“Sobre o Natal” é um poema que fiz há muito tempo e nos faz refletir sobre o verdadeiro espírito do Natal.

velas

SOBRE O NATAL

Natal de luzes acesas,

da família reunir.

De velas piscando,

do gosto de coisas doces,

dos odores a sentir.

—–

Natal das surpresas,

dos pacotes,

das fitas a enfeitar.

Das músicas, cantorias,

do clima de festa no ar.

—–

Natal do Noel,

roupa nova, caprichada.

Do champanhe, panetone,

presépio, pinheirinho,

da ceia tão esperada.

—–

Natal da prece,

do agradecer.

Do pesar o que passou

da saudade a nos doer

da infância que nos deixou.

—–

Natal da amizade,

do amor a repartir.

Do abraço generoso,

quente, forte, gostoso,

do parar pra refletir.

—–

Natal da fome,

escuridão.

De guerras,

desilusão.

De mão estendida,

de lágrima no olhar.

De estômago vazio,

de corpo passando frio,

de esperança perdida,

do nada a esperar.

—–

Natal é perdão.

É amor no coração.

Natal é luz infinita

é sentido novo à vida

é o brilhar de nova luz.

É o raio de esperança,

de paz, amor, segurança,

é o nascer do rei Jesus.

manjedoura

(Do meu livro Um Pouco de Mim)

Imagens: 1. ultradownloads.com.br; 2. verdadeignorada.blogspot.com

5 comentários em “SOBRE O NATAL

  1. Sílvia, BOM DIA! LINDA sua poesia sobre o NATAL. QUE EU SAIBA, A POESIA QUE VOCÊ RECITAVA, É DE Mendes de Oliveira.
    Eu aprendi com um menina mineira, há muitos anos. Ela RECITAVA também a poesia: Borrão de tinta. Você conhece? preta.MARAVILHOSO este jeito mineiro de ensinar as crianças a recitar poesias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s