BOLACHINHAS DE CANELA

Tenho uma amiga em Curitiba, Taís, que, como eu, adora cozinhar.

Por isso sempre estou de olho em suas postagens e essa acabei de experimentar.

Ficam lindas e super crocantes, com aquele gostinho irresistível da canela!

Achei bem fácil de fazer, então, segue a receita.

Em uma tigela, juntei todos os ingredientes que são:

175 gramas de farinha de trigo

100 gramas de manteiga

60 gramas de açúcar

1 colher (de café) de fermento em pó

1/2 colher (de sopa) de canela em pó

1 colher (de sopa) de chocolate em pó

1 colher (de café) de essência de baunilha

Primeiro unte bem uma assadeira com manteiga.

Ligue o forno em 180º para aquecer.

Usei as mãos para misturar a massa e juntei um pouquinho de água que fui colocando devagar.

Modele as bolachinhas como quiser e dê uma achatadinha em cima.

Essa receita deu 20 unidades.

Leve ao forno por mais ou menos 20 minutos (dependendo do tamanho que fizer) ou até que as bordas estejam levemente coradas.

Enquanto as bolachinhas assam (e que perfume maravilhoso elas desprendem), faça em uma vasilha uma mistura de açúcar e canela.

Assim que tirar do forno, ainda bem quente, passe as bolachinhas por essa mistura e vá colocando em um prato para esfriar.

Depois de frias, coloque em potes fechados.

Maravilhosas!

Obrigada, Taís!!!

“NÃO ME REJEITES NO TEMPO DA VELHICE; NÃO ME DESAMPARES, QUANDO SE FOR ACABANDO A MINHA FORÇA.” Salmos, 71- 9

COOKIES DELICIOSOS

Os famosos cookies existem desde o século XVII.

A palavra cookie vem do holandês “koekje” e significa pequeno bolo.

Segundo a história, antes de colocar a receita toda de um bolo para assar, era feito um teste, separando uma pequena porção da massa e colocando no fogo para testar a temperatura.

Mas foram os britânicos que descobriram que essa massa do teste combinava com o tradicional chá porque parecia com uma bolachinha. (Superbeal.com.br)

Então aqui vai uma deliciosa receita desses famosos Cookies e super fácil de fazer.

INGREDIENTES

100 gramas de manteiga em temperatura ambiente

1/2 xícara de açúcar mascavo

1/3 xícara de açúcar comum

1 ovo

1 xícara e meia de farinha de trigo

1 colher (chá) de essência de baunilha

1 colher (chá) de fermento

1 pitada de sal

180 gramas de gotas de chocolate ou chocolate picado

Coloque na batedeira a manteiga e os dois açúcares.

Bata bem até ficar uma mistura esbranquiçada.

Adicione a essência e o ovo batendo muito bem.

Retire da batedeira.

Adicione os ingredientes secos, misture com uma colher e junte o chocolate até ele se incorporar à massa.

Observação: o ponto da massa é bem amanteigado mesmo, pegajoso.

Forre uma forma com papel manteiga (eu untei com manteiga) e com a ajuda de duas colheres pequenas, faça bolinhas irregulares (quando assar ela vai esparramar) e coloque distante uns 3 dedos uma das outras.

Decore com um pedacinho do chocolate.

Leve ao forno pré aquecido em 200º até que as bordas fiquem levemente douradas e o miolo macio.

Retire do forno e espere esfriar antes de retirar da forma.

Guarde em uma lata ou pote bem fechado.

Ah, sim, essa receita eu copiei do blog do Rodrigo Rondelli!

Maravilhosa!!!

E sim, fiz em um sábado, véspera do dia da Páscoa.

“CHEGADA, POIS, A TARDE DAQUELE DIA, O PRIMEIRO DA SEMANA, E CERRADAS AS PORTAS ONDE OS DISCÍPULOS, COM MEDO DOS JUDEUS, SE TINHAM AJUNTADO, CHEGOU JESUS, E PÔS-SE NO MEIO, E DISSE-LHES: PAZ SEJA CONVOSCO!”João, 20- 19

 

BOLACHINHAS SAUDÁVEIS

Ah, um sábado silencioso em casa, depois da alegria de filhos e netos enchendo tudo de risadas, bagunças e alegrias, fiquei sem ter o que fazer…

Então o melhor é ir para a cozinha!

Foi o que fiz…

Queria mesmo experimentar essa receita que me fez lembrar das Rosquinhas da minha mãe…

INGREDIENTES

1 xícara de fubá

1 xícara de polvilho azedo

1/2 xícara de gordura vegetal

3 colheres (sopa) rasas de açúcar

1 ovo

1 colher (sopa) rasa de fermento

Coloque todos os ingredientes em uma tigela.

A gordura tem que estar bem molinha e por isso coloquei um pouquinho no micro-ondas.

Vá amassando com as mãos até dar liga (é bem rápido e fica uma massa bonita).

Fui tentar esticar com o rolo, mas não deu certo, então fui pegando pedacinhos da massa e modelando com as mãos.

Coloque em assadeira (não precisa untar) e leve ao forno pré aquecido em 200º até pegar uma cor (é bem rápido).

Coloquei em uma lata e aos poucos vou comendo (claro que com uma boa xícara de café)…

Fica macia e super saborosa!!!

Essa receita é para repetir muitas vezes!

“JÁ NÃO É PELO QUE DISSESTE QUE NÓS CREMOS, PORQUE NÓS MESMOS O TEMOS OUVIDO E SABEMOS QUE ESTE É VERDADEIRAMENTE O CRISTO, O SALVADOR DO MUNDO.” João, 4- 42

 

GELEIA E AMANTEIGADOS

Para quem nunca fez, nem geleia e nem bolachinhas amanteigadas, hoje foi um feito daqueles.

Não tão bem sucedido como vocês verão, mas é errando que se aprende, não é mesmo?

Dias atrás tirei um pacote de morangos do freezer e resolvi fazer uma geleia.

Coloquei bastante açúcar e levei ao fogo para cozinhar.

Quando a calda estava mais grossa e o morango quase desmanchando, retirei do fogo.

Coloquei em um pote e guardei na geladeira.

Então, em um belo dia, resolvi me atrever a fazer bolachinhas.

Achei uma receita na “Cozinha da Maria” e coloquei mãos à obra.

INGREDIENTES

200 gramas de manteiga sem sal (em temperatura ambiente)

100 gramas de açúcar

300 gramas de farinha de trigo

açúcar cristal para empanar

geleia (no caso a que eu tinha pronta).

Misture a manteiga com o açúcar.

Eu fiz metade da receita, mas vejam como a massa fica bonita.

Junte a farinha e misture bem.

A massa deve ficar macia, mas não grudenta.

O próximo passo foi fazer as bolinhas e passá-las no açúcar cristal.

Unte uma forma com manteiga e polvilhe farinha de trigo.

Vá colocando as bolinhas e com o dedo, faça um buraquinho no meio onde vai colocando a geleia.

Até aí tudo bem!

Leve ao forno já aquecido a 180º até que comecem dourar as bordinhas.

QUE DECEPÇÃO!!!!!!!!!

Vejam como ficaram as minhas lindas bolachinhas!!!

ESBORRACHADAS!!!!!!

Vamos ao que aprendi: coloquei menos farinha do que o recomendado porque a massa estava macia e não grudava nas mãos… mas a falta dela é que fez as bolachinhas esparramarem toda…

De gosto, uma delícia, mas a aparência nota zero!!!

Fazer o quê? 

Nem sempre acertamos tudo…

“O CAMINHO DE DEUS É PERFEITO; A PALAVRA DO SENHOR É PROVADA; É UM ESCUDO PARA TODOS OS QUE NELE CONFIAM.” Salmos, 18- 30

 

UMA SURPRESA E TANTO!

Após toda a programação que contei aqui no “Ele chegou!!! A festa para ele!!!“, a ansiedade deu lugar a uma calma gostosa.

Isso até receber um monte de cartas de alunos da quarta série da Escola Municipal Paulo VI.

Vou contar o porquê disso para saberem a diferença que faz uma professora que quer levar a literatura para dentro da sua classe.

A professora Silvania estava no dia do lançamento do meu livro “O Nasquimi Dourado e outras Histórias”, adquiriu um exemplar e o levou para ler a primeira história para seus alunos.

Eles amaram!

E, como eu queria que acontecesse, despertou neles a vontade de inventar o que acharam que poderia ser o Nasquimi.

Foi quando fui convidada para ir até lá, e na manhã de terça feira, dia 11 último, fui recebida por eles.

Teve chá, bolachas, conversas e muitas perguntas.

Li para eles a minha história premiada do livro do SESC, “A Pena de Cristal”e ouviram super interessados porque a trama é de suspense onde uma menina resolve um mistério.

Aí veio a diretora, Rosângela, e a coordenadora, Gisele, e nos sentimos muito importantes!

(Silvania, eu, Rosângela e Gisele)

Então chegou a hora da surpresa que alguns alunos prepararam em suas casas como sendo o Nasquimi e que estavam embrulhados para tentarmos adivinhar o que seria.

Teve brinquedos, barco, armadilha para pegar peixes, bilboquê, agenda, tudo em material reciclado.

Uma gostosura vê-los mostrando e interagindo com seus colegas!

Foram momentos gratificantes onde essa autora se sentiu recompensada por seu trabalho ter sido atingido de uma forma tão intensa!

Era tudo que eu queria!

Talvez, até muito mais…

“E JESUS LHES DISSE: SIM; NUNCA LESTES: PELA BOCA DOS MENINOS E DAS CRIANCINHAS DE PEITO TIRASTE O PERFEITO LOUVOR?” Mateus, 21- 16

 

TRIFLE (pronuncia-se Tráifol)

Essa sobremesa é de origem inglesa e quem me passou a receita foi uma colega dos tempos do Instituto de Educação, a Mirian, e que em um dos lanches recentes fez.

Eu não estava presente, mas como todas falaram maravilhas desse doce, ela nos passou a receita e eu fiz para experimentar.

Realmente é uma delícia e muito fácil de preparar.

Você vai precisar de:

CROCANTE, feito com mais ou menos 10 nozes picadas e 3 colheres de açúcar que você leva ao fogo até derreter e despeja em uma mesa untada. Depois de frio quebre em pedacinhos.

ABACAXI em calda picado.

MORANGO, uma caixinha picada que você leva ao fogo com 3 colheres de açúcar e cozinha levemente.

CREME, que você prepara com 2 caixinhas de pudim sabor baunilha, como ensina a embalagem.

CHANTILY, que você prepara com um pote de nata e duas colheres de açúcar, batido em batedeira.

BOLACHA CHAMPANHE, 2 pacotes.

E vamos montar as camadas:

Num pirex (ou em uma taça que fica lindo), coloque um pacote de bolacha champanhe picadinha.

Depois o abacaxi picado (como ele está na calda, vai ser o suficiente para umedecer as bolachas).

Agora vai o creme (a metade, porque você preparou dois pacotinhos) esparrame por cima do abacaxi. 

Nova camada de bolacha (o outro pacote picadinho).

Em seguida o doce de morango (como está na calda, também vai umedecer as bolachas).

Nova camada de creme (a outra parte das duas caixinhas preparadas).

Coloque a nata batida por cima.

E por último, o crocante (vocês não imaginam como esse crocante dá  sabor a essa sobremesa…)

Leve à geladeira, de preferência de um dia para outro e FIM!!!!

É dos deuses!!!!

“SEDE VÓS, POIS, PERFEITOS,COMO É PERFEITO O VOSSO PAI, QUE ESTÁ NOS CÉUS.” Mateus, 5- 48

 

 

PAVÊ DE CREME E CHOCOLATE

Essa receita é muito fácil de fazer além de não gastar quase nada!

O pavê fica bem diferente porque as bolachas não amolecem: ficam crocantes e isso faz toda a diferença nele.

image

INGREDIENTES

1 xícara de chocolate em pó (eu misturei meia xícara de achocolatado e meia de cacau)

1/2 xícara de açúcar

1 xícara de leite

200 gramas de manteiga

1 lata de leite condensado

1 pacote de biscoitos champanhe

Primeiro leve ao fogo em uma panela o chocolate em pó, açúcar e o leite e deixe ferver.

Retire e deixe esfriar.

image

Prepare o creme.

Na batedeira bata a manteiga com o leite condensado até formar um creme homogêneo.

image

Em taças individuais (ou em um pirex), alterne camadas de biscoitos, o chocolate em calda e camadas de creme.

image

Por cima despeje o que restou da calda e leve para gelar por no mínimo três horas.

image

Maravilhoso o sabor e super diferente!

image

“SABEI, POIS, QUE O SENHOR SEPAROU PARA SI AQUELE QUE LHE É QUERIDO; O SENHOR OUVIRÁ QUANDO EU CLAMAR A ELE.” Salmos, 4- 3

 

PAVÊ DE NATA

Receita mais fácil do muuuundo e nem vai ao fogo!!!!!

Essa é daquelas que quando você tem uma visita inesperada, vai para a cozinha e como um passe de mágica…pronto!!!

Cá está ele!

no pirex (2)

INGREDIENTES

2 potes de Nata (usei Frimesa porque é bem firme)

1 leite condensado

1 pacote grande (vai dar 3 camadas) de bolacha maisena

1 barra de chocolate meio amargo

1 caixinha de creme de leite

chocolate granulado para enfeitar

ingred.pavê

Deixe as natas e o leite condensado na geladeira antes de usar.

Em uma tigela, misture delicadamente.

creme pronto

Num pirex arrume as bolachas.

bolachas

Aí vá montando as camadas: bolachas, creme bolachas, creme, bolachas e creme.

camadas

Derreta o chocolate em banho maria e acrescente o creme de leite.

Coloque por cima e salpique chocolate granulado.

pavê pronto

Leve à geladeira e sirva bem gelado!

Se quiser outra receita de Pavê, clique aqui em “Pavê de Pêssegos Diferente“.

pavê

Delícia!!!

“PORQUE OS OLHOS DO SENHOR ESTÃO SOBRE OS JUSTOS, E OS SEUS OUVIDOS, ATENTOS ÀS SUAS ORAÇÕES; MAS O ROSTO DO SENHOR É CONTRA OS QUE FAZEM MALES.” I Pedro, 3- 12

 

PAVÊ DE PÊSSEGOS DIFERENTE

“As primeiras receitas mágicas deste doce delicioso vieram da França, e algumas especulações à cerca do nome, pavê,  fazem uma relação com a palavra pavimento ou piso, e a explicação seria de que o referido doce é montado a partir de camadas, do mesmo modo que as construções.” (Mundo do sabor)

ingred.pave

INGREDIENTES

1 pacote de bolacha champagne

1 lata de pêssegos em calda

1 caixa de leite condensado

a mesma medida de leite

1 caixinha de creme de leite

1 colher (sopa) de maisena

3 gemas

3 claras

1 e meia xícaras de açúcar

1/4 xícara de água

bolachas

Primeiro forre um pirex com as bolachas e umedeça bem com a calda dos pêssegos.

pêssegos

Pique os pêssegos em pedacinhos e coloque sobre as bolachas.

Prepare o creme: leve ao fogo o leite condensado, o leite as gemas e a maisena dissolvida em um pouquinho de leite. Deixe ferver e engrossar. Retire e junte o creme de leite.

creme

Cubra todo o pêssego no pirex.

como creme

Prepare o marsmellow: leve ao fogo em uma panela o açúcar e a água e deixe ferver até ficar uma calda meio grossa.

Bata as claras em neve e vá juntando a calda aos poucos,sempre batendo.

marsmellow

Coloque com cuidado esse marsmellow sobre o creme e leve a geladeira.

pavê pronto

Sirva bem gelado!

A receita desse marsmellow e do creme, você encontra também na receita de Bolo Branco. Clique e veja.

“AQUELE QUE FEZ O OUVIDO, NÃO OUVIRÁ? E O QUE FORMOU O OLHO, NÃO VERÁ?AQUELE QUE ARGUI AS NAÇÕES, NÃO CASTIGARÁ? E O QUE DÁ AO HOMEM O CONHECIMENTO, NÃO SABERÁ?” Salmos, 94- 9 e 10

 

TORTA BANOFFEE

Esse nome pomposo, surgiu da junção das palavras “banana” e “toffee” (caramelo em inglês).

Criada em 1972 pelo proprietário do restaurante The Hungry Monk , a Torta Banoffee tornou-se uma sobremesa clássica para os ingleses. (Yahoo Mulher).

24-08-2013 025INGREDIENTES

5 bananas

200 gramas de bolacha maisena

150 gramas de manteiga

2 latas de leite condensado cozido

350 gramas de nata

3 colheres de açúcar

Primeiro cozinhe as latas de leite condensado em panela de pressão por 20 minutos após começar a chiar.

Retire e deixe esfriar.

Prepare a massa triturando as bolachas no liquidificador e, em uma tigela, misture a manteiga até poder esticar em uma forma ou pirex.

Asse por 10 minutos em forno pré aquecido.

Retire e espalhe o leite condensado seguido das bananas em rodelas.

Bata a nata com o açúcar e coloque por cima.

Leve à geladeira.

Observação: essa receita é muito fácil e fica M A R A V I L H O S A !!!