FILÉ DE PEIXE AO FORNO

Coloquei a poucos dias a receita de Filé de Peito de Frango ao Forno, e hoje fiz essa maravilha que posto para vocês.

Também é fácil, rápida, não vai ao fogo, não suja quase nada e fica uma gostosura!

INGREDIENTES

4 filés de peixe, ou mais (eu usei a tilápia)

3 batatas

1 cebola

2 tomates

sal, pimenta do reino

1 limão

azeite

1 copo de requeijão cremoso

Primeiramente tempere o peixe com sal, pimenta e limão.

Reserve.

Em um pirex, cubra bem o fundo com azeite.

Descasque as batatas e corte em rodelas não muito finas colocando sobre o azeite no pirex.

Corte em pedaços a cebola e os tomates.

Pegue os filés e disponha sobre as batatas e em seguida, espalhe a mistura de cebola e tomates.

Em seguida, regue um pouco de azeite por cima e, se quiser, coloque mais um pouco de tempero por cima. Leve ao forno coberto com papel alumínio, já aquecido em forno médio por cerca de 30 minutos.

Experimenta com um garfo para ver se a batata está molinha ( a minha em 30 minutos ficou ótima).

Retire e despeje o requeijão cremoso por cima e leve ao forno novamente por 10 minutos.

Aí é só degustar, mais essa delícia de receita que você pode acompanhar com um arroz branco e uma saladinha.

“A MINHA ALMA DISSE AO SENHOR: TU ÉS O MEU SENHOR; NÃO TENHO OUTRO BEM ALÉM DE TI.” Salmos, 16- 2

PERAS AO VINHO

Em um dia qualquer desses, minha amiga Cidinha veio buscar umas Comidinhas da Vovó e trouxe um potinho desse doce delicioso!

Me deliciei com ele e pedi a receita, é claro!

Então vamos a ela, a receita.

Sim, os ingredientes são só esses mesmo:

4 peras

1 copo de açúcar

1 copo de vinho (ela usou rosé e eu usei um branco seco)

Canela em rama a gosto

Água que cubra as peras

Lave bem as peras (não descasque) e corte-as ao meio.

Coloque em uma panela grande todos os ingredientes e leve ao fogo para ferver.

Com bastante cuidado você pode virar algumas vezes.

Quando enfiar um garfo e sentir que está macia, pode retirar (leva mais ou menos de trinta a quarenta minutos).

Coloque em um pirex bonito e leve à geladeira.

Na hora de servir, coloque em uma taça com creme de leite por cima.

Além de uma sobremesa chique, é também uma delícia!!!

Se quiser mais uma receita com pera, experimente a Torta de Pera, clicando aqui.

“A SALVAÇÃO VEM DO SENHOR; SOBRE O TEU POVO SEJA A TUA BÊNÇÃO.” Salmos, 3- 8

E A PRIMAVERA CHEGOU!

Não, eu não errei não!

É que enquanto aqui no Brasil entramos no Outono, em Portugal onde minha filha Fabiane mora, é Primavera!

E é de lá que ela nos manda esse texto com as fotos lindas que tirou.

(Essa é a varanda do seu apartamento em Lisboa, já festejando com flores a nova estação)

Primeiro dia de primavera no hemisfério norte, confinamento começou a dar uma aliviada – a conta gotas, é bem verdade, mas qualquer passo é um avanço!

Saio pelas ruas de Lisboa, meio sem destino.

Quero ver as flores, sentir o ar da nova estação e acreditar que os bons ventos estão chegando.

(Alfama)

Sinto alegria por ter passado mais de um ano de pandemia sem ficar doente e tendo minha família com saúde.

Ao mesmo tempo sinto uma tristeza por todos os que se foram.

Pelas ruas vazias e lojas fechadas, pelo silêncio, pela dor. 

(Panteão Nacional)

Também sofri perdas por causa do vírus.

Perdi pessoas, perdi de estar com meus amigos, perdi de ver minha família…

Mas, nesse misto de sentimentos, o que prevalece é a gratidão.

Sou muito grata a Deus por me dar forças diariamente, por cuidar dos meus, por encher meu coração de esperança de que dias melhores virão.

(Amendoeira)

(Miradouro de Santa Luzia)

Enquanto isso, aproveito para apreciar a cidade, ver a natureza colorindo as ruas, as flores brotando e a certeza de que Ele está no comando.

Por isso, posso descansar em paz.

(Por do sol no Cais do Sodré)

Bem, aí está o texto entre tantos que ela já escreveu para o blog, desde sua temporada na África do Sul até agora em Portugal.

E sobre esse mesmo assunto você pode ler em “O que podemos aprender com essa pandemia texto de março de 2020.

“APARECEM AS FLORES NA TERRA, O TEMPO DE CANTAR CHEGA, E A VOZ DA ROLA OUVE-SE EM NOSSA TERRA.” Cantares, 2- 12

f

PÁSCOA- MORTE E VIDA

O QUE NOS ENSINA A RESSURREIÇÃO DE JESUS

A ressurreição de Jesus foi o maior milagre da história!

Nesse dia o mundo mudou para sempre.

Esse evento maravilhoso nos ensina 3 coisas muito importantes sobre Jesus:

Jesus venceu a tentação.

A bíblia diz que o salário do pecado é a morte. Mas Jesus nunca pecou! Por isso, ele não podia continuar morto. Ao longo de sua vida na terra, Jesus enfrentou tentações, mas não cedeu. Ele nos mostrou que é possível vencer a tentação e rejeitar o pecado.

A morte foi derrotada.

Jesus continua vivo até hoje! Ele derrotou a morte e agora está junto do Pai. Isso significa que a morte perdeu seu poder. Jesus mostrou que a morte não é o fim.

Esperança para quem crê.

Assim como Jesus ressuscitou, nós também podemos ressuscitar. Jesus promete a vida eterna a todo aquele que crê nele. A morte não é mais motivo de desespero. Em Jesus podemos receber uma vida nova.

(Bíbliaon)

Tem um cântico de louvor que gosto muito e diz assim:

“PORQUE ELE VIVE

POSSO CRER NO AMANHÃ.

PORQUE ELE VIVE

TEMOR NÃO HÁ.

MAS EU BEM SEI,

BEM SEI,

QUE A MINHA VIDA

ESTÁ NAS MÃOS

DO MEU JESUS

QUE VIVO ESTÁ.”

Já escrevi algumas vezes aqui sobre a Páscoa: uma poesia minha A TRISTEZA DO CALVÁRIO; também um texto lindo “FILIPE E O OVO DA PÁSCOA“. É só clicar em cima que você vai direto.

Imagens: 1) universal.org; 2) comunidade católica shalom; 3) CEBI!

“DISSE-LHE JESUS: EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA; QUEM CRÊ EM MIM, AINDA QUE ESTEJA MORTO, VIVERÁ.” João 11- 25

FRANGO ASSADO COM BATATAS

Penso que, como eu, muitas pessoas antigamente, tinham certeza do cardápio de domingo: frango assado!

E como fazia tempo que eu não fazia esse prato!

Pois bem.

Fiz e chamei meu filho, nora e netos para almoçar.

Fez sucesso!

Bem, primeiramente lave bem o frango com uma água com limão para limpar por dentro e por fora. Enxugue com papel toalha e reserve.

Faça uma pasta com sal com alho (usei arisco), pimenta do reino e manteiga (usei doriana).

Esfregue bem por dentro e por fora essa pasta no frango e, se puder, deixe de um dia para outro que foi o que fiz.

Como eu tenho temperos no meu quintal, colhi algumas folhas de manjericão e alecrim para colocar dentro do frango e dar aquele perfume e sabor.

Vejam só minhas plantas!

Tenho sálvia, hortelã, salsinha, cebolinha (começando), além do alecrim e manjericão.

Descasque três cebolas pequenas.

Coloque as cebolas, alecrim e manjericão dentro do frango.

Você pode costurar a abertura ou fechar com palitos, que foi o que fiz.

Agora, é só colocar em forno médio pré aquecido coberto com papel alumínio por uma hora.

Enquanto isso, descasque e corte as batatas ao meio e deixe cozinhar com um pouco de sal.

Não deixe cozinhar muito para não desmanchar.

Depois de uma hora, retire o papel alumínio, coloque as batatas em volta e regue tudo com azeite.

Deixe mais uma hora (dependendo do tamanho do frango) até ficar bem assado.

Pronto!

Mais uma delícia para você preparar e gostar!

“PORQUE, SE CREMOS QUE JESUS MORREU E RESSUSCITOU, ASSIM TAMBÉM AOS QUE EM JESUS DORMEM DEUS OS TORNARÁ A TRAZER COM ELE.” I Tessalonicenses, 4- 14

A VISTA DA SUA JANELA

Nesses tempos tão diferentes pelos quais passamos, às vezes aparece alguma ideia boa.

Foi assim que fui convidada para um grupo privado com 23.500 membros de todo o mundo.

Consiste em fotografar da sua janela, algum momento bonito da natureza, seja luar, por do sol, tempestade, neve, chuva, flores, etc.

Me animei e a primeira que enviei foi essa da minha cozinha onde eu lavava a louça do jantar.

A foto passa por uma seleção e aí é postada no facebook na página da “A vista da sua janela”.

Fiquei super feliz, pois tinha me tornado um “janeleira”, que é como somos chamados.

Sempre colocamos o lugar (cidade, estado e país) onde estamos com a seguinte pergunta: “De onde você me vê?”

Então pessoas do mundo todo escrevem de onde estão me vendo!

Lugares no Brasil e inúmeros países conectados através dessas janelas!

A segunda foto que enviei, também de uma lua, tirei da rede onde estava e qual não foi minha surpresa em ver que peguei, sem querer, um avião passando.

Essa foto foi super comentada com pessoas que ainda perguntavam como consegui colocar o avião sobre um fio de energia… nem eu sei…

Aí sempre procurava alguma coisa para fotografar.

Como esse luar, que fotografei da janela da sala, pegando um pouco das flores do meu jardim.

E aí ficamos animados porque são tantas fotos lindas de neve, de ruas e cidades, de por do sol e luar que vamos curtindo todas e colocando : “vejo você de Campo Mourão- PR”.

Foi quando fui até Brusque no final do ano e me encantei com esse céu maravilhoso que também é claro, tive que mandar.

Todas essas fotos que estou colocando aqui para vocês, foram selecionadas e saíram no post do face.

Arco íris também sempre sai bem nas fotos.

Essa tirei da janela da minha sala.

Meu filho conseguiu uma linda foto com direito à piscina e parte da casa banhadas pelo por do sol.

Não tive dúvidas e enviei também.

E, para encerrar, outra que tirei da rede onde fico à postos com meu celular, caso apareça alguma coisa.

E apareceu!

Estou feliz por ter entrado nesse grupo e agradeço às pessoas que tiveram essa linda ideia onde, no meio dessa pandemia, achamos alento em observar e conhecer lugares tão diversos e tão maravilhosos.

“Ó SENHOR, SENHOR NOSSO, QUÃO ADMIRÁVEL É O TEU NOME EM TODA A TERRA, POIS PUSESTE A TUA GLÓRIA SOBRE OS CÉUS!” Salmos, 8- 1

ALMÔNDEGAS

E não é que num belo dia, alguém me perguntou como se faz almôndegas?

Fui olhar aqui no blog com a certeza de que já tinha colocado anteriormente, mas nada…

Então, mais que depressa, fiz, tirei as fotos e cá estão elas: as almôndegas!

E são esses os ingredientes:

1/2 quilo de carne moída (de preferência patinho)

1 pão amanhecido

leite (para amolecer o pão)

1 ovo

temperos que gostar: sal, pimenta do reino, cheiro verde.

A primeira coisa a se fazer é picar o pão e umedecer com um pouco de leite, deixar um pouquinho e depois espremer bem antes de usar.

Depois colocamos sobre a carne o ovo, temperos e o pão espremido.

Amasse bem com as mãos e comece a fazer as bolinhas (mais ou menos cinco centímetros de diâmetro) e vá colocando em uma tábua polvilhada com farinha de trigo.

Coloque óleo em uma frigideira, deixe esquentar e vá colocando as almôndegas, fritando bem dos dois lados. Retire e coloque sobre um papel toalha.

Agora é só fazer um molho de tomate (eu usei uma lata de tomate pelado, temperos e um fio de azeite) e colocar as almôndegas fritas para cozinhar um pouco e absorver esse molho.

Observação: retirei o óleo da frigideira e fiz o molho aproveitando aquele grudadinho que ficou da fritura para dar sabor ao molho.

Pronto!!!

Aproveite para fazer um macarrão ou um purê de batatas e saboreie junto!

“E NÃO VOS DESVIEIS; POIS SEGUIRÍEIS AS VAIDADES, QUE NADA APROVEITAM E TAMPOUCO VOS LIVRARÃO, PORQUE VAIDADES SÃO.” I Samuel, 12- 21

FILÉ DE PEITO DE FRANGO AO FORNO

Como gosto de receitas práticas e fáceis!

Essa não vai ao fogo, somente usamos o forno e pronto!!!

Como disse a minha filha Viviane: sabor surpreendente, maravilhoso! Isso porque eu já tinha feito e enviado a receita para ela e Fabiane sendo que as duas fizeram.

Então tomem nota dos INGREDIENTES:

1 ou mais peitos de frango cortado em filés não muito finos

sal, pimenta do reino, cheiro verde e alho a gosto

2 colheres (de sobremesa) de manteiga

1 sachê de molho de tomate

1 copo de requeijão cremoso

1 lata de milho verde

150 gramas de queijo muçarela

Primeiramente tempere os filés com todos os temperos acima e reserve.

Em um pirex, espalhe a manteiga sobre todo ele e coloque os filés bem arrumadinhos por cima.

Coloque por cima o molho de tomate.

Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré aquecido 180º por 30 minutos.

Enquanto isso, coloque em uma tigela o milho (retire a água) e o requeijão misturando bem.

Passado o tempo, retire o frango do forno e coloque por cima o requeijão e o milho que já estão misturados.

Por cima junte o queijo ralado no lado grosso.

Leve ao forno novamente por mais ou menos 10 minutos para gratinar.

Fica realmente deliciosa e aprendi no site do Tudo Gostoso!

“PORQUE EU QUERO MISERICÓRDIA E NÃO SACRIFÍCIO; E O CONHECIMENTO DE DEUS, MAIS DO QUE HOLOCAUSTOS.” Oseias, 6- 6

E NÃO HOUVE CARNAVAL…

Às vezes isso acontece: levanto no meio da noite e começo a escrever.

Não deu outra: saiu poesia!

E NÃO HOUVE CARNAVAL…

As mãos que agitavam pandeiros,

faziam rufar tambores,

que tiravam lamento das cuícas,

movimentaram-se, salvando vidas,

curando dores.

O que foi feito de ti, Carnaval?

Perdeu a luta,

foi vencido, esmagado,

por um inimigo invisível

deixando-o aniquilado?

Ah, quantas glórias tiveste!

Paravas tudo, achando-se invencível.

Mas nessa quarta feira,

de cinzas e temores,

enfrentou inimigo terrível!

Ouvem-se vozes de lamento,

gritos na escuridão.

São choros convulsivos,

saídos do coração,

ecos na solidão.

E, se almejas voltar

a desfilar na Avenida,

tens que derrotar primeiro

esse ser traiçoeiro

que ameaça tua vida.

Então vozes de choro

silenciarão.

E sons de pandeiros,

tambores e cuícas,

trarão de volta a canção.

“Vou beijar-te agora

não me leve a mal

hoje é Carnaval.”

E a guerra enfim,

 terminou!

Imagem 1: Fala, Nubank; Imagem 2: Fala! Universidades

“PORQUE A PALAVRA DA CRUZ É LOUCURA PARA OS QUE PERECEM; MAS PARA NÓS, QUE SOMOS SALVOS, É O PODER DE DEUS.”I Coríntios, 1- 18

SAGU DE VINHO E CREME

Sagu é uma fécula extraída do interior esponjoso de várias espécies de plantas, chamadas popularmente sagueiros ou saguzeiros, sendo utilizada como alimento básico em diferentes lugares no mundo.

A fécula é preparada a partir da mandioca limpa, ralada e molhada, formando uma goma úmida, que depois é peneirada até se transformar nas bolinhas, que são aquecidas e depois resfriadas. (Wikipédia)

 E como fazia tempo que eu não colocava um doce!!!

Aí me veio a lembrança desse, que nos remete a tempos de casa de avó…

E para completar, um creme bem fino e gostoso que combina mais do que bem com nosso sagu de vinho.

INGREDIENTES para o SAGU:

1/2 xícara de sagu

1/2 garrafa de vinho tinto

2 e 1/2 xícaras de água

1/2 xícara de açúcar

1 canela em rama

2 cravos da índia

Numa tigela, coloque o sagu, cubra com 1 xícara de água filtrada e deixe descansar por uma hora.

Coloque numa panela média o restante da água, o vinho, canela, cravos e açúcar.

Misture bem.

Leve ao fogo e, quando ferver, junte o sagu com o líquido que sobrar na tigela. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos ou até que as bolinhas estejam macias e quase transparentes. Mexa de vez em quando para o sagu não grudar no fundo da panela.

Retire, coloque em um bonito pirex e leve à geladeira.

INGREDIENTES do CREME

1/2 litro de leite

1 caixinha de leite condensado

2 colheres (de sopa rasas) de maisena

Desmanche a maisena em um pouco do leite e junte ao leite na panela juntamente com o leite condensado.

Vá mexendo sempre até ferver bem.

Retire, coloque em outro pirex e leve á geladeira.

Sirva em taças e bem gelado.

Uma combinação e tanto!!!

“QUANTO MELHOR É ADQUIRIR A SABEDORIA DO QUE O OURO! E QUANTO MAIS EXCELENTE, ADQUIRIR A PRUDÊNCIA DO QUE A PRATA!” Provérbios, 16- 16