TORTEI DA RUTH DEITOS

Tortéi é um prato típico da culinária italiana muito presente nas mesas das famílias de imigrantes italianos e em muitos restaurantes do sul.

Ruth, é quem fez essa delícia para mim, que nunca tinha experimentado.  E foi ela, Ruth Deitos, de 85 anos, a escolhida como “Empreendedora Destaque 2020”pela Câmara da Mulher de Campo Mourão. É ela quem comanda o restaurante A Varanda  e essa homenagem é mais que merecida!

Pois é… meu afilhado Maximiliano Deitos, é juiz em Ji Paraná, em Rondônia e sobrinho da Ruth e  por ele vir passar as férias aqui em Campo Mourão, foi que pude almoçar com eles onde comi essa delícia.

(Eu e Max)

Cheguei mais cedo e pedi permissão para fotografar as etapas do Tortéi.

A massa ela fez, mas pode ser usada a de pastel ou lasanha.

O recheio é feito com:

1 abóbora cabotiá

cebola picadinha

manteiga

temperos como: sal, açúcar, noz moscada, canela em pó

Frita a cebola na manteiga e junta a abóbora picadinha e refoga colocando água aos poucos até ficar uma massa.

Esse recheio fica levemente adocicado e se ficar um pouco aguado, coloque um pouquinho de farinha de rosca.

Tem que colocar uma colherada em cada massa e fechar como pastel.

Cozinhe em uma panela grande com bastante água e um pouquinho de sal.

Ruth já tinha preparado o frango com bastante molho e disse que o melhor mesmo é quando fazia com galinha caipira.

Aí ela começa a montagem em um pirex:

primeiro os pastéis, depois o frango com molho e bastante queijo ralado por cima e vai fazendo as camadas!

Gente, é sensacional!!!!!!!

Olhem meu prato como ficou:

Achei muito bonito porque antes de sentarmos à mesa, a Beatriz, irmã da Ruth, falou sobre o costume da família que sempre quando fazem esse prato, agradecem a Deus.

E foi isso que fizemos, orando a oração do Pai Nosso.

Ruth, obrigada pela paciência em me dar a receita e por ser a pessoa doce que você é! Continue nos dando a alegria de sua companhia por muitos e muitos anos ainda!

“BENDITO O VARÃO QUE CONFIA NO SENHOR, E CUJA ESPERANÇA É O SENHOR. PORQUE ELE SERÁ COMO A ÁRVORE PLANTADA JUNTO ÀS ÁGUAS, QUE ESTENDE AS SUAS RAÍZES PARA O RIBEIRO E NÃO RECEIA QUANDO VEM O CALOR, MAS A SUA FOLHA FICA VERDE; E, NO ANO DE SEQUIDÃO, NÃO SE AFADIGA NEM DEIXA DE DAR FRUTO.” Jeremias, 17- 7 e 8

 

 

DOCE DE ABÓBORA EM CALDA

Já coloquei aqui o doce de abóbora que faço com coco, mas nunca tinha feito em pedaços.

Agora com a facilidade da Doniro Frut, fui experimentar e adorei!

A abóbora já vem pré cozida e o primeiro passo é retirar todo o líquido contido na embalagem e lavar em água corrente.

Coloque em uma panela com água até cobrir todo o produto e deixe ferver por vinte minutos.

Após isso, escorra toda a água da panela e acrescente água morna até cobrir todo o produto novamente.

Adicione 800 gramas de açúcar, canela em pau e alguns cravos.

Deixe ferver até a calda adquirir uma consistência desejada.

Aí você pode colocar em uma compoteira…

Ou em um vidro…

E até dar de presente…

Como eu fiz…

Sirva sempre com um queijo branco de minas ou creme de leite.

Não há quem não goste!

“SENHOR, TEM MISERICÓRDIA DE NÓS! POR TI TEMOS ESPERADO; SÊ TU O NOSSO BRAÇO CADA MANHÃ, COMO TAMBÉM A NOSSA SALVAÇÃO EM TEMPOS DE TRIBULAÇÃO.” Isaías, 32- 2

 

PÃO DE ABÓBORA

Essa receita fiz em uma máquina de pão, mas você pode fazer manualmente que dá certinho também.

Primeiro, começamos pela abóbora que deve ser a  abóbora japonesa ou cabotiá como é mais conhecida.

Descasque, corte em pedaços e leve para cozinhar.

Escorra bem e amasse com um garfo.

Agora, os ingredientes.

1 copo de abóbora (cozida e amassada)

1 ovo

1 colher (sopa) de manteiga

2 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (chá) de sal

3 copos de farinha de trigo

1 colher (chá) de melhorador

2 colheres (chá) de fermento seco

Adicionar nessa ordem acima todos os ingredientes na forma da máquina.

Em 3 horas você terá seu pão prontinho.

Se optar por fazer manualmente, coloque o fermento com o açúcar e um pouco de leite morno para dar uma leve crescida e junte aos outros ingredientes na bacia.

Amasse bem e deixe crescer na bacia coberta por mais ou menos 1 hora.

Retire e amasse novamente, colocando em uma forma para pão, deixando crescer novamente por mais ou menos 1 hora.

Leve para assar por mais ou menos 40 minutos.

Vejam a cor que fica!

E sintam a gostosura que fica com uma manteiga derretendo por cima!!!

Ah, e não esqueça do café!!!!

“PORQUE O PECADO NÃO TERÁ DOMÍNIO SOBRE VÓS, POIS NÃO ESTAIS DEBAIXO DA LEI, MAS DEBAIXO DA GRAÇA.” Romanos, 6- 14

 

 

 

ABÓBORA CABOTIÁ COM CHARQUE (da SONIA)

Eu tenho muita sorte!

Minhas visitas me ajudaram prá valer: uma limpava casa e a outra fez essa maravilha de comida!

(Sonia com o prato pronto)

Eu só fiquei aprendendo e fotografando o passo a passo e as dicas que ela deu.

Por exemplo: como a casca da abóbora cabotiá é muito dura, ela colocou numa panela e deixou ferver um pouco; aí ficou bem mais fácil para descascar.

Aí então ela cortou em pedacinhos e reservou.

O charque ela também cortou em pedacinhos (isso depois de ter deixado de um dia para o outro em água e trocado várias vezes para sair todo o sal).

Em uma panela grande colocou óleo e fritou bastante cebola picadinha.

Depois juntou o charque e deixou fritar um pouco.

Colocou meio pacote de molho de tomate.

Nessa hora o cheiro bom já estava em toda cozinha!

Aí juntou a abóbora cortadinha.

Deixou cozinhando ( foi colocando água aos poucos) até as duas estarem bem macias.

Ela costuma colocar shitake, mas como não encontramos, colocou dois vidros de champignon.

Por último, depois de ver o sal e colocar pimenta do reino, juntou um vidro de requeijão cremoso.

Pronto!!!

Demais de bom!!!

Obrigada, amiga por mais essa gostosura para o meu blog!!!

“COM OS IDOSOS ESTÁ A SABEDORIA, E NA ABUNDÂNCIA DE DIAS, O ENTENDIMENTO.” Jó, 12- 12

QUIBE DE ABÓBORA

Quibe é um prato típico do Oriente Médio.

oriente-medio

Consiste em um bolinho de carne moída, temperada com ervas, que pode ser servido cru, frito ou assado.

A carne pode ser substituída por proteína de soja ou…abóbora, como fiz!

INGREDIENTES

2 xícaras de trigo para quibe

3 xícaras de água

5 xícaras de abóbora

1 xícara de cebola picadinha

2 colheres (sopa) de azeite

6 colheres (sopa) de hortelã picadinha

6 colheres (sopa) de salsinha picadinha

suco de 1 limão

sal e pimenta à gosto

Primeiro cozinhe a abóbora picada até ficar macia e amasse com um garfo; retire e nessa mesma água quente, coloque o trigo de molho por 30 minutos.

Aperte bem para retirar toda a água.

image

Refogue a cebola no azeite e leve para bater em liquidificador com os demais ingredientes.

image

Junte tudo e amasse bem.

image

Leve para assar em forno quente (200º) em forma ou pirex untado por mais ou menos 30 minutos.

image

Essas são as embalagens prontas da linha Fitness, Comidinhas da Vovó Sílvia.

Imagem do mapa mundi: slideplayer.com.br

“E EM NENHUM OUTRO HÁ SALVAÇÃO, PORQUE TAMBÉM DEBAIXO DO CÉU NENHUM OUTRO NOME HÁ, DADO ENTRE OS HOMENS, PELO QUAL DEVAMOS SER SALVOS.” Atos, 4- 12

INHOCÃO DE ABÓBORA

E lá vou eu em minhas experiências culinárias!

Dessa vez juntei a abóbora com queijo e… vejam no que deu!

ingred.abóbora

INGREDIENTES

2 pacotes de abóbora descascada e picada

sal, pimenta do reino

manteiga e azeite para fritar

um pedaço de queijo gorgonzola

abób.assada

Coloque a abóbora em uma forma e leve ao forno médio até ficar macia.

Observação: não pode ser cozida para não juntar água!!!

amassando

Amasse com um garfo.

temperando

Tempere com o sal e pimenta do reino amassando levemente.

Corte o queijo em pedaços pequenos.

na mão

Pegue um punhadinho da massa em sua mão e abra, colocando dentro dela, um pedacinho do queijo. Feche e faça assim com todos.

fritando

Coloque em uma frigideira um pouquinho de manteiga e um pouquinho de azeite e vá fritando com cuidado os inhocões.

Eles ficam bem macios e, se quiserem, podem passar na farinha de trigo antes de fritar para ficarem mais firmes.

Não fiz isso porque minha filha Viviane (que foi quem me deu essa receita) não está comendo nada que leva trigo…

bolinho de abóbora

Gostoso demais!!!

“EU, PORÉM, ESPERAREI NO SENHOR; ESPEREI NO DEUS DA MINHA SALVAÇÃO; O MEU DEUS ME OUVIRÁ.” Miquéias, 7- 7