Hoje é feriado!!!

Aproveite sua cidade!

amanhecer na cidade

Eu, poeta, atenta e só,

vou caminhando na rua.

É tão cedo e ela acorda

se espreguiça com doçura

despedindo a noite nua.

—–

Há neblina sobre o lago

trazendo mistérios sem fim.

Vou procurando as rimas

para os versos que começam

a tomar forma em mim.

—–

Mas é manhã e prossigo

vendo o dia amanhecer,

colorindo à minha volta,

caleidoscópio de cores

o sol triunfante nascer.

—–

Uma janela se abre,

sinto o cheiro de café.

Ouço meus passos batendo

ritmados, compassados,

como se fosse um balé.

—–

E um pinheiro ao longe estica

braços lentos pelo ar.

Um ipê sacode as flores

cobrindo a calçada toda,

tapete para eu passar.

—–

De repente no silêncio,

o canto de um passarinho.

E outro, outro e mais outro,

juntos formando orquestra

que a melodia adivinho.

—–

É um “bom dia” amigo

lá da torre da Matriz,

a essa cidade risonha

que sem pudor abre os braços

me tornando mais feliz!

Flores de jacaranda de Jones Poa

Imagens: 1) jorgebichuetti.blogspot.com; 2) sutilezasdaalmaemente.blogspot.com

2 comentários em “A POESIA E A CIDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s