÃO jogarem o bagaço do milho que está sendo coado para fazer o curau, lembram?

coando

Pois é… com ele faremos a massa do bolo que NÃO leva farinha de trigo e SIM fubá.

INGREDIENTES

bagaço de 6 espigas

2 ovos inteiros

1 xícara de açúcar

1/2 xícara de óleo

1/2 xícara de fubá

1 colher (sobremesa) de fermento

massa bolo

Misture tudo delicadamente e por último acrescente o fermento.

Leve ao forno pré aquecido (180º) em forma untada.

indo assar

Mais ou menos 30 minutos e pode retirar.

bolo

Gente,vocês não tem noção (como diz muito a minha filha Fabiane), como isso fica bom com um café!

café ebolo - Copia

Vejam a fatia de perto.

fatia de bolo

E aqui como ficaram: curau e bolo feitos no mesmo dia e com apenas 6 espigas de milho!

bolo e curau

Viva!!!!!!

“PORQUE ASSIM COMO A TERRA FAZ BROTAR A PLANTA E O JARDIM FAZ GERMINAR A SEMENTE, ASSIM O SOBERANO, O SENHOR, FARÁ NASCER A JUSTIÇA E O LOUVOR DIANTE DE TODAS AS NAÇÕES. Isaías, 61- 11

CURAU

Para vocês que estavam com muita saudade das receitas…voltei!!!

Tive que dar um tempo, é lógico, até colocar toda a casa em ordem e vou começar com esse presente que ganhei: milho verde!

espigas

Fazia tempo que não pegava uma espiga assim para tirar a casca, seu cabelo e foi como se tivesse voltado no tempo…

Atenção: preparar essa receita com milho em lata, nem de longe tem o sabor dessa!

INGREDIENTES

6 espigas de milho

4 xícaras de leite integral

1 e 1/2 xícara de açúcar

1 colher (chá) de manteiga

1 pitada de sal

canela em pó (para polvilhar)

grãos

Primeiro retire os grãos da espiga e bata em liquidificador com metade do leite.

coando

Vá coando aos poucos e colocando o bagaço à parte!

ATENÇÃO: não jogue esse bagaço fora porque é com ele que faremos o bolo de milho!

No próximo post vou colocar a receita, mas já adianto que é uma delícia!

massa curau

Misture os demais ingredientes e leve ao fogo, mexendo sempre.

Quando ferver ele começa a encopar e aí continue mexendo por mais ou menos cinco minutos. Retire e coloque em formas ou pirex.

curau pronto

Leve à geladeira e divirta-se!!!!

curau

Gosto de infância, de fazenda…

fatia de curau

Aguardem o bolo!!!

“CONTUDO, O SENHOR MANDARÁ DE DIA A SUA MISERICÓRDIA, E DE NOITE A SUA CANÇÃO ESTARÁ COMIGO: A ORAÇÃO AO DEUS DA MINHA VIDA.” Salmos, 42- 8