PUDIM DE GOIABADA

Para comemorarmos o Dia das Mães desse ano, levei essa sobremesa para o almoço na casa do meu filho que representou suas irmãs que moram longe.

Como eu, boa mineira, amo goiabada achei maravilhosa!

INGREDIENTES

400 gramas de goiabada

2 copos de requeijão cremoso

2 caixinhas de creme de leite

4 ovos

CALDA

1 pedaço de goiabada

1/2 copo de água

Primeiramente, forre todo o fundo de um pirex com fatias da goiabada.

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.

Despeje essa mistura sobre a goiabada e leve ao forno (180º) por cerca de 30 minutos ou até dourar.

Retire do forno e reserve enquanto prepara a calda.

Coloque os pedacinhos da goiabada em uma caneca com a água e leve ao fogo, mexendo até derreter. Cubra o pudim com ela.

Sirva morno ou frio, de qualquer maneira é delicioso!!!

Observação: fiz metade dessa receita acima porque estávamos apenas em três adultos.

“RETENHAMOS FIRMES A CONFISSÃO DA NOSSA ESPERANÇA, PORQUE FIEL É O QUE PROMETEU.” Hebreus, 10- 23

BOLO FAROFA

Sabe aquele bolo que sempre fazíamos e, não sei porque, ficamos um bom tempo sem fazer?

Pois é… isso aconteceu com esse!

Fui olhar em meu caderno de receitas antigo e me deparei com essa relíquia: Bolo Farofa!

Já viu um bolo que sai com recheio?

Pois esse sai!

INGREDIENTES DO CREME

1 lata de leite condensado

a mesma medida de leite

1 colher (sopa) de maisena

1 colher (sopa) de manteiga

1 lata de creme de leite

INGREDIENTES DA MASSA

3 xícaras de farinha de trigo

1 colher (sopa rasa ) de fermento

1 ovo

1 e 1/2 xícara de açúcar

3 colheres (sopa) de manteiga (ou margarina) gelada

Vamos primeiro ao creme porque ele tem que ficar frio para podermos utilizá-lo.

Misture todos os ingredientes (menos o creme de leite) e leve para ferver levemente. Retire e deixe amornar. Junte o creme de leite e reserve.

Para a massa, coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture com as mãos, esfarelando.

Unte uma forma e coloque metade da farofa, apertando bem.

Coloque por cima todo o creme já frio e espalhe o restante da farofa.

Leve para assar em forno quente por mais ou menos trinta minutos.

Você pode comer esse bolo assim morninho ou frio.

Ele não desmonta não!

“MANDA AOS RICOS DESTE MUNDO QUE NÃO SEJAM ALTIVOS, NEM PONHAM A ESPERANÇA NA INCERTEZA DAS RIQUEZAS, MAS EM DEUS, QUE ABUNDANTEMENTE NOS DÁ TODAS AS COISAS PARA DELAS GOZARMOS.” I Timóteo, 6- 17

FILÉ DE PEIXE AO FORNO

Coloquei a poucos dias a receita de Filé de Peito de Frango ao Forno, e hoje fiz essa maravilha que posto para vocês.

Também é fácil, rápida, não vai ao fogo, não suja quase nada e fica uma gostosura!

INGREDIENTES

4 filés de peixe, ou mais (eu usei a tilápia)

3 batatas

1 cebola

2 tomates

sal, pimenta do reino

1 limão

azeite

1 copo de requeijão cremoso

Primeiramente tempere o peixe com sal, pimenta e limão.

Reserve.

Em um pirex, cubra bem o fundo com azeite.

Descasque as batatas e corte em rodelas não muito finas colocando sobre o azeite no pirex.

Corte em pedaços a cebola e os tomates.

Pegue os filés e disponha sobre as batatas e em seguida, espalhe a mistura de cebola e tomates.

Em seguida, regue um pouco de azeite por cima e, se quiser, coloque mais um pouco de tempero por cima. Leve ao forno coberto com papel alumínio, já aquecido em forno médio por cerca de 30 minutos.

Experimenta com um garfo para ver se a batata está molinha ( a minha em 30 minutos ficou ótima).

Retire e despeje o requeijão cremoso por cima e leve ao forno novamente por 10 minutos.

Aí é só degustar, mais essa delícia de receita que você pode acompanhar com um arroz branco e uma saladinha.

“A MINHA ALMA DISSE AO SENHOR: TU ÉS O MEU SENHOR; NÃO TENHO OUTRO BEM ALÉM DE TI.” Salmos, 16- 2

PERAS AO VINHO

Em um dia qualquer desses, minha amiga Cidinha veio buscar umas Comidinhas da Vovó e trouxe um potinho desse doce delicioso!

Me deliciei com ele e pedi a receita, é claro!

Então vamos a ela, a receita.

Sim, os ingredientes são só esses mesmo:

4 peras

1 copo de açúcar

1 copo de vinho (ela usou rosé e eu usei um branco seco)

Canela em rama a gosto

Água que cubra as peras

Lave bem as peras (não descasque) e corte-as ao meio.

Coloque em uma panela grande todos os ingredientes e leve ao fogo para ferver.

Com bastante cuidado você pode virar algumas vezes.

Quando enfiar um garfo e sentir que está macia, pode retirar (leva mais ou menos de trinta a quarenta minutos).

Coloque em um pirex bonito e leve à geladeira.

Na hora de servir, coloque em uma taça com creme de leite por cima.

Além de uma sobremesa chique, é também uma delícia!!!

Se quiser mais uma receita com pera, experimente a Torta de Pera, clicando aqui.

“A SALVAÇÃO VEM DO SENHOR; SOBRE O TEU POVO SEJA A TUA BÊNÇÃO.” Salmos, 3- 8

FRANGO ASSADO COM BATATAS

Penso que, como eu, muitas pessoas antigamente, tinham certeza do cardápio de domingo: frango assado!

E como fazia tempo que eu não fazia esse prato!

Pois bem.

Fiz e chamei meu filho, nora e netos para almoçar.

Fez sucesso!

Bem, primeiramente lave bem o frango com uma água com limão para limpar por dentro e por fora. Enxugue com papel toalha e reserve.

Faça uma pasta com sal com alho (usei arisco), pimenta do reino e manteiga (usei doriana).

Esfregue bem por dentro e por fora essa pasta no frango e, se puder, deixe de um dia para outro que foi o que fiz.

Como eu tenho temperos no meu quintal, colhi algumas folhas de manjericão e alecrim para colocar dentro do frango e dar aquele perfume e sabor.

Vejam só minhas plantas!

Tenho sálvia, hortelã, salsinha, cebolinha (começando), além do alecrim e manjericão.

Descasque três cebolas pequenas.

Coloque as cebolas, alecrim e manjericão dentro do frango.

Você pode costurar a abertura ou fechar com palitos, que foi o que fiz.

Agora, é só colocar em forno médio pré aquecido coberto com papel alumínio por uma hora.

Enquanto isso, descasque e corte as batatas ao meio e deixe cozinhar com um pouco de sal.

Não deixe cozinhar muito para não desmanchar.

Depois de uma hora, retire o papel alumínio, coloque as batatas em volta e regue tudo com azeite.

Deixe mais uma hora (dependendo do tamanho do frango) até ficar bem assado.

Pronto!

Mais uma delícia para você preparar e gostar!

“PORQUE, SE CREMOS QUE JESUS MORREU E RESSUSCITOU, ASSIM TAMBÉM AOS QUE EM JESUS DORMEM DEUS OS TORNARÁ A TRAZER COM ELE.” I Tessalonicenses, 4- 14

ALMÔNDEGAS

E não é que num belo dia, alguém me perguntou como se faz almôndegas?

Fui olhar aqui no blog com a certeza de que já tinha colocado anteriormente, mas nada…

Então, mais que depressa, fiz, tirei as fotos e cá estão elas: as almôndegas!

E são esses os ingredientes:

1/2 quilo de carne moída (de preferência patinho)

1 pão amanhecido

leite (para amolecer o pão)

1 ovo

temperos que gostar: sal, pimenta do reino, cheiro verde.

A primeira coisa a se fazer é picar o pão e umedecer com um pouco de leite, deixar um pouquinho e depois espremer bem antes de usar.

Depois colocamos sobre a carne o ovo, temperos e o pão espremido.

Amasse bem com as mãos e comece a fazer as bolinhas (mais ou menos cinco centímetros de diâmetro) e vá colocando em uma tábua polvilhada com farinha de trigo.

Coloque óleo em uma frigideira, deixe esquentar e vá colocando as almôndegas, fritando bem dos dois lados. Retire e coloque sobre um papel toalha.

Agora é só fazer um molho de tomate (eu usei uma lata de tomate pelado, temperos e um fio de azeite) e colocar as almôndegas fritas para cozinhar um pouco e absorver esse molho.

Observação: retirei o óleo da frigideira e fiz o molho aproveitando aquele grudadinho que ficou da fritura para dar sabor ao molho.

Pronto!!!

Aproveite para fazer um macarrão ou um purê de batatas e saboreie junto!

“E NÃO VOS DESVIEIS; POIS SEGUIRÍEIS AS VAIDADES, QUE NADA APROVEITAM E TAMPOUCO VOS LIVRARÃO, PORQUE VAIDADES SÃO.” I Samuel, 12- 21

FILÉ DE PEITO DE FRANGO AO FORNO

Como gosto de receitas práticas e fáceis!

Essa não vai ao fogo, somente usamos o forno e pronto!!!

Como disse a minha filha Viviane: sabor surpreendente, maravilhoso! Isso porque eu já tinha feito e enviado a receita para ela e Fabiane sendo que as duas fizeram.

Então tomem nota dos INGREDIENTES:

1 ou mais peitos de frango cortado em filés não muito finos

sal, pimenta do reino, cheiro verde e alho a gosto

2 colheres (de sobremesa) de manteiga

1 sachê de molho de tomate

1 copo de requeijão cremoso

1 lata de milho verde

150 gramas de queijo muçarela

Primeiramente tempere os filés com todos os temperos acima e reserve.

Em um pirex, espalhe a manteiga sobre todo ele e coloque os filés bem arrumadinhos por cima.

Coloque por cima o molho de tomate.

Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré aquecido 180º por 30 minutos.

Enquanto isso, coloque em uma tigela o milho (retire a água) e o requeijão misturando bem.

Passado o tempo, retire o frango do forno e coloque por cima o requeijão e o milho que já estão misturados.

Por cima junte o queijo ralado no lado grosso.

Leve ao forno novamente por mais ou menos 10 minutos para gratinar.

Fica realmente deliciosa e aprendi no site do Tudo Gostoso!

“PORQUE EU QUERO MISERICÓRDIA E NÃO SACRIFÍCIO; E O CONHECIMENTO DE DEUS, MAIS DO QUE HOLOCAUSTOS.” Oseias, 6- 6

SAGU DE VINHO E CREME

Sagu é uma fécula extraída do interior esponjoso de várias espécies de plantas, chamadas popularmente sagueiros ou saguzeiros, sendo utilizada como alimento básico em diferentes lugares no mundo.

A fécula é preparada a partir da mandioca limpa, ralada e molhada, formando uma goma úmida, que depois é peneirada até se transformar nas bolinhas, que são aquecidas e depois resfriadas. (Wikipédia)

 E como fazia tempo que eu não colocava um doce!!!

Aí me veio a lembrança desse, que nos remete a tempos de casa de avó…

E para completar, um creme bem fino e gostoso que combina mais do que bem com nosso sagu de vinho.

INGREDIENTES para o SAGU:

1/2 xícara de sagu

1/2 garrafa de vinho tinto

2 e 1/2 xícaras de água

1/2 xícara de açúcar

1 canela em rama

2 cravos da índia

Numa tigela, coloque o sagu, cubra com 1 xícara de água filtrada e deixe descansar por uma hora.

Coloque numa panela média o restante da água, o vinho, canela, cravos e açúcar.

Misture bem.

Leve ao fogo e, quando ferver, junte o sagu com o líquido que sobrar na tigela. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos ou até que as bolinhas estejam macias e quase transparentes. Mexa de vez em quando para o sagu não grudar no fundo da panela.

Retire, coloque em um bonito pirex e leve à geladeira.

INGREDIENTES do CREME

1/2 litro de leite

1 caixinha de leite condensado

2 colheres (de sopa rasas) de maisena

Desmanche a maisena em um pouco do leite e junte ao leite na panela juntamente com o leite condensado.

Vá mexendo sempre até ferver bem.

Retire, coloque em outro pirex e leve á geladeira.

Sirva em taças e bem gelado.

Uma combinação e tanto!!!

“QUANTO MELHOR É ADQUIRIR A SABEDORIA DO QUE O OURO! E QUANTO MAIS EXCELENTE, ADQUIRIR A PRUDÊNCIA DO QUE A PRATA!” Provérbios, 16- 16

PÃO DA LUZIA

Primeiro vou explicar o porquê do nome desse pão.

Como contei no post anterior, passei as festas do final de ano em Brusque, Santa Catarina.

Fiquei hospedada na casa da Vânia, irmã da minha nora (ver foto em Terrine de Lombo Canadense) e lá conheci a Luzia que trabalha há mais de vinte anos com a família.

Bem, ela fez muitas vezes esse pão delicioso e numa dessas vezes, cheguei com meu caderninho e além de vê-la fazer, fui copiando a receita.

Quando cheguei em casa, logo resolvi ver se acertava a receita: e deu tão certo, que coloco aqui para vocês!

Primeiro coloque em uma tigela grande os seguintes ingredientes:

1 xícara de fubá

1 xícara de farinha de trigo

1 colher (sopa cheia) de margarina

3 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (sopa) de sal

2 xícaras de água fervente para escaldar; mexa bem e deixe esfriar um pouco.

Esses acima, são os outros ingredientes para acrescentar na primeira massinha:

1 quilo de farinha de trigo

1 xícara de água morna

1 colher (sopa) de fermento para pão

Misture tudo.

Aí então coloque mais 2 xícaras de água morna.

Mexa bem até ficar uma massa mole e não precisa sovar!

Deixe crescer na tigela até dobrar de tamanho.

Unte duas formas retangulares para pão, coloque farinha e com as mãos vá colocando punhados da massa (ela fica mole mesmo).

A massa dobra de tamanho.

Coloque para assar em forno bem quente, pré aquecido, durante 10 minutos, depois abaixa o forno para 200º por mais ou menos 30 minutos.

Aí é só aproveitar e comer ainda quentinho com uma manteiga derretendo por cima!!!

Já coloquei aqui outras receitas de pão: Pão Caseiro de Leite, Pão de Hamburger e Meu Pão Caseiro.

Luzia, aí está a receita e espero que goste das fotos e aprove o meu desempenho!!!

Obrigada!

“PORQUE O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE, MAS O DOM GRATUITO DE DEUS É A VIDA ETERNA, POR CRISTO JESUS, NOSSO SENHOR.” Romanos, 6- 23

TORTA DE ABOBRINHA

Gente, que delícia essa torta!

Gosto muito de abobrinha e já coloquei aqui outras receitas com ela, como: Torta de abobrinhas, cenouras e cogumelos e Risoto de abobrinha.

Fácil e muito simples, vamos aos Ingredientes do Recheio:

E os Ingredientes da Massa:

Recheio:

150 g de cream cheese

100 g de queijo parmesão ralado

1 cebola picada

sal e pimenta do reino à gosto

2 colheres (sopa) de óleo

2 colheres (sopa) de cheiro verde picados

2 tomates sem sementes picados

2 abobrinhas pequenas cortadas em cubos pequenos

Massa:

2 ovos

1 xícara (chá) de leite

2 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 colher (chá) de sal

1 colher (sopa) de fermento em pó

1/2 xícara (chá) de óleo

Em uma panela refogue a cebola, o tomate e a abobrinha no óleo até que a abobrinha fique macia (se necessário, adicione um pouco de água).

Com o fogo desligado, misture o cream cheese, o queijo parmesão ralado, o cheiro verde, sal e pimenta. Reserve.

No liquidificador, bata o óleo, o leite, os ovos, a farinha de trigo, sal e fermento. (Eu preferi bater na bateira).

Em uma tigela, misture o recheio e a massa.

Asse em forno pré aquecido, em temperatura média por mais ou menos 40 minutos.

Eu preferi assar em formas de alumínio descartáveis.

Observação: cuidado ao colocar o sal porque geralmente o queijo parmesão já tem bastante sal.

Esta é uma receita prática que combina com o almoço, com o jantar e com o lanche da tarde.

“AS BENIGNIDADES DO SENHOR CANTAREI PERPETUAMENTE; COM A MINHA BOCA MANIFESTAREI A TUA FIDELIDADE DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO.” Salmos, 89- 1