REAPROVEITANDO SOBRAS

É…não está fácil prá ninguém hoje em dia!

Alimentos caros e nós, donas de casa, tendo que nos reinventar!

Hoje foi assim: o que vou fazer para meu almoço?

Abri o congelador e lá encontrei um pote com carne moída temperada e pronta (com certeza sobra de recheio de panquecas) e um pacotinho de milho verde cozido (natural).

Vi uma caixinha de creme de leite aberta (usada uma parte ontem no recheio de um bolo de pote) e um copo de requeijão cremoso.

ingred.carne

Ulalá!!!

Já vai dar uma mistura mais que deliciosa para eu comer com um arroz branco, pensei.

Primeiro coloquei a carne em uma panela e provei para ver se precisava de mais algum tempero.

Perfeita!

Juntei o milho verde (que quando sobra alguma espiga cozida, retiro os grãos e congelo).

Vá aprendendo!

carne com milho

Deixei ferver e juntei o requeijão cremoso.

Depois, o creme de leite.

com requeijão

Fiz o meu prato e saboreei pensando em como podemos reaproveitar aquilo que guardamos com cuidado.

Essa é uma dica importante: tudo que for congelar, coloque em embalagens ou sacos plásticos limpos e… etiqueta neles (com nome e data) para saber tudo que tem em seu congelador.

prato feito

Ficou com vontade?

Reinvente suas próprias sobras com inteligência e amor!

“PORTANTO, NÃO VOS ENTRISTEÇAIS, PORQUE A ALEGRIA DO SENHOR É A VOSSA FORÇA.” Neemias, 8- 10

TRICOTANDO AMOR…

E lá vou eu novamente relembrar passado!

Acho que isso é coisa da idade…

Mas é na hora em que escolho uma lã, agulhas e começo a tricotar é que aquele sentimento de avó toma conta de mim.

tricô

(Leiam também “Passeio por Curitiba com o tricô da vovó” e “Fazendo tricô“)

E enquanto a carreira termina e começo outra, as lembranças vão vindo nítidas e parece que vejo minha avó paterna que fazia maravilhas com suas agulhas.

E eu tão menina, a observar e a encher de perguntas, tipo:

-O que você está fazendo? Quando vai ficar pronto? Posso fazer um pouquinho?

Mas ela nunca ia embora de casa sem deixar pronto muitas meias, casacos e até vestidos!

São coisas tão boas prá se lembrar…

E meu tricô vai crescendo.

Estou fazendo uma manta para a boneca da minha neta Isadora.

bonecas

Já fiz muitas de muitas cores.

Mas essa é especial porque prometi a ela que quando viesse me visitar na casa nova, estaria pronta.

E como promessa é dívida, ela ganhou a mantinha para minha “bisneta”.

manta

E eu acho lindo vê-la conversar com suas filhinhas, enrolá-las para ficarem quentinhas e colocá-las para dormir…

isa e boneca

Minha pequena boneca Isadora, que nessa semana completa 7 anos, mãezinha em miniatura…

isa

Esse sorriso não tem preço…

“PODE UMA MULHER ESQUECER-SE TANTO DO FILHO QUE CRIA, QUE SE NÃO COMPADEÇA DELE, DO FILHO DO SEU VENTRE? MAS, AINDA QUE ESTA SE ESQUECESSE, EU, TODAVIA, ME NÃO ESQUECEREI DE TI.” Isaías, 49- 15

NÃO HAVIA LUGAR…

Desejando a todos os leitores um feliz Natal, compartilho a poesia do livro “Antes que escureça o sol”, do meu pai Rossine Sales Fernandes.

presépio

Não havia lugar…

Por decreto de César Augusto,

para o Censo a Belém vão chegando

peregrinos,que buscam pousada…

As pensões já se encheram de gente

que procede de todos os lados.

—–

Na cidade o ambiente é festivo.

Como se fosse um dia de gala,

vibra e canta a pacata Belém.

Há nas ruas e casas ruído,

um nervoso e incessante vaivém…

—–

E não sabem que um santo casal,

recém chegado de Nazaré,

ansioso procura um lugar

onde possa dormir, descansar,

ao abrigo do frio da noite.

—–

Hospedagem nenhuma conseguem;

são estranhos, coitados, e humildes.

Fossem ricos, lugar achariam

em pensões ou qualquer estalagem:

boas camas e pão lhes dariam…

—–

Ou soubesse Belém que o Messias

-velho sonho de todos os crentes,

proclamado na voz dos Profetas,

esperança de todas as gentes,

Redentor desejado e querido,

—–

nessa noite devia nascer…

Se Belém o soubesse, daria

o melhor dos seus bens ao casal,

hospedando José e Maria.

Entretanto, lugar não lhes dá…

—–

Também hoje é assim, por igual:

há lugar para festas, banquetes;

para tudo há lugar no Natal

(sejam ricos ou pobres os pais),

menos guarida para Jesus…

—–

Entre si todos trocam presentes

e surpresas, com lindos cartões…

Só se vê rosto alegre, e não triste,

há sorrisos e abraços profusos.

Mas prá Cristo lugar não existe…

—–

Muitos outros lhe fecham a porta

tão somente por falta de luz:

se Belém desprezou a Jesus,

muitos hoje ao Senhor desconhecem

e suas portas lhe cerram sem dó…

—–

Sua história e seu nome bem sabem,

seu Natal comemoram, felizes,

o Evangelho já leram por alto

e cristãos e “bonzinhos” se dizem,

mas a Cristo, o Senhor, desconhecem…

—–

Não provaram de Cristo o poder,

não aceitam o amor do Senhor,

nunca viram milagres da graça,

nem seus lábios cantaram louvor,

nem buscaram de Deus o perdão.

—–

Podem ser bons e mesmo sinceros,

mas a Lei do Senhor menosprezam,

e, descrentes de todos os credos,

seus sagrados ensinos desprezam,

não deixando lugar prá Jesus…

—–

Ó Brasil, como é triste o teu fado,

por não teres de Deus o temor

e a Jesus como Rei e Senhor!

Por que razão assim te amesquinhas,

em contraste com tua grandeza?

—–

Meus irmãos, trabalhemos com fé:

ao “gigante que dorme” acordemos,

difundamos de Cristo a doutrina.

Com a palavra e conduta mostremos

como é bom hospedar a Jesus!

—–

Té que um dia, afinal, nesta Pátria

possa Cristo encontrar um lugar,

e assim venha de fato a reinar

nos palácios de nobres senhores

e nas rudes choupanas da plebe.

—–

Evitemos que um dia, no Além,

a justiça divina declare:

-Não terás lugar tu também; 

dei-te tempo bastante na terra

para o bem praticares somente,

—–

para a graça divina aceitares

e no amor e na luz caminhares; 

mas tu mesmo por ti te condenas,

pois em teu coração tão ingrato,

a Jesus nunca deste lugar…

oração

Procurem outros assuntos no blog: Reflexões Natalinas I, Reflexões Natalinas II e Reflexões Natalinas III.

Imagens: 1) catolicosribeiraopreto.com; 2) jobnascimento.blogspot.com

” E DEU À LUZ O SEU FILHO PRIMOGÊNITO, E ENVOLVEU-O EM PANOS, E DEITOU-O NUMA MANJEDOURA, PORQUE NÃO HAVIA LUGAR PARA ELES NA ESTALAGEM.” Lucas, 2- 7

FINADOS- SEM ADEUS

“AQUILO QUE ESTÁ ESCRITO NO CORAÇÃO NÃO NECESSITA DE AGENDAS PORQUE A GENTE NÃO ESQUECE.  O QUE A MEMÓRIA AMA FICA ETERNO…” Rubem Alves.

Rosa-coracao

SEM ADEUS

MÃE…

ATÉ HOJE CHORO

COM A SUA PARTIDA.

OS SONS DO PIANO,

A RISADA GOSTOSA,

O CHEIRO DA SUA COMIDA.

—–

MÃE…

AINDA SINTO

SEU ABRAÇO TÃO QUENTE,

SEU PERFUME,

SUAS MÃOS SOBRE AS MINHAS,

SUA VOZ TÃO PRESENTE.

—–

MÃE…

FAÇA FESTA NO CÉU!

ENSINE OS ANJOS A CANTAR,

MOSTRE O QUE VOCÊ FEZ

NA TERRA, PRÁ TANTA GENTE,

VOLTE MEUS SONHOS EMBALAR.

—–

MÃE…

SEPARE UM LUGAR PARA MIM.

AÍ, BEM AO LADO DE DEUS.

AFINAL, É UM “ATÉ LOGO”,

PRÁ NÓS,

QUE NUNCA NOS DEMOS “ADEUS”.

—–

flores

Essa poesia que fiz, dediquei à minha mãe logo que se foi após um infarto fulminante, não dando tempo para nos despedirmos.

Com ela, lembro meu pai e através dessas lembranças, faço uma homenagem a todos aqueles que, nesse dia, recordam dos seus com saudades. 

Imagens: 1) dankamachine.blogspot..com; 2) fanficcountonme.tumblr.com

“O SENHOR O DEU E O SENHOR O TOMOU; BENDITO SEJA O NOME DO SENHOR.” Jó 1- 21

PROFESSOR, UM ATO DE AMOR!

Sou professora, filha de pais professores e imensa, total e profundamente admiradora daquele que foi, para mim, o maior exemplo de um educador: Rubem Alves.

rubens-alves

Já escrevi sobre ele aqui, no texto 19 Dias  sem Rubem Alves.

Ele é um daqueles escritores que faz magia com as palavras e possui um estilo inconfundível e,para ele, um grande mestre nasce da exuberância da felicidade, da alegria de ensinar: ser mestre é ensinar com alegria, é ensinar a felicidade.

teacher

“Educadores antes de serem especialistas na ferramenta do saber devem ser especialistas em amor, interprete de sonhos, proclamadores da alegria e da felicidade. Pois, para Rubem Alves, tudo começa com um ato de amor.

A escola e o professor, não devem existir para ensinar ao aluno as respostas, mas para ensinar as perguntas. E, um grande mestre, além de ensinar o que sabe, deve ensinar o que não sabe. Na busca dos sonhos e da felicidade de nossos alunos, nós educadores, devemos construir novos saberes.

Aula_sala-de-aula

Rubem Alves propõe que para se entrar numa escola alunos e professores deveriam passar por uma cozinha. Os cozinheiros bem que podem dar lições aos professores. Os banquetes não se iniciam com a comida que se serve. Eles se iniciam com a fome. A verdadeira cozinheira é aquela que sabe a arte de produzir fome. Nós professores temos que despertar a fome pelo conhecimento em nossos alunos, como faz o bom cozinheiro quando deixa a porta da cozinha aberta para que os aromas possam percorrer pela área de jantar e fazer os estômagos dos frequentadores roncarem de fome.” (Protexto)

grav_criancas_sala_de_aula2

“Lembrem-se de que vocês (educadores) são pastores da alegria, e que sua responsabilidade primeira é definida por um rosto que lhes faz um pedido: por favor, me ajude a ser feliz…) Rubem Alves

Imagens: 1) oespiritualismoocidental.blogspot.com; 2) direcionalescolas.com.br; 3) http://www.iesa.ufg.br; 4) joycebaldini.blogspot.com

” O DISCÍPULO NÃO ESTÁ ACIMA DO SEU MESTRE; TODO AQUELE, PORÉM, QUE FOR BEM INSTRUÍDO SERÁ COMO O SEU MESTRE.” Lucas 6- 40

 

AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE UMA AVENTURA

Então… vocês leram o que escrevi há alguns dias atrás sobre “o meu ninho vazio”.

Agora vou transcrever um texto que minha filha Fabiane me enviou de lá, sua nova morada.

Como excelente jornalista que é (já contribuiu aqui no blog com “Feiras Gastronômicas”) vai nos levar a conhecer essa cidade fantástica em plena África do Sul: Cape Town!

fabi1

(Fabiane em Sea Point)

“Sempre ouvi dizer que o sonho de muitos é morar onde as pessoas tiram férias. Pois foi o que eu resolvi fazer.

Em dezembro do ano passado estive em Cape Town, África do Sul, por uma semana e fiquei completamente apaixonada por tudo.
A cidade é limpa, acolhedora, com excelentes shoppings e restaurantes, pontos turísticos incríveis, enfim, sonhei em um dia morar aqui.

Aqui porque a quatro dias Cape Town é minha nova ‘casa’. Vim passar três meses, estudar inglês, passear, talvez trabalhar, enfim, vim atrás de novidades!

fabi3

(Ao fundo Table Mountain)

E em apenas quatro dias já fiz muitas descobertas!

A primeira, e mais importante, é que por mais que você queira muito morar fora e que isso seja um grande sonho, você vai sofrer. Não, não estou sendo pessimista nem desencorajando quem pretende se arriscar por novos caminhos. Isso é real e inevitável. Claro que os primeiros dias são os mais difíceis, e sei que logo estarei bem adaptada, mas até lá…
Antes de vir, minha maior preocupação era com relação à moradia.

Em Curitiba, minha cidade, moro sozinha há mais de dez anos. E amo!! Sou super organizada, gosto de tudo no lugar, não gosto de dividir coisas, tenho muitas manias. Durmo tarde, acordo tarde, tenho fome de madrugada, adoro assistir televisão e ficar trocando os canais, nunca fico no silencio, necessito de uma xícara de café preto assim que acordo, como chocolate todos os dias…

fabi5

(Waterfront)

E, de repente, vim para a casa de uma senhora sul africana, de quem eu não tinha informação nenhuma. Mas, por sorte e benção de Deus, essa mulher é um amor! Toda vez que chego em casa ela pergunta como foi meu dia, quer saber detalhes, me força a falar inglês, me corrige quando erro, é extremamente atenciosa e carinhosa.
A localização da casa também é abençoada.

Estou em Sea Point, o segundo melhor bairro de Cape Town – perde apenas para Waterfront, que é a melhor região da cidade, e fica a 40 minutos a pé de onde estou. Ah! E da janela do meu quarto eu vejo o mar, que fica a uma quadra de distância.

fabi4

(Waterfront)

A escola, que eu achei que seria tranquila, foi péssima no primeiro dia!

Minha aula começa às 9h e vai até às 12h40. A professora só deu gramática, fiquei super frustrada. Achei que seria uma aula de conversação, onde poderia ‘gastar’ todo o meu inglês! Sai de lá odiando ter tido essa ideia estapafúrdia de estudar inglês na África!
Já o segundo dia foi melhor. A primeira parte foi de gramática e depois de conversação. Acredito que logo entrarei no ritmo e vou gostar mais.
Outra frustração foi com relação às novas amizades.

Eu, que converso até com a porta, não falei com ninguém no primeiro dia.

Todos já tinham suas turminhas e, aparentemente, eu não me encaixava em nenhuma delas. Mas no segundo dia já consegui trocar algumas palavras com um grupo de brasileiros. Sim! Eu sei que a dica é não falar com brasileiros, mas minhas opções na escola não são muitas: brasileiros, angolanos (que também falam português), e árabes, que tem o inglês mais difícil de entender de todo o mundo! Ou seja, vamos falar com os brasileiros em inglês, porque na escola é proibida outra língua!

fabi7

(Waterfront)

A comida, para quem me conhece, sabe que é um capítulo a parte.

Não gosto de um monte de coisa, outras tantas fecham a minha glote (hahahaha!!!), ou seja, tenho muita dificuldade nesse quesito.
Café da manhã é tranquilo: café preto com pão ou bolacha. Almoço também não tenho problemas, porque eu tenho ido todos os dias para Waterfront, onde tem um milhão de opções – desde Mac Donald’s e KFC, a restaurantes de massas e frutos do mar divinos.
O problema é o jantar, que é servido às 19h, pela dona da casa.

No primeiro dia cheguei tão cansada que não quis jantar. A diferença de fuso é de 5 horas para mais aqui, então tudo o que eu queria era dormir.
Nos outros dois dias a comida estava boa para mim: arroz, carne de panela e legumes. Mas ontem foi um problema. Tinha pasta de berinjela, bolinho de alho com frango, sopa de sei lá eu o que e filé de frango frito. De tudo isso, a única coisa que eu como é filé de frango. Peguei um pedaço, e quando dei a primeira garfada… Muito gosto de cebola!

Voltei para o meu quarto e me atraquei no pacote de bolacha e nas barras de chocolate que comprei no segundo dia!

fabi2
Sei que logo vou estar adaptada, e começarei a curtir mais a cidade e todas as suas belezas. Tenho certeza de que farei amizades e de que meu inglês vai melhorar muito. Os primeiros dias são sem dúvida os piores.
Mas graças a Deus existe FaceTime e WhatsApp!

Assim recebo o apoio e carinho dos meus pais, meus irmãos e das minhas amigas (Top5, Lufas, Santas, Fas+A, Lulus, Tati, Bibs). Sem vocês sem dúvida seria muito mais difícil!!”

fabi6

Fabi, nós adoramos e vamos esperar mais textos e fotos daí, OK?

” O CHORO PODE DURAR UMA NOITE, MAS A ALEGRIA VEM PELA MANHÃ.” Salmos 30- 5

FRALDINHA ASSADA

Vocês vão ficar fã dessa receita: além do sal e pimenta, são 5 ingredientes para o tempero. Muito fácil!

fral9

(Atentem para a latinha de coca- um agrado da minha mana Raquel)

INGREDIENTES

uma peça de fraldinha

1 colher (sopa) de manjericão

1 xícara de shoyo

1 limão

meia xícara de azeite

3 colheres (sopa) de mostarda

fraldinha1

fral2

Na véspera, esfregue sal e pimenta do reino em toda a peça. 

Depois misture os ingredientes e deixe a carne de molho nesse tempero de um dia para o outro.

fral4

Coloque em uma forma, junte o caldo do tempero e leve assar coberta com papel alumínio por mais ou menos 1 hora. Passado esse tempo, retire o papel alumínio e deixe corar.

Enquanto isso, pique 3 cebolas e frite em um pouco de azeite. Depois junte azeitonas.

Observação: você pode colocar aspargos e alcaparras que fica ótimo!

fral5

fral6

Retire a carne já assada e junte o caldo que ficou na forma à cebola e azeitonas.

Corte a carne em fatias.

fral7

Coloque a mistura de cebola e azeitonas por cima e sirva em seguida.

fral8

Acompanhe um arroz branco ou batatas assadas.

“AGORA, POIS, PERMANECEM A FÉ, A ESPERANÇA E O AMOR, ESTES TRÊS; MAS O MAIOR DESTES É O AMOR”. 1 Coríntios, 13- 13

2º ANIVERSÁRIO DO BLOG

bolo-aniversario

Puxa!!! “Meu filho” está crescendo! Com dois anos ele conhece tanta gente, tem inúmeros seguidores, viaja por mais de 46 países (isso em 2014) e a cada dia se torna mais bonito!!!

Claro, sou mãe coruja!!!

Se quiserem, podem dar uma olhada no primeiro aniversário dele.

Foram vídeos de historinhas infantis e comidinhas, indicações legais, receitas deliciosas, crônicas diversas e poemas inspirados.

Hoje só quero agradecer por sua existência que me faz tão feliz!

Mas uma vozinha começou a me incomodar dizendo que tantos seguidores e em tão diferentes países, mereciam uma mensagem especial no término de cada postagem minha.

E assim resolvi que, a partir de hoje, no final de cada post, vou colocar um pensamento, provérbio ou versículo para vocês meditarem, OK?

E vou começar com Salomão, conhecido por sua sabedoria e riqueza.

“Sabedoria tem relação direta com tornar-se preparado para honrar os pais, criar nossos filhos, lidar com dinheiro, conduzir a sexualidade, trabalhar e exercitar liderança, usar bem as palavras, tratar os amigos com gentileza, comer e beber saudavelmente, cultivar emoções e atitudes em relação aos outros de modo pacífico”. (Bíblia A Mensagem)

baloes-personalizados

Portanto, obrigada a todos vocês que me acompanham na criação de mais esse filho!

“INSTRUI A CRIANÇA NO CAMINHO EM QUE DEVE ANDAR, E, ATÉ QUANDO ENVELHECER, NÃO SE DESVIARÁ DELE”. Provérbios, 22-6

Imagens: 1) diariodebordo.net.br; 2) superbrinquedos.wordpress.com

100 ANOS DO MEU PAI

Rossine Sales Fernandes.

Engraçado lembrar que ele não gostava do seu nome… quando colocavam (para homenageá-lo) nas crianças que nasciam lá pelas bandas das Minas Gerais onde ele era pastor, pedia para trocarem: “coitadinho desse menino, tão lindinho com esse nome tão feio”, ele dizia…

Nunca gostou, mas combinava com ele.

Meu pai nasceu em Cabo Verde, Minas Gerais, em 04 de maio de 1915, portanto faria 100 anos agora.

papai comigo

(Eu e meu pai, meu amigo de todas as horas!)

Minha irmã encontrou em seus guardados, um bilhetinho que ele escreveu assim: “em 2015 farei 100 anos, se Deus quiser”!

É, ele amava a vida, as pessoas, os animais, a natureza.

Seu jeito calmo e suave conquistava todos à sua volta.

Formou-se no Seminário de Campinas, São Paulo, e, aos 26 anos, chegou como pastor de uma cidade (Jacutinga) onde todas as moças caíram em cima… pudera!

papai

Era o próprio Omar Shariff, lindo, solteiro, inteligente!

E ele escolheu a mocinha de 15 anos que tocava órgão divinamente: minha mãe, Yedda!

papai e mamãe

(Sempre felizes!)

filhos

(Os 4 filhos: Ciro, eu, Ângela e Raquel)

Formou-se em Letras (na época Línguas Neolatinas) e foi professor durante muitos anos, tradutor de obras de Psicologia, poeta, escritor de livros religiosos e escritor de cartas, muitas cartas que enviava para parentes e amigos.

papai e netos

(Da esquerda para a direita: Fabiane, meu pai, Viviane e Paulo Emílio, meus filhos)

E foram 4 filhos, 16 netos, 24 bisnetos e 2 tataranetos!

Em 2006, aos 91 anos ele se foi… mas feliz, afinal sua Yedda o esperava!

Ele teve filhos, escreveu livros, plantou árvores!

Sua vida foi poesia, foi ternura, doação, dedicação.

Não teve riquezas materiais, seu tesouro maior foi uma vida digna, foram suas palavras sábias, seu exemplo.

Amou a todos sem distinção.

Sorria com bondade.

Que falta imensa ele nos faz…mas, a saudade é mesmo assim: você não deixa de sentir, apenas se acostuma com ela…

papai rede

Minha filha Viviane, fez há muitos anos atrás (1991- ela com 19 anos e ele com 76), um poema que deu a ele em seu aniversário.

Transcrevo do cartão que ele guardou consigo, orgulhoso!

Vivi, eu não poderia ter escrito nada melhor…

OBRIGADA MINEIRO TÍMIDO

PELAS POUCAS HORAS

EM QUE PUDEMOS CONVERSAR MUITO.

POUCAS POR FALHA MINHA

EM NÃO TE PROCURAR MAIS VEZES.

—–

SUA FALA MANSA, EM TOM BAIXO.

SEU SILÊNCIO, SUA APROVAÇÃO.

SEU AR UM TANTO APAIXONADO,

SEU AMOR ETERNO, YEDDA,

SUA DEDICAÇÃO EM SER PASTOR.

—–

SUA INTELIGÊNCIA ME ENSINA,

SUA SIMPLICIDADE ME CATIVA.

SEUS ENSINAMENTOS ESTARÃO SEMPRE COMIGO,

SUA VIDA PARA MIM É UMA LIÇÃO.

—–

PALAVRAS DE PASTOR- PORTANTO BÊNÇÃOS.

PALAVRAS DE PROFESSOR- PORTANTO REGRAS.

PALAVRAS DE AMIGO- PORTANTO CONSELHOS.

E PALAVRAS DE AVÔ- PORTANTO AMOR!

(Viviane Fernandes Prohmann- 1991)

VÍDEO DAS COMIDINHAS E FERNANDO PESSOA

O vídeo abaixo é uma criação da minha filha Fabiane, música Make it Mine de Jason Mraz e é um aperitivo das delícias da “Comidinhas da Vovó Sílvia”!

E ainda sobre comidas, deixo abaixo um poema de Álvaro de Campos, (que não é outro se não Fernando Pessoa) e que li na minha formatura de Hotelaria no Centro Europeu.

200px-216_2310-Fernando-Pessoa

DOBRADA À MODA DO PORTO

Um dia, num restaurante, fora do espaço e do tempo,

serviram-me o amor como dobrada fria.

Disse delicadamente ao missionário da cozinha

que a preferia quente,

que a dobrada (e era à moda do Porto) nunca se come fria.

—–

Impacientaram-se comigo.

Nunca se pode ter razão, nem num restaurante.

Não comi, não pedi outra coisa, paguei a conta,

e vim passear para toda rua.

—–

Quem sabe o que isto quer dizer?

Eu não sei, e foi comigo…

—–

(Sei muito bem que na infância de toda a gente houve um jardim,

particular ou público, ou do vizinho.

Sei muito bem que brincarmos era o dono dele.

E que a tristeza é de hoje).

—–

Sei isso muitas vezes,

mas, se eu pedi amor, porque é que me trouxeram

dobrada à moda do Porto fria?

Não é prato que se possa comer frio,

mas trouxeram-mo frio.

Não me queixei, mas estava frio,

nunca se pode comer frio, mas veio frio.

—–

Observação: fui chamada de “missionária da cozinha”, vejam a responsabilidade!!!

Obrigada, Fabi, pelo vídeo lindo!!!