Dia dois de dezembro desse ano, comemoramos os 25 anos da AME (Associação Mourãoense de Escritores) e foi lançada mais uma Antologia com a participação de 25 escritores.

A presidente em exercício, Silvania Maria Costa, enviou aleatoriamente, 25 fotos sendo uma para cada, com a mensagem que deveríamos escrever um poema ou texto sobre aquela foto recebida.

A que recebi foi a seguinte.

E saiu assim.

A VELHA MÁQUINA DE ESCREVER

Tac, tac, ta, tac…

É assim que eu ouvia o som batendo nas teclas daquela máquina de escrever.

Antiga, como eu.

Mas eu era menina ainda quando via meu pai, sentado em sua cadeira do escritório, tocar aquelas teclas.

Era música para meus ouvidos, pois sabia que meu pai estava em casa, bem perto de mim.

Tac, tac, tac, tac…

E daquelas folhas brancas saiam seus poemas, cartas e sermões.

Meus filhos não conheceram esse tipo de máquina, muito menos meus netos.

E foi nela que eu, seguindo os passos de meu pai, aprendi a escrever tirando também poemas, cartas e histórias.

Hoje em dia, elas só existem em museus e no google.

E também nessa foto que me fez relembrar o passado já distante e quase ouvir o tocar das teclas.

Tac, tac, tac, tac…

“E SEJA O VOSSO CORAÇÃO PERFEITO PARA COM O SENHOR, NOSSO DEUS, PARA ANDARDES NOS SEUS ESTATUTOS E GUARDARDES OS SEUS MANDAMENTOS…” I Reis, 8-61

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s