Como estamos curtindo uma nova gravidez na família (minha nora Patrícia), lembrei dessa poesia que fiz para meus três filhos: Viviane, Fabiane e Paulo Emílio.

Esse sentimento não é só meu; pertence a todas as mulheres que um dia também se sentiram “rainhas”.

lg239gravida

ESTADO DE GRAÇA

Foram três as gravidezes.

São três os filhos que tenho.

Como eu já os amava,

como já orava

pedindo por eles.

—–

Enquanto a barriga crescia

eu me sentia rainha.

Forte, mas tão carente,

poderosa, mas tão vulnerável,

linda, mas tão diferente.

—–

E quando sentia mexer

de um lado a outro o bebê,

parava, escutava,

sentia, apalpava,

como queria ver!

—–

E conversávamos muito,

sobre o mundo, sobre a vida…

E já via suas carinhas

risonhas, bonitas, faceiras,

e os via a crescer fortes,

donos do mundo,

tudo em sua volta vencer.

—–

E meu corpo transformava-se

em luz, por onde passava.

E era de dentro que vinha

como um abraço a nos envolver

filho e mãe,

um amor tão grandioso

 que já existia

muito antes de nascer.

—–

Foram três as gravidezes.

São três os filhos que tenho.

São companheiros, amigos,

são jóias, são tesouros

no coração escondido.

3 bebes

(Do meu livro Um Pouco de Mim)

Imagens: 1) http://www.maternidadecolorida.com.br; 2) http://www.informaternal.com.br

 

 

5 comentários em “ESTADO DE GRAÇA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s