COMIDINHAS DE RESTAURANTE

Talvez o título desse post pudesse ser: “O ADEUS À LAGOSTA” ou ainda “POR QUE DEIXAR PARA AMANHÃ O QUE SE  PODE COMER HOJE”.

Pois é.

Ainda contando sobre a viagem que fiz para Bombinhas mais algumas peripécias!

Ao lado do hotel onde estava hospedada ficava o restaurante Casa da Lagosta onde fiz várias refeições.

202

Aqui um aperitivo à beira da piscina: bolinhos de camarão e uma caipiríssima.

Já no primeiro dia conversei com o dono e combinei que na sexta feira (meu último jantar) iria experimentar a lagosta.

Pedi para fotografar dentro da cozinha todo o preparo dela e a receita com a foto do chefe.

OK, tudo certo!

3426

Esse é um linguado grelhado ao molho de ervas e requeijão.

4468

Camarões à milanesa com batatas sauté.

Acontece que depois de tanta comilança, meu organismo resolveu pregar uma peça.

Amanheci sexta feira indisposta e era eu e a rainha da Inglaterra a nos revezar no trono.

3433

Linguado à milanesa com batatas fritas.

4491

Linguado grelhado com recheio de camarão gratinado.

Resultado: fiquei literalmente a “ver navios” na sacada do apartamento…

A receita da lagosta vou ficar devendo, mas aproveitem as sugestões dos pratos acima: todos fáceis de preparar!

FRANGO ENROLADO DO MEU JEITO

Ah,  como eu gosto de inventar quando vou para a cozinha!

E, dia desses, fiz um novo recheio para esse frango que costumava fazer com ameixa e damasco (uma maravilha também)!

Ficou muuuuito gostoso!!!

fr.re 5

INGREDIENTES

2 peitos de frango desossado e aberto

sal, pimenta do reino

50 gramas de queijo gorgonzola

50 gramas de ricota

4 colheres (sopa) de requeijão cremoso

1 colher (sopa) de manteiga

1/2 litro de leite

1 colher (sopa) de farinha de trigo

1/2 copo de vinho branco seco

manteiga (para fritar)

palitos

fr.re 2

Tempere os filés de frango com sal e pimenta do reino.

Reserve.

Em um prato fundo, amasse a ricota e o gorgonzola com um garfo e junte o requeijão cremoso (para dar liga).

Coloque um pouco do recheio sobre o filé e enrole, espetando com alguns palitos (para ficar bem fechado).

fr.re.3

Pegue uma frigideira,  coloque a manteiga e frite os enroladinhos.

Vá colocando em um pirex.

salgados e doce 008

Faça um molho branco com a manteiga, a colher de farinha de trigo o vinho e o leite.

Tempere com sal e pimenta.

Despeje sobre o frango.

fr.re 4

(Como sobrou um pouco do recheio, juntei ao molho branco).

Leve ao forno para gratinar.

fr.re 6

Servi com arroz branco e as batatas assadas.

TRÊS MULHERES ESPECIAIS

Trabalho há anos numa grande empresa e é interessante observar a diferença que existe entre as pessoas.

E nem sou psicóloga…

Primeiro passei a notar a Halina que é uma moça bem jovem e bonita.

Num meio em que, muitas vezes, as pessoas nem se conhecem e mal se cumprimentam, ela oferece o seu “bom dia” mavioso.

Isso mesmo: mavioso, de suave, terno, afável.

Quase vejo notas musicais saindo desse seu bom dia que ela oferece a todos, indistintamente.

– BOM DIA!

notas musicais

A segunda e não menos importante, é a Ana Carla.

Estávamos passando por um período de grande estiagem.

A grama, flores e arvorezinhas do nosso jardim estavam secas e tristonhas.

Aí, uma manhã, dois empregados da manutenção, chegaram com sua máquina Vap de lavar calçadas e começaram a esfregar o pátio demoradamente.

Algumas horas depois ela chega transtornada pedindo que parassem com aquilo, que era muita água sendo desperdiçada.

– São ordens! Responderam eles, continuando.

Ela então vai até a administração e conta o problema.

Mais tarde, ela que sempre se mostrou calma, contou-me que não tinha sido atendida, mas que tinha deixado registrado o seu protesto.

– Não adiantou nada! Disse ela tristemente.

lavadora VAP

Engano seu, minha amiga, são exemplos como o seu que nos fazem parar e pensar!

E a terceira é a Solange.

Nem trabalha mais conosco, mas talvez se soubessem de suas atitudes teria sido mais valorizada.

Nós usamos copos descartáveis para tomar água.

Como eles são muito frágeis, muitas vezes pegamos dois copos para ficar mais firme.

Um belo dia, ela chegou com um presente para todos do setor: um porta copos de plástico duro, perfeito para ser colocado o outro dentro.

– Assim não será preciso usar dois. Um só basta! Ela falou.

Em outra ocasião, na cozinha que fica ao lado, várias canecas e chaleiras ferviam água para o café.

A zeladora que o preparava não estava por ali.

Muitos tinham passado sem fazer nada.

Ela entrou, desligou a chama do gás para não ficar fervendo à toa.

Ninguém viu… só eu, mas foi um exemplo maravilhoso de alguém que, sem se mostrar, fez a sua parte.

chaleira

E eu fiquei pensando com meus botões: ainda bem que existem pessoas como essas mulheres que oferecem sorrisos, que se importam com o meio ambiente, que sabem a importância do poupar!

Nem tudo está perdido!

No final do túnel, existe luz!

uma_luz_no_fim_do_tunel

Imagens: 1) pensando.dihitt.com; 2) http://www.americanas.com.br; 3) http://www.robsonpiresxerife.com; 4) andretaka.wordpress.com

 

YAKISOBA

chamada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cheguei hoje de Campo Mourão onde estive matando saudades do meu filho e nora.

Por isso não postei a receita nessa segunda feira…

E, como não poderia deixar de ser, fui para a cozinha:  no sábado fiz um Carreteiro para 4 casais amigos deles; no domingo à tardinha, uns Bolinhos de Chuva para a Pati matar a vontade do Cesinha (meu neto que nasce em julho) e na segunda feira, ontem, um Yakisoba que é a receita de hoje.

yakissoba (5)

INGREDIENTES

300 gramas de carne cortada em tirinhas

4 dentes de alho

4 cebolas cortadas em tiras

couve flor

cenoura

brócolis

acelga

shoyu

ajinomoto

óleo

macarrão tipo miojo

Numa panela grande frite a carne em um pouco de óleo.

Retire e reserve.

Na mesma sobra do óleo frite o alho e cebola.

Junte a carne, mexa e reserve.

Eu dou uma cozinhada no brócolis, couve flor e cenoura para não ficar muito duro então misturo ao refogado de carne e junto o shoyu e ajinomoto a gosto. Sempre experimento para ver se precisa de mais sal. Aí é que junto a acelga rasgadinha.

Numa panela à parte, cozinhe o macarrão em bastante água, retire e escorra bem.

Junte tudo e mexa com cuidado.

Faça na hora de servir para o macarrão não ficar mole demais.

yakissoba (1)

O Yakisoba é um prato de origem chinesa que significa, literalmente, “macarrão de sobá frito”.

Mas o que é um sobá?

É o tipo de macarrão usado nesse prato e que pode ser tipo talharim ou do tipo lámen (miojo).

 

PERSONAL ORGANIZER

A carioca Andrea Ibrahim mora em Curitiba há dezoito anos, e foi aqui que descobriu uma nova profissão: a de Personal Organizer ( profissional da organização).

Seu trabalho é cobrado por hora (R$ 50,00) e consiste em arrumar armários dos quartos, cozinha, banheiros, organizar a geladeira, enfim, deixar tudo em ordem para facilitar a vida de quem não tem tempo.

Andrea 1

Com toda essa arrumação, o espaço de um armário aumenta de 30% a 40%!     

Andrea 3Andrea 4

ANTES                                            DEPOIS

O primeiro passo é fazer uma avaliação dos lugares que deverão ser arrumados e, em cima disso, ela faz o orçamento.

No dia do trabalho ela usa luvas, protetor de sapatos e avental e leva uma mesa retrátil para fazer a dobradura das roupas.

O trabalho não é de limpeza e sim de organização, de arrumação de interiores para melhorar o acesso às coisas do dia a dia das pessoas.

Andrea 2Andrea

Além disso, Andrea também organiza jantares, lanches e almoços.

A ideia é criar ambientes agradáveis e mesas bem postas para uma refeição a dois, para um jantar de negócios ou para receber os filhos e amigos.

Para isso ela utiliza louças da própria casa em que está, criando um ambiente aconchegante com flores, velas e muita personalidade.

Andrea 5

Os telefones de contato são: 3029-0079/ 9967-8088.

Em maio seu site entra no ar no endereço http://www.andreaibrahim.com.br

Além das novidades, Andrea disponibilizará fotos de seus trabalhos e dicas para manter sua casa em ordem.

Seu trabalho já está sendo reconhecido e no mês de março saiu uma matéria sobre ela na Revista Veja, em comemoração ao aniversário de Curitiba.

Segue o link: http://vejabrasil.abril.com.br/curitiba/materia/compras-servicos-bom-barato-1994

Muito legal, não acham?

(Colaboração da minha filha jornalista Fabiane Prohmann)

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO

Tenho seguido uma norma, desde o início desse blog, de postar meus textos e receitas sempre nas segundas e quintas feiras.

Mas hoje foi um dia especial e portanto vou fugir à regra.

Como vocês sabem, meus netos moram em Angola (como já contei em 18-07 no texto “Fazendo Tricô“) e recebi à pouco uma foto deles com minha filha Viviane.

Estão usando o Toque, esse chapéu de chefe de cozinha e estão preparando o café da manhã em sua escola.

2013-10-16 08.11.59 (1)

(Na foto: Heitor, Isadora e Viviane)

Imaginem minha alegria em vê-los…eu que amo cozinha!!!

É claro que quis compartilhar com vocês!

“16 de outubro é o Dia Mundial da Alimentação- esta comemoração, que teve início em 1981, é na atualidade celebrada em mais de 150 países como uma importante data para conscientizar a opinião pública sobre a questão da nutrição e alimentação” (Wikipédia)

 

BOMBOCADO DE TABULEIRO

Uns chamam de Queijadinha, outros de Bombocado.

De qualquer forma é um doce tipicamente brasileiro e que teve sua origem na cozinha portuguesa.

Fazia algum tempo que não preparava essa receita, mas vi que preciso fazer mais vezes porque além de muito fácil, é deliciosa com um cafezinho!

bombocado de tabuleiro 002INGREDIENTES

3 ovos

1 colher (sopa) de manteiga

1 garrafinha de leite de coco

a mesma medida de leite

1 pacote de queijo ralado (50 g)

1 pacote de coco ralado (50 g)

2 xícaras de açúcar

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

1 colher (sobremesa) de fermento

Primeiramente deixe o coco ralado de molho com um pouquinho do leite a ser usado.

Coloque na ordem acima os ingredientes no liquidificador e vai misturando a cada adição.

Leve a assar em assadeira untada em forno quente por mais ou menos 45 minutos.

bombocado de tabuleiro 004