POLENTA COM RAGU DE CARNE

O termo ragu vem do francês ragoût e pode ser traduzido como ensopado. Na Itália, ele é um molho suculento muito conhecido, à base de carne cozida.

A palavra é de origem francesa, mas a receita foi criada na Itália. Ele é tradicionalmente utilizado para acompanhar variadas massas, mas também fica bom com polenta cremosa, risotos e até como recheio de sanduíche.

Eu já coloquei aqui a receita da polenta em “Frango de panela com polenta”, então hoje coloco como fazer o ragu.

INGREDIENTES

uma quantia de carne picadinha (eu usei alcatra)

azeite, sal, pimenta

1 cebola

2 dentes de alho

meia lata de tomate pelado

Em uma panela de pressão, coloquei azeite e fritei a cebola e o alho.

Coloquei a carne, deixei fritar, juntei o tomate e água e deixei ferver até ficar bem molinha. Retire.

Enquanto isso fiz a polenta mole e em um prato montei com o ragu em cima.

Gente, combina tanto esses dois!

É de dar água na boca!!!

“MAS O SENHOR ESTÁ NO SEU SANTO TEMPLO; CALE-SE DIANTE DELE TODA A TERRA.” Habacuque, 2- 20

FEIRA DO LIVRO EM LISBOA

Ah, Lisboa! Do fado, do pastel de nata de Belém, dos vinhos, do bacalhau, dos azulejos, do Tejo, de Fernando Pessoa, da cultura e…da Feira do Livro.

Ainda não fui conhecer, mas vejo-a através de fotos sob o olhar atento da minha filha Fabiane que mora lá e me envia, porque sabe como gosto.

Esta edição oferece uma programação cultural distinta, mais completa e com atividades para todas as idades, voltando ao que já era antes da pandemia.

As várias apresentações, os debates, os lançamentos de novos livros, as mesas redondas, as entregas de prêmios e sessões de autógrafos estão presentes.

Essa Feira do Livro acontece desde maio de 1930 no Parque Eduardo VII e pensem como deve ser maravilhoso andar ao ar livre e desfrutar da beleza do lugar aliada à beleza dos livros!

Nessa edição de número 92,  tem como convidado de honra, a Ucrânia que está presente num expositor dedicado a esse país.

Pois é, enquanto não vamos até lá para conhecer, vamos desfrutando por aqui essas fotos dessa encantadora cidade além-mar…

“QUEM ME DERA, AGORA, QUE AS MINHAS PALAVRAS SE ESCREVESSEM! QUEM ME DERA QUE SE GRAVASSEM NUM LIVRO!” Jó, 19- 23

ÁLBUM DE FIGURINHAS

Voltou a febre!

Em 2015 foram os “Livros de Colorir” uma distração até para nós adultos.

Agora surgem jogadores, estádios, calendário de jogos, linha do tempo, tudo no álbum “Fifa World Cup Qatar 2022”, o mais novo álbum da copa.

Quando eu era menina (não em Barbacena- só os antigos entenderão), minha mãe divertia-se conosco comprando pacotinhos, abrindo e colando as figurinhas.

Herdei dela esse gosto porque enquanto não fui comprar um prá mim, não sosseguei!

Minhas filhas quando meninas, faziam coleção de papéis de carta. Era mais ou menos como se fossem figurinhas porque íamos atrás dos mais bonitos, comprávamos os papéis e elas colocavam em álbuns com folhas plastificadas e era muito lindo de ver.

Daí em diante surgiram muitos álbuns para colecionar: astros de cinema, cantores de rádio e artistas da TV.

E muitos álbuns de jogadores e copas do mundo, onde meu irmão ficava feliz em achar figurinhas do Flamengo.

Quem não lembra das figurinhas do “Amar é”?

Uns queridinhos que colávamos em cadernos, livros e no que mais encontrássemos pela frente…

E em Curitiba, surgiu um álbum de figurinhas que até hoje é lembrado e querido: “Zequinha”!

Ele era de uma simpatia única e com ele aprendemos muitas coisas boas: conhecer a cidade, respeitar o próximo, tratar bem os animais, ecologia, porque lá estava ele em todos os lugares.

E, agora são meus netos que estão vidrados no álbum da copa!

Que bom, vou ter com quem trocar as repetidas!

Aqui está o Heitor, feliz por ter conseguido o Messi e o Cristiano Ronaldo!

E aqui está o Cesinha, todo compenetrado colando as figurinhas.

E o neto mais novo, o Daniel, que adora fazer caras e bocas ao ser fotografado.

Bem, o fato é o seguinte: o álbum e os pacotes de figurinhas estão caríssimos, mas eles estão aprendendo o nome e bandeiras dos países.

Já é alguma coisa, não?

“SOBRE TUDO O QUE SE DEVE GUARDAR, GUARDA O TEU CORAÇÃO, PORQUE DELE PROCEDEM AS SAÍDAS DA VIDA.” Provérbios, 4- 23

UMA BLUSA PARA MIM!

Como amo fazer tricô e esperando um inverno rigoroso, escolhi uma lã para fazer uma blusa. Ponto simples mesmo porque ela já é mesclada e muito linda.

A última peça que eu tinha feito, foi o Cachecol com Bolso e que ficou muito linda!

Usei a agulha número 6 para fazer a barrinha em 60 pontos, tanto para a frente como para as costas.

Passei então para a agulha número 7 e fiz as duas partes: frente e costas.

Uni em cima costurando e levantei na cava, 52 pontos para a manga e segui com eles até fazer o punho.

Quando cheguei na altura certo, diminui até ficar com 30 pontos e fiz a gaitinha na agulha 6 novamente.

Aqui já estão costuradas.

Depois de unidas todas as partes é hora de fazer o decote.

Levantei com a agulha 6, metade do decote com 45 pontos em gaitinha e depois a outra metade também com 45 pontos.

Juntei as duas partes e ficou assim!

Pronto, aqui estou eu fazendo pose com minha blusa nova!

Agora é só esperar o frio que parece que esqueceu de chegar… só vesti para fotografar mesmo,,,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

“QUEM NÃO ENTENDE POR TODAS ESTAS COISAS QUE A MÃO DO SENHOR FEZ ISTO, QUE ESTÁ NA SUA MÃO A ALMA DE TUDO QUANTO VIVE, E O ESPÍRITO DE TODA CARNE HUMANA?” Jó, 12- 9 e 10

CARNE DE PORCO COM PURÊ DE MAÇÃ

Coisas tão simples, nada caras e que deixam uma refeição tão gostosa!

Tirei uma carne de porco do freezer, colhi todos os temperos da minha horta e as 4 maçãs que estavam na geladeira ficaram perfeitas nesse prato.

Então vamos aos INGREDIENTES:

carne de porco cortada em pedaços

azeite

temperos: sal, cebola, alho, sálvia, tomilho, cebolinha, manjericão e manjerona (ou o que você tiver em casa)

4 maçãs

1 canela em rama

Comece colocando azeite em uma panela de pressão e fritando a cebola cortadinha e o alho espremido. Junte a carne e deixe fritar um pouco. Junte todos os temperos e cubra com água quente, tampe a panela e deixe cozinhar.

Enquanto isso, descasque as maçãs, corte em cubinhos e leve para cozinhar com uma rama de canela.

Assim que as maçãs estiverem cozidas (fure com um garfo para ver), retire do fogo e escorra bem. Aí é só amassar com o garfo e misturar. Está pronto.

Nessas alturas, a carne de porco deve estar macia e meio que grudando na panela e é isso que dá cor e sabor a ela, por isso ao levar para cozinhar, cuidado para não colocar muita água.

Monte um prato bem bonito e acompanhe com um bom vinho tinto!

“E CONVERTEI-VOS AO SENHOR, VOSSO DEUS; PORQUE ELE É MISERICORDIOSO, E COMPASSIVO, E TARDIO EM IRAR-SE, E GRANDE EM BENEFICÊNCIA E SE ARREPENDE DO MAL.” Joel, 2- 13

ANTES QUE O CAFÉ ESFRIE

Vi uma propaganda desse livro e fui até a Livraria Amo Livros para comprar. Como não tinham recebido ainda, eles gentilmente fizeram o pedido e me avisaram quando chegou. Fui logo buscar e comecei a ler.

Diferente de tudo o que li até agora…

Nessa história, muito bem contada, conhecemos quatro pessoas que precisam viver a experiência única de viajar no tempo!

“A jornada envolve riscos e possui regras, por sinal extremamente irritantes: no passado, você só poderá encontrar pessoas que já estiveram no café; os clientes tem que se sentar numa cadeira específica e não é possível se levantar durante a viagem; nada que for feito ou dito mudará o presente; é preciso voltar antes que o café esfrie…”

No Japão, ultrapassou a incrível marca de 1 milhão de livros vendidos e no Reino Unido foi o romance traduzido mais vendido de 2020.

Um livro interessante para quem gosta do povo japonês, de ficção e de um bom café, como eu!!!

“AINDA QUE EU ANDASSE PELO VALE DA SOMBRA DA MORTE, NÃO TEMERIA MAL ALGUM, PORQUE TU ESTÁS COMIGO.” Salmos, 23- 4

CHORIPAN

Típico na Argentina e no Uruguai, o nome desse sanduíche vem da junção de chorizo (linguiça) e pan (pão). Também é chamado apenas de “chori”.

E meu filho Paulo Emílio, se tornou expert em fazer essa delícia, então aproveitei para fotografar os passos e colocá-los aqui para vocês.

INGREDIENTES

5 pães francês

1 pacote de linguiça com queijo

maionese

Ele usou a Linguiça de Carne Bovina com Queijo da Maria Macia (garantia de sucesso)!

Primeiramente ele tirou o invólucro da linguiça e separou todos os pedaços maiores do queijo coalho.

Cortou o pão ao meio sentido comprimento, retirou o excesso de miolo e passou maionese.

Depois colocou os pedaços do queijo e com as mãos foi moldando a linguiça e colocando sobre ele apertando bem.

Bom, a churrasqueira estava acesa só esperando o que havia de vir.

E ele colocou os pães virados sobre a grelha.

Mais ou menos após 15 minutos, ele virou para o outro lado.

E eu ali, só esperando, tomando um vinho tinto e sentindo o aroma delicioso do tal do choripan…

E fui a primeira a degustar essa maravilha!

Gente é bom demais da conta!!!

Obrigada, meu filho, por sua disposição em fazer essa receita para o meu blog!

“EU SOU O PÃO VIVO QUE DESCEU DO CÉU; SE ALGUÉM COMER DESSE PÃO, VIVERÁ PARA SEMPRE…” João, 6- 51

JULHO COM ELES

Julho: férias, encontros, alegria, abraços, sorrisos e dando graças a Deus que nos proporcionou momentos como esses!

E foi um mês que todos aproveitaram muito: desde viagens, fazenda, confeitarias, lanches na casa da vovó, torcida coxa animada e muito mais!

Já começamos com o aniversário de 8 anos do Cesinha: tema: Coritiba, é claro!

E nos reunimos num churrasco maravilhoso, assistindo a partida dele contra o Cuiabá onde ganhamos de 1 a 0.

E foram para a fazenda onde o tempo ajudou com muito sol e calor!

E esses primos ficaram muito amigos!

Os gostos quase os mesmos: onde aparecia uma bola era com eles e suavam, corriam e na grama da casa da vovó , à noite, jogavam de meia e ficavam mais ou menos assim…

Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!!!

E fizemos selfie na Confeitaria e na casa da vovó!

E ainda não terminou: em Curitiba teve até patinação no gelo!

Pois é, para terminar o mês teve comemoração do Dia dos Avós no Colégio Vicentino Santa Cruz, turma do meu neto caçula Daniel e foi muito, muito bom.

É só ver as fotos!

Foi um mês realmente mágico e tenho certeza que ficará na memória deles onde matamos saudades e onde essa vovó terá bons motivos para relembrar!

“DAI GRAÇAS AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM; SEU AMOR DURA PARA SEMPRE.”I Crônicas, 16- 34.

DIA NACIONAL DO ESCRITOR

“Hoje, 25 de julho, comemoramos o Dia Nacional do Escritor, data escolhida para homenagear esses profissionais indispensáveis para o desenvolvimento da aprendizagem e da cultura. Sejam livros didáticos, de ficção, histórias fantásticas, narrativas breves, crônicas, análises não ficcionais do passado ou do presente, todas têm em comum uma característica: foram escritas por alguém.

Aprendemos a ler e a escrever ainda na infância, atividades que exerceremos ao longo de toda a vida, mas algumas pessoas dedicam-se profissionalmente a elaborar histórias e poemas, textos que nos entretêm e que nos ensinam. Por trás de todo texto existe alguém, tantas vezes invisível quando estamos imersos em um livro: o escritor.” (UOL- Mundo Educação)

Segue uma poesia minha sobre esse dia:

Dia do Escritor

Em escrever me encontro.

Sou eu ali nas linhas,

nas histórias, poemas,

cantigas e contos.

____________________

Ao escrever me desnudo.

Sou eu arriscando em letras,

meu pensamento escondido,

guardado, mudo.

____________________

Em escrever sou feliz.

Sou eu com poder,

deixando um legado

daquilo que fiz.

“O MEU CORAÇÃO FERVE COM PALAVRAS BOAS; FALO DO QUE TENHO FEITO NO TOCANTE AO REI; A MINHA LÍNGUA É A PENA DE UM DESTRO ESCRITOR.” Salmos, 45- 1

ABOBRINHA RECHEADA COM QUEIJO

Você já viu quantas receitas podemos preparar com abobrinha?

Pois até macarrão com ela, já temos e eu coloquei aqui (Macarrão de Abobrinha).

INGREDIENTES

2 abobrinhas

2 tomates

1 copo de requeijão cremoso

200gramas de queijo muçarela ralado

salsinha, tomilho, manjericão

sal e pimenta do reino

2 colheres (sopa) de azeite

Primeiramente, retire com uma colher todo o miolo das abobrinhas e leve para cozinhar em bastante água com um pouco de sal. Não deixe ficar muito mole, espete com um garfo para ver se está macia. Retire e reserve.

Numa tigela, misture o requeijão, o queijo, os tomates picadinhos e todos os temperos também bem picadinhos.

Recheie as abobrinhas com a mistura e leve para assar em forma com o azeite e forno pré aquecido em 180º por mais ou menos 30 minutos.

Retire do forno e, se desejar, regue com mais azeite e salpique mais manjericão.

Gente, fica maravilhosa!

E eu ainda congelei uma delas e quando retirei foi só aquecer e estava igual!

“A TI, Ó SENHOR, CLAMEI; EU DISSE: TU ÉS O MEU REFÚGIO E A MINHA PORÇÃO NA TERRA DOS VIVENTES.” Salmos, 142- 5